Resenha: Heróis de Novigrath - Queria Estar Lendo

Resenha: Heróis de Novigrath

Resenha: Heróis de Novigrath

Heróis de Novigrath é um livro escrito pela brasileira Roberta Spindler e publicado pela Editora Suma - que cedeu este exemplar para resenha. Conheci o livro na Flipop desse ano e desde então estou louca para ler, achei a temática bem diferente de qualquer outro que eu já tenha visto. O livro conta a história de Pedro, um ex-jogador profissional do jogo Heróis de Novigrath que recebe uma visita um tanto inusitada e passa a recrutar jovens para o time do qual será técnico.
Sinopse: Em uma épica luta do bem contra o mal, Roberta Spindler escreve partidas emocionantes, batalhas arrasadoras e personagens cativantes. Heróis de Novigrath é um livro original e apaixonante, para quem gosta de boas aventuras. Heróis de Novigrath é mais do que um jogo de computador. É um esporte. Uma paixão mundial que atrai milhões de torcedores fanáticos para estádios, banca equipes famosas e leva seus jogadores do chão ao topo — e vice-versa. Pedro sabe bem como uma carreira pode desabar de uma hora para a outra. Heróis de Novigrath ainda é seu grande amor, mas seus dias de glória terminaram. Ou é o que ele pensa, até receber a visita de Yeng Xiao — seu herói favorito do game. Quando o guerreiro se materializa em sua casa, Pedro acha que perdeu o juízo, mas a verdade é que HdN é mais real do que ele poderia imaginar. Ao redor do mundo, jogadores alimentam o game com sua paixão e, sem saber, com sua energia vital. Agora, os monstros da terra de Novigrath estão a um passo de invadir o nosso mundo, e os Defensores de Lumnia precisam de um time que possa restaurar a força do lado dos heróis. Pedro já deixou que sua ambição o derrubasse uma vez, mas Xiao tem certeza de que ele é a pessoa certa para montar o novo time. Por todo o país, cinco jovens mal imaginam a missão que os aguarda. Heróis de Novigrath é muito mais do que um jogo — é o futuro de todos eles.
Pedro (Epic) é um jovem não tão bem sucedido e um pouco frustrado. Depois de um bom início de carreira jogando Heróis de Novigrath em um time profissional, ele coloca tudo a perder por causa de más escolhas. Apesar disso, ele continua com o jogo e grava as partidas para publicar na internet. 

O amor pelo jogo faz com que Pedro continue com o sonho de voltar para época e que ele era jogador profissional. Esse dia aparentemente chega quando seu personagem favorito do jogo, Yeng Xiao, aparece na sua frente em carne e osso. Obviamente, Pedro começa a questionar sua sanidade mental, mas Xiao mostra a verdade. 
- Significa que a crença humana nos deu forças e nos mantém vivos. Extrapolamos o imaginário, o ambiente virtual, graças a vocês. Já ouviu aquele ditado que o maior poder humano é a fé? Pois nós nascemos da sua fé, Epic, e da fé de outros incontáveis jogadores.
O jogo é dividido em duas facções: Defensores de Lumnia e os Filhos de Asgorth. Devido ao amor de todos os fãs pelo jogo e pelos personagens, eles agora conseguem se materializar. Porém, os Filhos de Asgorth foram um pouco além disso, eles estão usando a energia dos humanos para se fortalecerem e pretendem sair do mundo do game e ir para a realidade, o que coloca em risco a vida de toda humanidade.

Resenha: Heróis de Novigrath

Yeng Xiao surge com uma proposta, ele ajudaria Pedro a montar um bom time para competir no Campeonato Brasileiro e chegar ao mundial, só assim poderiam impedir o plano dos Filhos de Asgorth. Assim começa a busca por talentos que possam fazer parte do time.
Um fracassado nunca poderia salvar o mundo.
O primeiro integrante que Xiao escolhe e leva Pedro até ele é o Cristiano (Fúria). Ele está no último ano do ensino médio, mas não tem o mínimo interesse em estudar e fazer uma faculdade como os pais querem. O que ele realmente gosta é de jogar, não é a toa que está entre os TOP 10. Cristiano foi um dos personagens que mais me irritou no livro, ele é bem babaca, se acha melhor que os outros e faz alguns comentários bem machistas. 
- O que foi? Algum problema em ter garotas no time?
- Se queremos ganhar alguma coisa, sim. Garotas não jogam bem.
A segunda integrante do time a aparecer é Samara (Titânia), ela mora com a avó em Recife, perdeu os pais muito cedo em um acidente de ônibus e isso fez com que ela precisasse amadurecer bem rápido e ser muito forte para superar tudo.  Confesso que ela se tornou a minha favorita, então sou meio suspeita para falar.
 
