Resenha: Overwatch - Antologia

  • 09:00
  • 15 de jul de 2019

  • Overwatch - Antologia é uma HQ que reúne doze quadrinhos do famoso jogo da Blizzard. Ambientado em um universo onde humanos e máquinas entraram em guerra - e onde antigos heróis se tornaram rostos exilados - é uma leitura maravilhosa para os fãs do jogo, mas também para quem curte uma boa história em quadrinho.


    Sinopse: Antologia que reúne os primeiros doze quadrinhos de Overwatch, um game de sucesso da Blizzard que já possui a suia liga mundial. No livro, o leitor irá conhecer a história por trás de cada um dos personagens mais populares do game.

    Para quem não conhece esse meu lado de pessoa fissurada por videogame, oi. Eu sou viciada em jogos eletrônicos, e Overwatch se tornou uma obsessão recente apesar de já ter três anos de mercado; foi um surto gigantesco quando lançou e continua conquistando fãs e jogadores ao longo do tempo. Tem liga profissional, campeonatos mundiais e um universo gigantesco que a Blizzard, infelizmente, não explora tanto quanto deveria.

    Essa antologia surgiu pra sanar minha necessidade absurda de saber mais sobre as personagens e suas histórias dentro da trama do jogo; eu não brinco e nem exagero quando digo que Overwatch tem tudo, ABSOLUTAMENTE TUDO, pra ser uma série gigantesca de sucesso - mas a Blizzard é burra, então cá estou eu aceitando o que ela me dá.

    As doze histórias dessa HQ acompanham heróis específicos em suas vidas paralelas à Overwatch - criada com o intuito de proteger a humanidade de ameaças grandiosas, reuniu heróis de todos os cantos do mundo para fazer valer sua principal missão. Com os anos, no entanto, o terrorismo e problemas externos forçaram a Overwatch a ser desfeita - mas seus heróis continuam por aí, lutando pelo que acreditam.



    Para não falar especificamente de cada uma delas, vou citar minhas favoritas que foram Reinhardt: matador de dragões - explorando a relação fraternal entre Reinhardt e Brigitte, sua aprendiz, enquanto eles descobrem que uma gangue de bandidos está aterrorizando uma cidadezinha isolada do mundo. É bem aquela coisa do "herói aposentado" que não aceita ver a injustiça acontecendo e vai buscar a sua armadura pra combatê-la, que eu adoro.

    Symmetra: um mundo melhor mostra o domínio que uma empresa tecnológica fez sobre o Brasil e o desequilíbrio criado com a história de querer instaurar segurança para a metrópole e se esquecer das favelas; a heroína percebe isso, mas ela ainda é dobrada pela ideia de que o que estão fazendo é o melhor para o futuro. Um embate inteligente e frustrante entre dever e honra.



    E ambas as histórias da Ana Amari mostram seu passado e presente e o motivo de ela ter escolhido se tornar um fantasma para continuar servindo a Overwatch; mesmo "morta" para os outros, ela ainda luta porque é tudo o que pode fazer para ajudar o mundo.

    A edição da Pixel ficou maravilhosa; acabamento e ilustrações e tradução, tudo perfeito.

    Overwatch é uma das histórias com a maior riqueza de personagens que eu já vi e eu vou continuar batendo na tecla de que merecia mais tramas paralelas e adaptações e tudo que existe no mundo pra falar sobre esses heróis; essa antologia é uma prova de que como narrativas bem curtinhas já ajudam a mostrar a grandiosidade desse universo.


    Título original: Overwatch - Anthologie
    Vários autores
    Editora: Pixel
    Gênero: HQ
    Nota: 5

    1. Oi Denise!! Que edição linda, eu nunca li nada de Overwatch, mas gostei bastante de saber da trilogia. Uma ótima oportunidade de leitura pra mim rs

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.