Resenha: Uma semana para se perder

  • 09:00
  • 7.8.19
  • Resenha: Uma semana para se perder

    Uma semana para se perder é o segundo volume da série Spindle Cove, escrita pela autora Tessa Dare. Lançado aqui no Brasil pela Editora Gutenberg, o romance de época mescla bom humor, atração e aquele plot maravilhoso de "hate to love" em uma história arrebatadora.

    Sinopse: A bela e inteligente geóloga Minerva Highwood, uma das solteiras convictas de Spindle Cove, precisa ir à Escócia para apresentar uma grande descoberta em um importante simpósio. Mas para que isso aconteça, ela precisará encontrar alguém que a leve.  Colin Sandhurst Payne, o Lorde Payne, um libertino de primeira, quer estar em qualquer lugar menos em Spindle Cove. Minerva decide, então, que ele é a pessoa ideal para embarcar com ela em sua aventura. Mas como uma mulher solteira poderia viajar acompanhada por um homem sem reputação? Esses parceiros improváveis têm uma semana para convencer suas famílias de que estão apaixonados, forjar uma fuga, correr de bandidos armados, sobreviver aos seus piores pesadelos e viajar 400 milhas sem se matar. Tudo isso dividindo uma pequena carruagem de dia e compartilhando uma cama menor ainda à noite. Mas durante essa conturbada convivência, Colin revela um caráter muito mais profundo que seu exterior jovial, e Minerva prova que a concha em que vive esconde uma bela e brilhante alma. Talvez uma semana seja tempo suficiente para encontrarem um mundo de problemas. Ou, quem sabe, um amor eterno.

    Depois de acompanhar as aventuras e desventuras amorosas de Susanna, é a vez de conhecermos mais sobre Minerva, já previamente apresentada no primeiro livro. A perspicaz e curiosa garota não tem muitas expectativas para seu futuro - graças aos poucos incentivos da mãe, que acredita que ela seja um caso perdido - só uma coisa: quer se tornar uma grande geóloga.


    Parecia que somente um lugar, e não uma pessoa, conseguia entender Minerva: Spindle Cove. Aquele refúgio litorâneo para jovens de boa família e, também, personalidades interessantes.

    Minerva é brilhante e acredita ter feito uma descoberta extraordinária, que quer apresentar ao mundo dos estudiosos em um congresso de geologia na Escócia. O problema é como chegar lá; eis que Colin entra na história.

    O libertino soldado de humor afiado e presença intoxicante é tudo que Minerva não queria em sua rotina, mas é a sua melhor possibilidade de chegar ao simpósio a tempo. Para isso, eles precisam fingir um romance; para isso, precisam se aturar durante uma semana. Para isso, Minerva precisa aprender a não resistir a Colin - o que vai acabar se tornando uma tarefa impossível.


    Resenha: Uma semana para se perder

    Dizer que eu me apaixonei por esse livro é o mínimo. Eu fiquei terrível e perdidamente afundada nessa história do começo ao fim; se a Tessa Dare me conquistou com Uma noite para se entregar, aqui ela ganhou minha carteirinha de "vou comprar tudo que você escrever".


    Ela poderia suportar uma vida em que nunca seria uma dama elegante, de bom gosto... desde que alguém, em algum lugar, a respeitasse e admirasse por ser ela mesma.

    Uma semana para se perder tem o que eu mais quero ver em romances de época quando pego esse gênero para ler: um romance apaixonante e impossível, dois protagonistas carismáticos com traços frágeis e problemas que vão além do amor e, acima de tudo, uma relação saudável entre o casal. Depois de traumas com a Judith McNaught, a Tessa Dare surgiu como uma luz no fim do túnel para mim.

    Minerva é uma mocinha extremamente à frente de seu tempo - mas nem por isso desconsidera traços de lady ou menospreza aquelas que aceitam sua posição na sociedade. Ela entende como o mundo funciona sob a ótica masculina e está disposta a enfrentá-lo para se provar capaz - ainda mais em um ramo de estudo como o dela, tão dominado por homens.

    O fato de ter crescido sob o olhar crítico da mãe construiu toda esse medo de não ser aceita, que ela usa como escudo para se proteger de decepções. Colin é um caminho impossível aos seus olhos, mas, de repente, está logo à sua frente, oferecendo flertes e sorrisos e coisas que Minerva nunca pensou em receber de um homem.

    Eu gostei de como a Tessa desenvolveu essa fragilidade, como trabalhou a auto estima e o orgulho da Minerva e deu voz aos sonhos dela tão fortemente. Gostei de como ela se encontrou nas aventuras dessa viagem ao lado do Colin, de como cresceu tanto dentro da narrativa.

    E o Colin, ai ai... Protótipo de Han Solo fisga meu coração de jeito sempre, aqui não foi diferente. Ele tem um passado trágico e sombrio e, com a glória da deusa, não usa isso para justificar babaquice - até porque ele não é. Libertino, um pouco provocativo, extremamente charmoso e conhecedor das artes da sedução, Colin se mostrou um personagem multifacetado muito instigante.


    Ela olhou de lado para Colin. O homem era um sem-vergonha inacreditável. Incorrigivelmente lindo. E - oh, céus. Ela estava a um fio de cabelo de se apaixonar perdidamente por ele.

