Resenha: Tocada pelas Sombras

  • 09:00
  • 23 de dez. de 2019
  • Resenha: Tocada pelas Sombras

    Tocada pelas Sombras - o terceiro volume da série Vampire Academy -, definitivamente foi o que mais me fez berrar durante a leitura. O livro tem a dose perfeita de romance, ação e plot twist - especialmente o final. Se você ainda não conhece a série, vem entender o que a Richelle Mead faz com o nosso emocional.


    Sinopse: Rose Hathaway sabe que é um erro se apaixonar por um de seus instrutores. Lissa, sua melhor amiga e última princesa do clã dos Dragomir, deve vir sempre em primeiro lugar. Rose precisa protegê-la. Mas, infelizmente, quando se trata de Dimitri Belikov, algumas regras parecem existir apenas para serem quebradas. Justamente quando Lissa e Rose veem seu pior inimigo, Victor Dashkov, a um passo de sair da prisão, imagens sombrias começam a invadir a mente de Rose, prenunciando algo terrível à espreita da Escola São Vladimir. A tensão ronda o mundo dos Moroi mais do que nunca. Os Strigoi desejam vingança pelas mortes causadas por Rose em Spokane. Numa batalha de tirar o fôlego, ela viverá seus piores pesadelos ao ter de escolher entre o amor de sua vida e sua melhor amiga. Será que essa escolha significa que apenas um deles sobreviverá?

    Depois do terrível incidente ao fim de Aura Negra, Rose se vê marcada pela perda do seu grande amigo e também pelo que parecem assombrações que começam a aparecer em St. Vladimir. Isso somado ao fato de seus poderes e sua ligação com a Lissa estarem abalados e mais perturbadores e os olhos dos guardiões e Moroi estarem se voltando para a herdeira Dragomir - e para a ameaça Strigoi que continua crescendo fora dos muros do colégio.

    Com a narrativa fluida pela qual a gente se apaixonou, Richelle entrega o meu segundo livro favorito da série. O clima está muito mais sombrio, com perigo em todos os cantos. Rose parece paranoica, mas será mesmo fruto da sua imaginação? Ou tem alguma ameaça se aproximando da Lissa e de St. Vladimir? Para entender o que está experimentando, Rose resolve investigar o que é, de fato, ser beijada pelas sombras, o que sua ligação com o espírito de Lissa significa - e as respostas podem não ser tão animadoras quanto ela esperava.

    A morte do seu amigo gera consequências pesadas sobre a segurança do colégio. Lissa, principalmente, se vê alvo de pressões psicológicas e emocionais e sociais, uma vez que a realeza a está observando, os alunos a estão investigando e ela mesma não pode dar um passo em falso com medo de causar alguma retaliação às pessoas com quem se importa. Rose tem que lidar com os terrores vividos em Spokane e a certeza de que os Strigoi vão buscar retaliação pelas mortes que ela causou no lado deles. Ah, e para piorar: ela está vendo espíritos. E aparentemente eles têm algo para dizer.

    Rose continua uma protagonista absurdamente incrível, o tipo que a gente reverencia mesmo depois de anos de leitura. Aqui, ela vive conflitos pesados, coisas que abalam sua consciência e seu jeito de se portar. Ela quer ser forte pela Lissa, mas seu espírito e memória estão maculados e ela precisa aceitar que talvez nem sempre possa aguentar tudo o que acontece consigo. Até porque Rose se culpa pela morte do melhor amigo, por não ter conseguido protegê-lo, e fica se perguntando se isso pode acontecer com a Lissa algum dia. Se talvez não esteja tão preparada para ser sua guardiã.


    Resenha: Tocada pelas Sombras

    Dimitri está mais presente, em especial emocionalmente. Depois do baque do fim do último livro e de ter escolhido permanecer no colégio, Dimka parece ter aceitado seus sentimentos pela Rose, e a profundidade do relacionamento dos dois vai além do amor.

