Star Wars até agora

  • 09:00
  • 16 de dez. de 2019
  • Star Wars até agora

    O último capítulo da nova nova trilogia de Star Wars chega aos cinemas nessa quinta-feira, dia 19 de Dezembro, e meu coração fangirl está mais do que pronto (não está não) para ver o final. Por isso, resolvi fazer uma retrospectiva de Star Wars até agora com foco no universo cinematográfico, até pra dar um empurrãozinho em quem ainda não se aventurou a assistir!

    Star Wars é mais do que uma história, é um marco na História. Com uma narrativa que atravessou gerações e rendeu universo expandido, HQ's, livros, desenhos, jogos eletrônicos, de tabuleiro e tudo mais que o capitalismo consegue produzir, o seu revival em forma de trilogia para a geração atual está chegando ao fim.


    O post de hoje é basicamente um resumão do que Star Wars ofereceu aos cinemas até agora. Se você já conhece tudo, vem comigo reviver. Se ainda não consegue, mas tem interesse, corre que dá tempo de ficar por dentro dos filmes pra assistir o fim lá no cinema!

    Eu falo fim, mas na verdade é um "fim", né. A saga Skywalker está chegando ao seu epílogo, mas Star Wars vai render muito por muito tempo (e eu agradeço).

    A ordem dos filmes a seguir é cronológica dentro da história contada, então linearmente o spin-off também está encaixadinho ali (mas meu coração sempre vai ser 4-5-6-1-2-3).


    Star Wars - Episódio I: A Ameaça Fantasma

    Quando a maquiavélica Federação Comercial planeja invadir o pacífico planeta Naboo, o guerreiro Jedi Qui-Gon Jinn (Liam Neeson) e seu aprendiz Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor) embarcam em uma aventura para tentar salvar o planeta. Viajam com eles a jovem Rainha Amidala (Natalie Portman), que é visada pela Federação pois querem forçá-la a assinar um tratado político. Eles têm de viajar para os distantes planetas Tatooine e Coruscant em uma desesperada tentativa de salvar o mundo de Darth Sidious (Ian McDiarmid), o demoníaco líder da Federação que sempre surge em imagens tridimensionais (a ameaça fantasma). Durante a viagem, Qui-Gon Jinn conhece um garoto de nove anos que deseja treiná-lo para ser tornar um Jedi, pois o menino tem todas as qualidades para isto. Mas o tempo revelará que nem sempre as coisas são o que aparentam.
    Se você já ouviu algum fã de Star Wars falando "o primeiro é na verdade o quarto" é por causa disso aqui. A Ameaça Fantasma, em questão de linearidade na história, foi lançado em 1999 e apresentou a geração anterior a Luke, Leia e Han Solo, com toda a questão do porque a República caiu, de onde surgiu o Império, o Imperador, quem são os Jedi, quem são os Sith. Essa trilogia existe, principalmente, para mostrar quem foi Anakin Skywalker e como ele se tornou Darth Vader.


    Star Wars - Episódio II: O Ataque dos Clones

    Dez anos após a tentativa frustrada de invasão do planeta Naboo, Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor), Anakin Skywalker (Hayden Christensen) e Padmé Amidala (Natalie Portman) estão juntos novamente. Neste período de tempo Obi-Wan passou de aprendiz a professor dos ensinamentos jedi para Anakin, sendo que ambos foram destacados para proteger a agora senadora Amidala, que tem sua vida ameaçada por facções separatistas da República, que ameaçam desencadear uma guerra civil intergalática. Com o passar do tempo surge um romance proibido entre Anakin e Amidala, pois os cavaleiros jedi não têm permissão para se apaixonarem.

    O episódio II é o meu menos favorito de toda saga. Apesar de ter umas tramas interessantes, tal como o background acompanhando Palpatine, toda a treta com o Conde Dookan e acima de tudo, Obi-Wan Kenobi brilhando muito mais do que cof cof o protagonista cof cof, tem um desenvolvimento bem mais lento do que os outros títulos - e sem or, alguém tira de perto de mim o romance entre o Anakin e a Padmé porque não tem coisa mais chata que isso. DE QUALQUER MANEIRA, ainda é um filme importante pra entender a linha do tempo e os acontecimentos, especialmente a criação do exército de clones e a questão Sith x Jedi que permeia a saga toda; e o final que é uma baita revolução pra história até o momento.


    Star Wars - Episódio III: A Vingança dos Sith

    As Guerras Clônicas estão em pleno andamento e as diferenças entre o Conselho Jedi e o Chanceler Palpatine (Ian McDiarmid) aumentam cada vez mais. Anakin Skywalker (Hayden Christensen) mantém um elo de lealdade com Palpatine, ao mesmo tempo em que luta para que seu casamento com Padmé Amidala (Natalie Portman) não seja afetado por esta situação. Seduzido por promessas de poder, Anakin se aproxima cada vez mais de Darth Sidious (Ian McDiarmid) até se tornar o temível Darth Vader. Juntos eles tramam um plano para aniquilar de uma vez por todas com os cavaleiros jedi.

