Resenha: Os Números do Amor - Queria Estar Lendo

Resenha: Os Números do Amor

Resenha: Os Números do Amor

Os Números do Amor foi um dos lançamentos desse segundo semestre da Editora Paralela - que cedeu este exemplar para resenha. Da autora Helen Hoang, é um romance rápido e perfeito para fugir de uma ressaca literária. 
Sinopse: Já passou da hora de Stella se casar e constituir família — pelo menos é isso que sua mãe acha. Mas se relacionar com o sexo oposto não é nada fácil para ela: talentosa e bem-sucedida, a econometrista é portadora de Asperger, um transtorno do espectro autista caracterizado por dificuldades nas relações sociais. Se para ela a análise de dados é uma tarefa simples, lidar com os embaraços que uma interação cara a cara podem trazer parece uma missão impossível. Diante desse impasse, Stella bola um plano bem inusitado: contratar um acompanhante para ensiná-la a ser uma boa namorada. Enfrentando uma pilha cada vez maior de contas, Michael Phan usa seu charme e sua aparência para conseguir um dinheiro extra. O acompanhante de luxo tem uma regra que segue à risca: nada de clientes reincidentes. Mas ele se rende à tentação de quebrá-la quando Stella entra em sua vida com uma proposta nada convencional. Quanto mais tempo passam juntos, mais Michael se encanta com a mente brilhante de Stella. E ela, pela primeira vez, vai se sentir impelida a sair de sua zona de conforto para descobrir a equação do amor.
Na trama, Stella não se dá muito bem com relacionamentos. E isso não ajuda muito quando seus pais vivem pressionando para que ela encontre logo um namorado; para tentar entender como funciona essa matemática de relações humanas - uma vez que números e contas e sequências são a maneira mais fácil para ela saber lidar com alguma coisa - Stella resolve contratar um acompanhante para que a ensine a se relacionar com outra pessoa.

A trama é de um clichê bastante conhecido (quase o filme Uma Linda Mulher, só que com os gêneros trocados) e nem por isso ruim. Como eu disse, Os Números do Amor é o tipo de livro fácil e rápido para ler em uma tarde, especialmente se você está tentando fugir do estresse do mundo e afins - como eu fiz.

Helen Hoang tem uma narrativa rápida, sem grandes conflitos ou problemáticas. Ela coloca Stella e Michael, o acompanhante, em sintonia logo de cara, e a partir daí desenvolve o relacionamento entre os dois. Estritamente profissional mas, ao mesmo tempo, por envolver a parte física de um relacionamento, complicadíssimo.

Stella tem Síndrome de Asperger. Numa explicação bem rasa, trata-se de um grau leve de autismo, o que a narrativa desenvolve com sua falta de tato na hora de se relacionar com as pessoas e de reagir a situações mais cotidianas como um aperto de mão ou uma piada carregada de sarcasmo. Ela vê e reage ao mundo de maneira muito direta e reta e acredita que isso seja parte do problema em se relacionar; eu gostei bastante de como a autora desenvolveu o arco da personagem. Como ela não usou de esteriótipos ou situações problemáticas para mostrar o cotidiano da personagem, tratando seu jeito como normal dentro do contexto que é a vida da Stella.

Resenha: Os Números do Amor

Michael, por sua vez, é a figura sexy, carregado em sorrisos e presença, que cai de paraquedas na vida da Stella acreditando tratar-se de só mais uma cliente e acaba contratado para fazê-la entender como funciona um relacionamento - e, para ela, o relacionamento está diretamente envolvido ao sexo. Por isso, como acompanhante, Michael precisa ensiná-la a lidar com todas as questões físicas da relação.

A proximidade entre os dois acontece de forma gradual, primeiro com a convivência estendendo-se ao entendimento. A parte física acontece em conjunto, mas foi legal ler os dilemas e os freios que ambos colocavam nos próprios sentimentos ao perceber que as coisas estavam fugindo do controle. Aquela coisa básica de "eu não deveria estar me apaixonando por você, mas estou".

Como ace e leitora pouco acostumada ao gênero, eu acabei mais rindo e pouco me importando com as cenas de sexo do que de fato tirando conclusões sobre elas. Para quem gosta de um romance mais hot, Os Números do Amor tem momentos bem gráficos, mas fáceis e divertidos de acompanhar. O relacionamento entre os dois é 100% saudável e usa muito espaço para falar sobre a importância do consentimento (tá bom pra você, Colleen Hoover?) e de como funciona para que ambos os lados estejam de acordo com o que estão vivendo.

Resenha: Os Números do Amor

A edição da Paralela está muito bonitinha, sem erros de revisão ou de diagramação. A capa e todo o conjunto da obra são muito fofos.

No mais, é um livro que flui muito bem do começo ao fim, usa clichês para desenvolver um relacionamento saudável e consciente e encontra espaços para falar sobre aceitação. Os Números do Amor é uma boa pedida para quem gosta de personagens carismáticos e um romance bem escrito.


Título original: The Kiss Quotient
Autora: Helen Hoang
Editora: Paralela
Tradutora: Alexandre Boide
Gênero: Romance Erótico 
Nota: 3,5
Skoob

GOSTOU DO LIVRO E QUER AJUDAR A MANTER O BLOG? ENTÃO COMPRE PELOS NOSSOS LINKS!

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Oi, Nizz!
    Amo um livro assim para curar ressaca <3
    Menina, que bom que a autora não usou de esteriótipos com a Stella. A única referência a Asperger que tenho é a do Sheldon e bem.. ele é bem caricato.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise, eu fiquei com receio do livro ser morno demais, mas acho que darei sim uma oportunidade. Espero curtir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Olá, Denise.
    Quando comecei a ler as resenhas do livro a impressão que tive foi bem o que você resumiu no primeiro parágrafo. Ideal para ser lido depois de uma livro mais pesado. Enredo de sessão da tarde. Por isso vou deixar anotado para uma futura leitura.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi! Eu peguei esse livro esperando uma história bem no clima de comédia romântica e espero que me agrade bastante. A sua resenha me deixou bem animada. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!