Resenha [FILME]: Como ser Solteira

  • 09:00
  • 11 de dez. de 2019
  • [Resenha de Filme] Como ser Solteira

    Como ser Solteira é um filme que eu estava esperando para ver já tem um tempo, e quando vi que tinha entrado na Netflix, não esperei mais nem um minuto. Ele acompanha quatro mulheres solteiras na cidade de Nova York e a forma como cada uma lida com essa experiência.

    A primeira que conhecemos é Alice (Dakota Johnson) que está em um relacionamento sério desde que entrou na faculdade e, buscando entender melhor a si mesma, pede um "tempo" para o namorado para explorar a si mesma. Mas todo mundo que já assistiu Friends por aqui sabe que não existe esse negócio de "dar um tempo" e ela acaba se vendo com a vida completamente de cabeça para baixo.

    Quando chega em Nova York ela conhece Robin (Rebel Wilson), uma mulher solteira que adora o seu status e adora cair na farra - e rapidinho promete ensinar Alice a fazer o mesmo. Em um dos bares preferidos da Robin, nós conhecemos Tom, o dono do bar mulherengo que não quer saber de relacionamento sério por nada no mundo, e Lucy, a garota que mora sobre o bar e usa o lugar pela wifi - e que é obcecada com a ideia de se casar.

    [Resenha de Filme] Como ser Solteira
    [Resenha de Filme] Como ser Solteira

    Além deles, também tem a irmã mais velha de Alice, Meg, uma médica que sempre acreditou estar muito bem vivendo só para o trabalho. Até o dia que descobre que quer muito mais do que apenas uma carreira bem sucedida.

    Quando o filme começou, eu tive a impressão de que já sabia exatamente como ele ia acabar. Não é uma premissa muito original, e eu sinto como se já tivesse uns 55 mil filmes do tipo por aí. Mas não me abalei por isso, já que adoro uma boa comédia romântica e um clichê bem feito.

    [Resenha de Filme] Como ser Solteira

    Como ser Solteira correu mais ou menos como eu esperava. Ele teve momentos bem engraçados, outros um tanto quanto fofos, e me vi cativada pela turma de adultos - especialmente por aqueles que pareciam tão perdidos quanto eu me sinto (e vale dizer que nem todos são assim, personagens como a Lucy e a Robin sabiam exatamente o que queriam).

    Mas a grande virada, para mim, veio com o final de Como ser Solteira. Ele fugiu completamente do que eu estava esperando - e em dado momento até brincou com o desfecho clichê clássico desse tipo de filme - e deixou uma mensagem muito bacana.

    Gostei muito da forma como eles escolheram retratar a solteirice - não como um fracasso ou apenas um espaço de tempo entre relacionamentos sérios. Mas como um estado de espírito que pode ou não mudar, e isso não quer dizer nada sobre você - apenas sobre os seus desejos e objetivos.

    Foi divertido e foto e uma grata surpresa que eu super recomendo Como ser Solteira para dar uma desestressada do dia a dia!


    1. Menina, esse filme realmente surpreendeu muita gente. Na época que saiu, vi muitos comentários sobre como ele foge um pouco do clichê.
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    2. Olá, Bianca.
      A Olivia que faz o blog comigo assistiu e gostou muito. E agora vou querer assistir porque fiquei mega curiosa com esse final ai.

      Prefácio

      ResponderExcluir
    3. Oii Bianca, só por ter essas personagens eu já ia esperar uma comédia muito boa haha gostei do filme embora ainda não tenha assistido.

      ResponderExcluir
    4. Oi, Bianca tudo bem? Esse filme é bastante divertido e também descontraído. Abraço!

      https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    5. Olá
      Quando o filme chegou ao catálogo da Netflix, eu coloquei ele na minha lista, mas não estava tão empolgada assim pra assistir ele. Eu resolvi assistir pra passar o tempo e me surpreendi muito positivamente com o filme. Se tornou queridinho, com certeza.

      Vidas em Preto e Branco

      ResponderExcluir
    6. oii acabei de assistir só que ficou a grande duvida com quem a Alice ficou no final do filmes???

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.