Resenha: Absolutos - Sinfonia da Destruição - Queria Estar Lendo

Resenha: Absolutos - Sinfonia da Destruição

Resenha: Absolutos - Sinfonia da Destruição

Absolutos - A Sinfonia da Destruição é o novo título do autor Rodolfo Salles. A obra foi cedida em parceria para o blog em troca de uma resenha sincera, e posso afirmar que tem o conjunto perfeito para fãs de ficção científica e aventura.
Sinopse: E se você descobrisse estar Destinado a destruir tudo que ama? Em uma era de exploração Universal intensa, Érico é um jovem com o sonho de se tornar um Caçador de Relíquias, aventureiros que saem pelo espaço procurando tesouros antigos. Porém, ele descobre por conta das misteriosas tatuagens em seu corpo que é um Absoluto, seres que de tempos em tempos surgem no Universo e espalham o caos por onde passam. Mas quem são os Absolutos? E por que Érico é um deles? Sem escolha, o rapaz é forçado a deixar sua vida pacata na lua de Miesac, onde vive com os irmãos adotivos Vexel e Miro. Ele parte em uma jornada através do Universo em busca de um Desbravador, entidade com poderes inimagináveis capaz de apagar suas tatuagens e assim devolver as rédeas de seu Destino. Em meio a essa aventura, ele encontrará aliados e inimigos, além de mergulhar de cabeça nos segredos ocultos de sua verdadeira família. Conseguirá Érico livrar-se desse fardo? Ou terá, por fim, que aceitar seu Destino como o próximo na linhagem de destruidores?
Na trama, Érico não sabe muito sobre seu passado. Tudo que ele tem consigo são tatuagens estranhas em seu corpo e a ânsia por respostas. Sua perspicácia e determinação são pontos fortes a guiar sua jornada, que envolve muito de tentar entender o passado para saber o que pode construir para seu futuro.

Gostei muito de como o autor reuniu o melhor da ficção científica e da ópera espacial para compôr sua obra. Absolutos tem todos os prompts perfeitos para os amantes desses dois gêneros, mas principalmente para quem gosta de uma boa aventura.

A narrativa é daquele tipo que prende, usando seus personagens carismáticos e a adrenalina das cenas de ação, perseguição e luta para criar impacto na trama. Eu geralmente não costumo gostar de protagonistas - principalmente quando o protagonista é homem (misândrica da literatura mesmo) -, mas o Érico foi um caso a parte. Apesar de arredio, ele tem seus momentos carregados de desenvoltura, com um humorzinho peculiar e uma presença corajosa. Fiquei animada para descobrir as coisas junto com ele, para ter as respostas que ele tanto esperava encontrar.

Outros personagens fazem parte do leque que dá vida ao arco principal; Darwin talvez tenha sido minha favorita. Com sua habilidade de teletransporte e seu humor ácido, bem daquele estilo sarcástico que eu amo amar, ela roubou a cena do momento em que apareceu até o fim da obra. Rodolfo insere uma gama de personagens diversos, com histórias paralelas que completam a busca de Érico. Eles existem ali para ajudar o protagonista, mas também por existirem além da trama principal.

Resenha: Absolutos - Sinfonia da Destruição

A parte tecnológica da história foi uma das mais fascinantes. Rodolfo criou esse universo rico em referências e novidades, deu mundo a uma galáxia e suas infinitas possibilidades. É o tipo de história que enche os olhos, mesmo com seus termos bizarros.

Minha única crítica fica com o começo da trama. Achei que demorou um pouco pra "engatar" a história, motivo pelo qual eu também demorei um pouco para me aproximar dos personagens e da jornada deles. Talvez por isso tenha me ligado tanto ao Érico; essa sensação de perdição, mesmo com ele conhecendo tanto o universo ao seu redor, constrói uma atmosfera interessante para o desenrolar do livro.

Absolutos é o tipo de história perfeito para quem adora se aventurar pelo espaço, por naves ultra-tecnológicas e, principalmente, através de descobertas e daquele famoso "vou desafiar o destino". Com toques de fantasia e realidade, Rodolfo entrega uma história marcante difícil de esquecer.

Título original: Absolutos: Sinfonia da Destruição
Autora: Rodolfo Salles
Editora: Independente
Gênero: Ficção Científica | Ópera Espacial
Nota: 4
Skoob

GOSTOU DO LIVRO E QUER AJUDAR A MANTER O BLOG? ENTÃO COMPRE PELO NOSSO LINK!

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

11 comentários:

  1. Olá, Denise.
    Eu geralmente gosto desse estilo do livro. Mas ultimamente estou dando preferência para livros que sejam únicos ou que já tenham suas séries terminadas. Mas é um título a ser guardado para uma futura leitura.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi De, tudo bom?
    AMEEEEI te ver na Bienal <3 <3 <3
    E sobre a dica de hoje... Não sei se ela faz meu estilo, eu gosto de sofrência, gosto de amorzinhos... HAHAHAHAHAHAHA
    Mas para quem gosta do gênero deve ser ótimo.
    beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Denise!

    Ainda não conhecia a obra, mas já fiquei bem interessada, a mesclagem da realidade com fantasia e tecnologia parece ter resultado numa história maravilhosa e original que prende bastante a atenção do leitor. Adorei a resenha! Já desejo muito sucesso pro autor.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oiii Denise

    Não é o meu tipo de livro, mas acho que pra quem gosta de ficção cientifica a obra é uma boa pedida, além do mais é uma obra nacional e sempre vale a pena conhecer novos autores.
    Pena que demora tanto pra engrenar a história, isso é bem frustrante e pode acabar cansando o leitor, ainda assim pelo que notei há vários pontos positivos que no final fazem a história valer a pena.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Denise
    Sou fresca com essas histórias porque eu não gosto de livros que se passam no espaço, Star Wars é um grande suplício pra mim, mas fiquei totalmente envolvida na sua resenha e com vontade de conhecer a obra, apesar de não achar que iria lê-la.
    Gosto mais de personagens masculinos do que femininos, e esse já me conquistou.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Denise! É bom saber que apesar de demorar um pouco pra engatar, a história é boa e cheia de adrenalina, confesso que quando leio ficção científica gosto quando tem mais ação!

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nizz!
    Menina, eu já quero esse livro. Ando muito numa vibe de space opera hahahaha
    Eu também não tenho costume de gostar de protagonistas masculinos e se você gostou do Érico, com certeza eu vou gostar também.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Esse parece ser um livro bem interessante para quem gosta dos gêneros citados. Fico feliz em ver como os autores brasileiros estão se desenvolvendo cada vez mais. Esse livro é único ou fará parte de uma série?

    ResponderExcluir
  9. Oi Denise. Tudo bem? Livros de ficção científica ou similar não são escolhas que faço para leitura, mas sou fascinada por esse mundo tecnológico e espacial. Nunca experimentei ler algo assim e já tenho um livro na lista de desejados, mas fiquei super intrigada pela história que tem todo um contexto que vai além da ficção científica em si.
    Adorei a indicação.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Amei a resenha, agradeço de coração a leitura e o trabalho. Ficou muito bom. Espero que novos leitores possam embarcar na viagem :)

    ResponderExcluir
  11. É um livro interessante com uma història inteligente. Li poucos livros de ficção, alguns acho muito complicado para entender. Porém curti esse livro, vale pena conferir.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!