    Também conhecido como um dos meus filmes favoritos e um dos mais subestimados pelo fandom, esse terceiro episódio é um marco no quesito Anakin digievolui para Darth Vader, tem uma das melhores cenas finais da franquia toda (com direito a duas lutas FODAS) e conecta todos os pontos com a trilogia original. PS.: O Obi-Wan é dono e proprietário desses três filmes mas DESSE ESPECIALMENTE. 


    Star Wars - Rogue One

    Ainda criança, Jyn Erso (Felicity Jones) foi afastada de seu pai, Galen (Mads Mikkelsen), devido à exigência do diretor Krennic (Ben Mendelsohn) que ele trabalhasse na construção da arma mais poderosa do Império, a Estrela da Morte. Criada por Saw Gerrera (Forest Whitaker), ela teve que aprender a sobreviver por conta própria ao completar 16 anos. Já adulta, Jyn é resgatada da prisão pela Aliança Rebelde, que deseja ter acesso a uma mensagem enviada por seu pai a Gerrera. Com a promessa de liberdade ao término da missão, ela aceita trabalhar ao lado do capitão Cassian Andor (Diego Luna) e do robô K-2SO.

    Interrompemos nossa programação para adicionar um spin-off fabuloso que surgiu com os filmes novos e que muito agrega no desenvolvimento da trama. Se você não sabe o que é a Estrela da Morte: é uma estação bélica construída pelo Império para explodir planetas inteiros - e Rogue One mostra como a rebelião conseguiu roubar os planos para tentar sabotá-la. Pensa numa história simples e BOA sobre heróis que surgem do nada e que roubam completamente a cena - e se prepara para um final de explodir seu coração.


    Star Wars - Episódio IV: Uma Nova Esperança

    Luke Skywalker (Mark Hammil) sonha ir para a Academia como seus amigos, mas se vê envolvido em uma guerra intergalática quando seu tio compra dois robôs e com eles encontra uma mensagem da princesa Leia Organa (Carrie Fisher) para o jedi Obi-Wan Kenobi (Alec Guiness) sobre os planos da construção da Estrela da Morte, uma gigantesca estação espacial com capacidade para destruir um planeta. Luke então se junta aos cavaleiros jedi e a Hans Solo (Harrison Ford), um mercenário, para tentar destruir esta terrível ameaça ao lado dos membros da resistência.

    Me abraça que a gente chegou na trilogia original e eu não tenho nada além de amor para dar para esses três filmes. Meus pais me apresentaram a Star Wars quando eu tinha quatro anos e o amor tá aí desde então (VINTE ANOS!). Uma Nova Esperança, quarto capítulo da saga e primeiro a ser lançado nos cinemas, lá em 1977, acompanha Luke Skywalker, Leia Organa e Han Solo na luta pela rebelião para derrubar o Império (esse foi o resumo mais tosco que alguém já fez de SW mas vida que segue).


    Star Wars - Episódio V: O Império Contra-Ataca

    As forças imperais comandadas por Darth Vader (David Prowse) lançam um ataque contra os membros da resistência, que são obrigados a fugir. Enquanto isso Luke Skywalker (Mark Hamill) tenta encontrar o Mestre Yoda, que poderá ensiná-lo a dominar a "Força" e torná-lo um cavaleiro jedi. No entanto, Darth Vader planeja levá-lo para o lado negro da "Força".

    Considerado por muitos (e por mim também) como o melhor filme da saga, o quinto episódio estreou em 1980 e entregou uma trama cheia de reviravoltas incluindo um dos maiores plot twists da história do cinema. Eu não consigo nem falar direito desse filme, só quero gritar porque é PERFEITO.


    Star Wars - Episódio VI: O Retorno de Jedi

    O imperador (Ian McDiarmid) está supervisionando a construção de uma nova Estrela da Morte. Enquanto isso Luke Skywalker (Mark Hamill) liberta Han Solo (Harrison Ford) e a Princesa Leia (Carrie Fisher) das mãos de Jaba, o pior bandido das galáxias. Luke só se tornará um cavaleiro jedi quando destruir Darth Vader, que ainda pretende atraí-lo para o lado negro da "Força". No entanto a luta entre os dois vai revelar um inesperado segredo.

    Sexto e até então último capítulo da saga, seguiu um cliffhanger ferrado que foi deixado no quinto episódio e as consequências das revelações que chegaram até o Luke, além de apresentar um fechamento para a história da rebelião x Império (pelo menos até o sétimo filme). É meu segundo favorito e eu vivo pela cena I LOVE YOU | I KNOW sequencial à do episódio 5, bjs.