    A relação dele e da Minerva se constrói com provocações e picuinhas a princípio, caminhando para uma amizade com benefícios até se tornar aquele romance avassalador. Uma coisa que eu gostei DEMAIS no Colin foi como ele nunca duvidou da inteligência da Minerva; como sempre a instigou a buscar por mais - mais coragem, mais aventuras, mais emoção. Um personagem masculino que não inferioriza a mocinha, mas a louva por ser quem é. Dá vontade né @ romances tóxicos?


    Resenha: Uma semana para se perder

    O livro também faz uma pontinha com os protagonistas do próximo volume, Kate e Thorne, o que já me deixou fervilhando de ideias pra ver como o relacionamento deles vai se desenvolver.

    Se Tessa Dare existe no mundo literário, graças a deusa porque existe. A mulher conseguiu entregar, mais uma vez, um romance divertido, com diálogos vívidos e cheios de energia, cenas de romance ótimas para quem curte o estilo (ace aqui, gente, eu só dava risada) e um final de aquecer o coração. Nem preciso dizer que já estou começando a leitura do próximo, né?

    Título original: A Week to be Wicked
    Autora: Tessa Dare
    Editora: Gutenberg
    Gênero: Romance de época
    Nota: 5 +

    1. Oi Nizz!
      Eu acompanhei alguns comentários seus pelo insta e mds, PRECISO LER ALGO DA TESSA. Você e mais outras amigas minha falam tão bem. PRECISO! Ja li tanto romance de época mais ou menos, seria bom finalmente encontrar uma autora que me cative e me faça gostar o gênero de forma a ler sempre.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, David!
        Menino FAAÇA ISSOOOOOOOO, eu era bem zero a esquerda com romance de época e só tinha tentado a Judith McNaught (TRAUMA DAQUELE ROMANCE ABUSIVO) ai veio a Tessa tipo Jesus Cristo dos livros pra me salvar.
        Acho que tu vai curtir muito sim!

        Beijos.

        Excluir
    2. Oi, Denise
      A Tessa Dare é sempre maravilhosa né?
      Eu estava na metade desse livro quando a leitura ficou arrastada e eu meio que acabei desistindo, na época que tentei ler não curtia tanto a autora assim, mas hoje em dia quero remediar isso e ler outra vez a história, até porque Minerva e Colin sempre aparecem nos demais livros.
      Beijo!

      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Mi!
        Muito rainha mesmo. Terminei o 3 dessa série e Romance com o Duque e continuo firmemente fiel aos livros dela JKANFASBUOAGBOSGBAUASG
        Pra mim esse da Minerva ainda é o melhor disparadooooo, nenhum casal me roubou tanto o coração quanto ela e o Colin. Nunca vou ter o suficiente dos dois <3

        Beijos!

        Excluir
    3. Romances não costumam ser meu estilo preferido de leitura, principalmente os de época mas não nego que adoro pegar um para ler vez ou outra, principalmente esses do estilo em que o casal se odeia no começo e depois um tenta resistir ao outro, é divertido. Nunca li nada da autora. Dá para ler fora de ordem como a série Belo Desastre?

      Abraço,
      Larissa | Parágrafo Cult

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Larissa!
        Romance também não é muito minha praia (sou fangirl de scifi e fantasia, veja bem) e eu não tive boas experiências com autoras de romance de época mais famosas até agora. Tessa Dare é uma DEUSA!
        Dá pra tu ler fora de ordem sim, MAAAAAAAS aconselho a ler na ordem pra não tomar spoiler dos casais. O casal do 1 participa do livro 2, esses dois participam do 3 - e tem toda a ligação de amizade entre as mulheres de Spindle Cove que é super importante nas histórias individuais dela, então pra tu não ficar perdida, é bem melhor ler na ordem.

        Beijos!

        Excluir
    4. Oi, Dê!
      Eu normalmente grito aos quatro ventos que estou numa ressaca horrível depois que li um livro da Julia Quinn e até agora não consegui sair. Aos poucos estou lendo mais romances de época, mas nenhum me deixa super animada e apaixonada pela história.
      Sua resenha me deixou louca de vontade de ler esse livro, o que é raro pelo gênero! Só fiquei triste que esse não é primeiro hahaha Mas vou tentar dar uma chance, porque fiquei bem animada!
      Beijinhos,

      Galáxia dos Desejos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Mari!
        Não li nada da Julia até agora, mas ela tá na lista junto com a Lisa Kleypas de tanto que falam das histórias delas. Deve ser mesmo nível de amor que eu tô tendo pela Tessa Dare!
        O primeiro livro de Spindle Cove é bem legal também, eu amei do começo ao fim. Só que o segundo é AINDA MELHOR ai o surto foi mais poderoso :v lê sim que se tu curte Julia, vai amar essa série!

        Beijos.

        Excluir
    5. Oi, Nizz!
      Eu amo esse livro! Foi o que mais me diverti. Esse não é só o livro favorito de quase todos os fãs, como Minerva e Colin é o casal favorito da Tessa. Imagina só...
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    6. Oiii Denise

      Todo mundo adora as histórias da Tessa Dare, ela relamente entrega personagens muito bons e romances cheios de emoção. Ainda não comecei a ler essa série, mas quero muito.

      Beijos, Ivy

      www.derepentenoultimolivro.com

      ResponderExcluir
    7. Acho as capas dessa série tão lindas. Nunca li nada da Tessa Dare, mas quero uma hora dessas experimentar.

      www.vivendosentimentos.com.br

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.