Os próximos a serem recrutados são os gêmeos Adriano (LordMetal666) e Pietro (Roxy), quero guardar esses dois num potinho e nunca mais deixar sair. Adriano é rockeiro como podem ter percebido pelo nickname, cabelo azul, é o que mantém a animação do time mesmo nos momentos mais difíceis. Pietro é o mais centrado do time,  um líder nato e muito fiel aos amigos.

Resenha: Heróis de Novigrath

A última integrante do time é a Aline (NomNom) uma coreana muito insegura consigo mesma e com uma relação muito intensa com os pais. O jogo se tornou uma espécie de fuga para ela que sempre foi muito sozinha e não tinha amigos. A entrada dela para o time foi bem conturbada e causou uma crise familiar. Assim como os pais de Cristiano, os pais dela não achavam que ser jogadora profissional era uma boa perspectiva de futuro.
Durante toda a vida, acostumara-se a engolir os insultos. No entanto, depois de um mês convivendo com os Vira-Latas, algo havia mudado.
Não foi fácil juntar o time Vira-Latas e eles se deparam com muitos desafios durante a história, dentro e fora do jogo. Com o fortalecimento dos Filhos de Asgorth a batalha não fica só no jogo e seu comprometimento e lealdade com o time são levados a prova em vários momentos.

A relação que é construída entre Pedro e o restante do time é linda. Se observa durante o desenrolar da trama Pedro crescendo, criando um senso de responsabilidade e  carinho por cada um dos jogadores do time. O mesmo crescimento acontece com o restante, principalmente com Cristiano e Aline. Eles se envolvem uns com os outros virando uma família mesmo, dá pra perceber o amor fraternal entre todos eles do time, que apesar dos defeitos de cada um, todos se querem bem no fim das contas.

A história é muito bem construída e bem desenvolvida, não percebi nenhuma falha ou furo. Os personagens e suas personalidades foram muito bem exploradas e as relações deles com os pais.

As cenas dos campeonatos são eletrizantes, tive o coração disparado e levado a boca várias vezes, me senti lá no estádio, junto com a torcida. São poucos livros que me absorvem assim, me engolem para dentro da história. Outra coisa que adorei no livro foram os capítulos, eles são nomeados como os níveis do jogo! Amei isso! 

Resenha: Heróis de Novigrath

O único problema do livro, que nem é grave, são os termos dos gamers. Nunca fui muito fissurada em games e os termos foram um pouco confusos no início, sendo necessário apelar pro google. Um glossário as vezes ajudava para leitura fluir mais para pessoas como eu que não entendem nada disso.

Esse foi o primeiro livro da autora que li e pretendo ler outros dela, agora que conheci a escrita e que gostei muito!

Título original: Heróis de Novigrath
Autora: Roberta Spindler
Editora: Suma
Gênero: Fantasia
Nota: 5
Skoob

GOSTOU DO LIVRO E QUER AJUDAR A MANTER O BLOG? ENTÃO COMPRE PELOS NOSSOS LINKS!


Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Oie
    Gostei do enredo e parece ser muito bom, mas não faz muito meu estilo de leitura.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii,
      Gosto bastante de fantasia, se você não gosta, realmente é dificil fluir a leitura. Nunca tinha lido nada relacionado a games, achei diferente e divertido
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Raquel!
    AAAAA, eu quero muito ler esse livro, desde que foi lançado. Capa com desenhos já fico doido pra conhecer e fiquei ainda com mais vontade quando descobri que era nacional e falava de gamers *-* Nunca fui muito fissurado, mas tive meus momentos de vícios.
    Acho a trama muito O Jogador Numero 1, só que melhorada, porque a galera tem realmente dons. Espero em 2019 ler.

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii
      Leia, eu gostei muito, a ilustração da capa é sensacional, né? Nunca fui muito chegada nos jogos online, então os livros não me atrairam muito, mas vi esse e fiquei com vontade.
      Leia sim! Espero que goste!
      Beijos

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!