    Star Wars - Episódio VII: O Despertar da Força

    Décadas após a queda de Darth Vader e do Império, surge uma nova ameaça: a Primeira Ordem, uma organização sombria que busca minar o poder da República e que tem Kylo Ren (Adam Driver), o General Hux (Domhnall Gleeson) e o Líder Supremo Snoke (Andy Serkis) como principais expoentes. Eles conseguem capturar Poe Dameron (Oscar Isaac), um dos principais pilotos da Resistência, que antes de ser preso envia através do pequeno robô BB-8 o mapa de onde vive o mitológico Luke Skywalker (Mark Hamill). Ao fugir pelo deserto, BB-8 encontra a jovem Rey (Daisy Ridley), que vive sozinha catando destroços de naves antigas. Paralelamente, Poe recebe a ajuda de Finn (John Boyega), um stormtrooper que decide abandonar o posto repentinamente. Juntos, eles escapam do domínio da Primeira Ordem.

    A franquia foi revivida quando chegou nas mãos da Disney, porque o que a Disney mais gosta de fazer é dinheiro - e eu como fã agradeço por isso, nunca vou ter o suficiente de SW na minha vida. O Despertar da Força traz de volta personagens queridos da trilogia original e dá protagonismo a novos rostos também envolvidos com a Força e com a luta pela liberdade. O Império caiu, mas a Primeira Ordem tomou lugar com tanta força e tirania quanto seu sucessor - e a batalha entre o lado bom e o sombrio.


    Star Wars - Episódio VIII: Os Últimos Jedi

    Após encontrar o mítico e recluso Luke Skywalker (Mark Hammil) em uma ilha isolada, a jovem Rey (Daisy Ridley) busca entender o balanço da Força a partir dos ensinamentos do mestre jedi. Paralelamente, o Primeiro Império de Kylo Ren (Adam Driver) se reorganiza para enfrentar a Aliança Rebelde.

    Esse aqui, pra minha estranheza, divide opiniões. Não vejo nada de errado nele fora uns escorregões que os outros filmes da franquia também tomaram, mas tem gente que surta por qualquer coisa né. Seguindo o gancho mais do que desesperador deixado por O Despertar da Força, o oitavo episódio foca muito no desenvolvimento da Rey e dá espaço para a rebelião se manifestar ainda mais. Tem um fim interessante e pra deixar a gente morrendo de curiosidade pro desfecho da saga.


    Star Wars - Episódio IX: A Ascensão de Skywalker

    O último capítulo da história que se iniciou lá em 1977 chega aos cinemas nessa quinta-feira e cá estou eu, roendo as minhas unhas, sem ideia do que esperar. Só torço para que a Disney e o J.J. Abrams finalizem a saga de maneira digna e merecida, e que meus filhos Rey, Poe e Finn encontrem felicidade quando tudo acabar. Ah, e fica aqui minha torcida pela morte sofrida do Kylo Ren. Beijos!

    E aí, curtiu o post? Se já assistiu, qual seu favorito até agora? Se não, corre lá menine! E se prepara pra esse final!


    Sinopses retiradas do site Adoro Cinema.

    1. Eu nunca fui muito interessada na saga acredita? Mas sei que estão vindo mais livros para o ano que vem..

      www.vivendosentimentos.com.br

      ResponderExcluir
    2. Olá...
      Amei demais o post, deu pra sentir todo o amor que você sente por Star Wars!!!
      Confesso que não curto muito, pois, a saga não faz parte dos gêneros que curto, mas, sempre fico admirada pelo carinho e amor que os fãs tem por essa saga tão conhecida e comercializada.
      Bjão

      http://coisasdediane.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    3. Oie

      Adoro esta série, já li os livros, tenho a coleção das HQs e já assisti à todos filmes. Estou bem ansiosa para assistir este ultimo filme, sou fã mesmo. Adorei seu post.

      Beijinhos
      https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    4. Esse post é uma maravilha para quem está perdido, como eu. Infelizmente, eu consumo os filmes mas não é uma história que me agrade taaaanto assim...
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    5. Oi, Denise
      Vou ser bem sincera e dizer que SW nunca me impressionou. Eu acho os filmes meio bleh, mas eu assisti o último que lançou e pretendo ver esse só porque tem a continuação haha mas não sou fã não.
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
    6. Oi Nizz!
      Eu nunca tive interesse na franquia. Apesar de curti muita coida parecida, esse nunca me interessou e quando fui finalmente ter vontade, que seria nessa nova geracao eu precisarja assistir os anteriores e nao tenho paciencia kkk ai nem tento.

      Abraços
      Emersond
      https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.