    Ele entende as dores dela e faz o possível para mostrar que está ali por ela. Eu amo, idolatro, reverencio o que a Richelle criou para esses dois. É o tipo de casal que salta das páginas e rouba seu coração e deixa guardado num cofre quase impossível de abrir. E esse livro tem uma das minhas cenas favoritas envolvendo os dois - sim, eu tô falando da cabana.



    Claro que nem tudo são flores, e Rose está vivendo um pequeno triângulo amoroso - mais inclinado para o outro lado nesse caso - com Adrian Ivashkov.

    Sim, aquele Moroi cheio de carisma e com um ego do tamanho do mundo. Ele se voluntariou para ajudar a Lissa a entender o espírito e se faz presente no dia a dia da Rose. As interações entre os dois são fantásticas porque suas personalidades têm muito em comum; eu nunca shippei, mas é inegável que existia uma química incrível e bem construída. Crível, principalmente.

    E o Adrian por si só é uma figura maravilhosa; amo o bom humor dele, a presença descontraída e o fato de ele ter toda essa aura sombria, dramas perturbadores e lembranças horrendas e se doar por inteiro para pessoas em situações igualmente dramáticas. Ele está ali pela Rose também, pela Lissa e por qualquer outro estudante que precise da sua ajuda ou companhia.

    Um personagem que ganha mais destaque nesse volume é o Eddie, melhor amigo do Mason. Igualmente marcado pela morte e por toda a situação envolvendo os Strigoi, vemos nele um crescimento e a vontade de ser forte para impedir que coisas horríveis como aquela aconteçam novamente.

    A parte política fica por conta da rainha Tatiana - tia de Adrian e uma naja de classe A - e de intrigas dentro da corte Moroi. Com os assassinatos de famílias nobres crescendo e a ameaça se aproximando do trono, fica aquele desespero de entender porque isso está acontecendo, quem está guiando esses ataques.

    Em relação à ação, o livro não deixa a desejar. O final é de tirar o fôlego e te deixar pulando no sofá - em desespero. É uma cena tensa, angustiante e com um cliffhanger ferrado. Richelle Mead pisa na sua cara e sai dando risada, é o que o último capítulo faz contigo. E por isso é tão maravilhoso! Tocada pelas Sombras mexe com absolutamente todas as suas emoções, e deixa a promessa de uma continuação dramática e arrebatadora - o que com certeza foi.


    Título original: Shadow Kiss
    Autora: Richelle Mead
    Editora: Agir
    Gênero: YA / Vampiros
    Nota: 5+
    Skoob

    1. Oi Denise, eu adoro a série, o terceiro é ótimo mesmo, cheio de ação e como não gostar do Adrian? <3 meu problema foram os últimos livros por causa do Dimitri, mas de resto amo a série!

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    2. Oi, Denise
      Eu li até esse terceiro livro mas não lembro muito, parei porque infelizmente não tinha como comprar as continuações. Mas lembro que amei essa série, e os personagens, muito divertidos. Meu eterno Dimitri <3
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
    3. Olá, Denise.
      Eu fiz uma limpeza aqui nas estantes no começo do mês e quase dei os livros dessa série sem ler eles. Mas pensei melhor e deixei aqui. Quando der vou ler e espero gostar hehe.

      Prefácio

      ResponderExcluir
    4. que bacana continuar acompanhando essa serie por aqui e saber dessa história com personagens interessantes que nos despertam tds essas emoções

      www.tofucolorido.com.br
      www.facebook.com/blogtofucolorido

      ResponderExcluir
    5. In autunno d'oro, tutto ciò che riguarda "golden" è particolarmente adatto per questa stagione.replica rolex Un orologio d'oro può anche aggiungere un po 'di fascino a questo autunno, ma come puoi indossare la tua personalità per distinguerlo dagli altri?hublot replica Oggi assaggeremo un orologio che supera i limiti dell'immaginazione: l'orologio RM 016 di RICHARD MILLE.

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.