Controle Remoto: Workin' Moms

  • 09:00
  • 25 de set. de 2019
  • Controle Remoto: Workin' Moms

    Workin' Moms (ou Supermães, no português) é uma série canadense que entrou para o catálogo da Netflix há algum tempo. A série foca na vida de quatro mães que estão retornando ao trabalho após a licença maternidade e como elas lidam com isso.

    Com três temporadas disponíveis no streaming (e uma quarta a caminho), a série debate temas relevantes e atuais com leveza e bom humor, através de personagens que cativam e conquistam desde o começo.

    A primeira temporada de Workin' Moms conta com quatro mães "protagonistas": Kate, Anne, Frankie e Jenny - mas Jenny deixa de fazer parte do elenco fíxo a partir da segunda temporada. As quatro acabam se conhecendo em um grupo de mães, onde falam sobre seus medos e frustrações e as descobertas da maternidade - tudo sempre puxando pelo lado real da coisa.

    Controle Remoto: Workin' Moms
    Controle Remoto: Workin' Moms

    Kate é a vice-presidente de uma agência de publicidade e completamente workaholic. Ela ama o trabalho e não vê a hora de voltar. De início, ela acredita que nada mudou na sua vida, mas suas ambições no trabalho logo começam a exigir que ela faça escolhas a respeito de sua vida doméstica, e mesmo relutante, Kate passa a perceber que talvez suas prioridades tenham mudado e agora ela precisa encontrar uma forma de lidar com sua nova vida.

    Já Anne não é mãe de primeira viagem. Ela e Kate são amigas de longa data, e ela entra para o grupo de mães com sua filha mais nova. Em casa, ela já tem uma pré-adolescente chamada Alice com quem tem uma relação bastante difícil - apesar dela mesma ser uma psicóloga. Anne explode fácil, é bastante mandona e cabeça dura e bem "zero fucks to give" - e, particularmente, minha personagem preferida.

    Controle Remoto: Workin' Moms

    A Frankie é uma mulher lésbica, corretora de imóveis, e passa por um período bastante difícil no pós-parto. Apesar de uma relação mais igual com sua parceira, Giselle, nos cuidados com a filha, ela acaba sofrendo com a depressão pós-parto e tem uma jornada bem problemática nesse primeiro ano, que afeta desde o seu relacionamento até o seu emprego.

    E, por fim, Jenny. Ela não chega a ser uma workaholic, mas definitivamente apreciava a liberdade e independência que tinha antes de maternidade. Ela ainda tem muitas dúvidas sobre sua capacidade como - e desejo de ser - mãe, e por isso acaba metendo os pés pelas mãos, ameaçando seu relacionamento com o marido e com a própria filha.

    A proposta da série é discutir uma maternidade real, rodeada com boas doses de humor, e mostrar as diferentes facetas que pode ter essa fase - em especial nos tempo atuais, onde as mulheres precisam conciliar tantas coisas e fazer jornadas duplas, triplas, e muitas vezes quadruplas. E, na minha opinião, ela consegue bem.

    Controle Remoto: Workin' Moms

    É interessante ver elas retratando algumas dúvidas, momentos e experiências que eu já ouvi de muitas mães com quem convivo diariamente. Além de ser bem legal ver mulheres com personalidades tão distintas e tão diferentes do estereótipo de "mãe". É comum que a figura da "mãe" seja apresentada como um ser imaculado e livre de erros, completamente devota a família e os filhos. Mas Workin' Moms não faz isso.

    Workin' Moms nos apresenta mulheres tal como somos, com qualidades e defeitos, desejos e ambições, com planos de vida e dúvidas, com medos e inseguranças, determinação. Não existe um único adjetivo para descrevê-las porque elas estão longe de representarem a mesma pessoa, de estarem na mesma caixa.

    Quando comecei a assistir a série, foi por pura falta do que ver. Mas logo no primeiro episódio já me vi completamente envolvida pelas histórias pessoais das quatro, querendo saber mais. Existe sempre algo acontecendo em Workin' Moms, as histórias se mantém em um ritmo constante e não fiquei entediada em nenhum momento. Na verdade, estou completamente apegada a todas elas!

    Controle Remoto: Workin' Moms

    E o melhor de tudo é que, conforme as temporadas vão passando, a série vai ficando ainda melhor. Terminei a terceira temporada em um dia só e eu ri, chorei e fiquei bem triste por ainda não ter a quarta em mãos.


    Workin' Moms é definitivamente uma dessas séries subestimadas que estão lá no catálogo da Netflix e que todo mundo deveria aproveitar! Deixo vocês com o trailer da primeira temporada que por si só já deve conquistar!



    1. SOCORRO, Adorie as imagens, já quero assistir.
      Beijinhos ;*

      Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

      ResponderExcluir
    2. Oi, Bibs!
      Antes de comentar aqui, já fui no meu catálogo e coloquei a série na minha lista haha Sem falar que amei o fato dela ter episódios curtinhos, já que estou numa fase em que não assisto nada que passe de meia hora hahahaaha Espero gostar tanto quanto você!
      Beijinhos,

      Galáxia dos Desejos

      ResponderExcluir
    3. Oi Bibs!
      Nunca tinha ouvido falar na série, vou procurar!
      É bem legal ver a realidade da maternidade sendo retratada, tenho lido alguns bons livros q seguem por esse caminho tbm!
      Bjs
      http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

      ResponderExcluir
    4. Oi Bibs!
      Uma amiga assistiu essa serie e amou. Ela super panfletou e eu fiqueu balançado. Ta na listinha. Assim que der quero assistir.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    5. Oi
      segundo poste de um blog que fala bem dessa série, to curiosa e confesso que antes eu achava que era um documentários, bem enganada mesmos, gostei da proposta de série.

      http://momentocrivelli.blogspot.com

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.