Controle remoto: O Date Perfeito

  • 09:00
  • 2 de abr. de 2020

  • Tem um ditado que diz "antes tarde do que nunca", não é? Então cá estamos com esse filme da Netflix com o Noah Centineo de Para todos os garotos que já amei. O Date Perfeito lançou pouco tempo depois e estava na minha lista desde a estreia, mas não tinha arrumado tempo para ver ele ainda. 

    O romance adolescente é dirigido por Chris Nelson. Além de Noah Centineo, o filme conta com Laura Marano - a Ally da série da Disney Austin e Ally  - e Camila Mendes - Veronica de Riverdale. 

    Resultado de imagem para o date perfeito

    O Date Perfeito gira em torno de Brooks Rattingan, um adolescente em seu último ano do ensino médio, já prestes a fazer a inscrição para as universidades. Seu sonho é a Yale, mas seu pai, um professor universitário e escritor, não pode bancar Yale para Brooks. Ele então trabalha e economiza para a faculdade, mas não é uma tarefa fácil

    A relação dele com o pai não é das melhores, o pai está passando por uma fase difícil com o escrita e Brooks não faz o tipo de adolescente compreensivo. Lá para o meio do filme, o pai dele esta sendo ignorado completamente e acho que poderiam ter explorado mais esse lado da relação deles. 

    Durante uma tarde em seu trabalho, ele faz um favor para um colega da escola em troca de andar no possante dele. Esse favor era sair para o baile de uma prima mal-humorada e anti-social Laura Marano. Além de poder andar no carro ele ia receber por isso, tudo parece bom demais para ser verdade.

    Depois desse encontro, ele vê uma maneira fácil de conseguir dinheiro para Yale: ele seria o par perfeito, para qualquer coisa. O melhor amigo do Brooks faz o aplicativo para encomendar o par do encontro, várias pessoas começam a usar e Brooks vira de tudo: de intelectual a atlético, ele pode ser o que a pessoa quiser.

    Resultado de imagem para o date perfeito

    Acontece que ele se envolve demais nos personagens e nos encontros e começa a deixar o amigo de lado. Além de se tornar um péssimo amigo, Brooks ainda se torna uma pessoa diferente do que ele realmente é. Aparentemente ele se perde no meio dos personagens e se torna um viciado em mentiras, se ele não está agradando alguém por ser quem ele realmente é, ele finge.

    O que eu imaginei ser um filme que seria bem engraçado, foi só mais um clichê adolescente mal construído. Não sei se eu fui com muitas expectativas ou ele só é ruim mesmo. Todas as relações construídas são bem fracas e parecem rasas, nada é muito bem explorado.

    O filme tinha tudo para botar a prova o talento de Noah com a versatilidade do personagem, mas o diretor se contentou somente em mostrar as roupas dos encontros, sem nada muito além disso. Os encontros poderiam ter sido mais explorados, isso deixou muito a desejar.

    Além disso, em nenhum momento desse "Uber personalizado de encontros" foi comentado sobre como ele passava confiança para as meninas e mulheres que se encontravam com ele. Sei que estou querendo algo muito profundo em uma comédia romântica adolescente, mas nenhuma mulher desconfiou do aplicativo e teve medo de usar? Ou lá na hora do encontro ficou com medo do Brooks? 

    O final, sem detalhes, obviamente, é bem previsível - como toda comédia romântica -, mas deixa muitas pontas soltas e não tem nada que me incomoda mais do que finais que me deixam com perguntas. Tem filmes que eu gosto, sim, apesar disso. Mas como esse foi um particularmente problemático, foi difícil depois de tudo ainda engolir todas as perguntas que eu fiquei com o final.

    Pela primeira vez na minha história de Controles Remotos desse blog, esse é o primeiro filme que eu fortemente não recomendo. De verdade, eu não teria perdido nada se não tivesse visto e acredito que você também não vai perder. De qualquer forma, fica ai abaixo o trailer para quem ficar curioso

    1. Oi, Raquel!
      Tomei um abuso da cara do Noah que não consigo me interessar por mais nenhum trabalho que faça, exceto Para Todos os Garotos...
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Lu!
        Eu também, só aguento ver ele em Para Todos os Garotos. E olha que no segundo não queria ele com a Lara Jean, sendo que no livro sempre torci muito pelos dois.
        Beijos

        Excluir
    2. Oie,

      Que pena que o filme não foi o que você esperava, eu estava com expectativas, pois já assisti outros que adorei. Vamos ver o que irei achar.

      Beijinhos
      https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii!
        Depois fala o que achou quando ver! Espero que goste mais do que eu.
        Beijos!

        Excluir
    3. Olá, Raquel.
      Eu nem quis assistir porque não aguento mais ver a cara dele nos filmes da Netflix hehe. E pelo que você falou na postagem o filme vale a pena mesmo.

      Prefácio

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii Sil!
        Essa é a reclamação de muita gente com os filmes adolescentes da Netflix, o Noah está em quase todos haha
        Beijos!

        Excluir
    4. Oi, Raquel
      Eu gostei desse filme, achei leve e despretensioso. Na verdade adorei a ideia do par perfeito, bem diferente do que estava imaginando. Mesmo assim sempre reclamo que essas comédias adolescentes tem muitos furos nos roteiros, sabe?
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii Miriã!
        Eu achei a ideia super legal do filme, mas o roteiro deixou a desejar. Mas ele é bem leve mesmo, bom para passar o tempo e distrair.
        Beijos!

        Excluir
    5. Oi Raquel, eu achei o roteiro fraco, muita coisa poderia ter sido melhor, mas não foi. Ainda assim, fi aquele filme que serviu para passar o tempo, eu não esperava nada mesmo rs

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii Mi!
        Pois é, muita coisa poderia ter sido melhor. A premissa do filme tinha tudo para ele ser MUITO legal, mas com o roteiro fraco, ficou difícil.
        Beijos!

        Excluir
    6. Oi
      Eu vi esse filme pra passar o tempo, e pra isso, ele cumpriu seu propósito. Sim, deixa muito a desejar e tem muita coisa que poderia ter sido melhor trabalhada, mas achei divertidinho.

      Vidas em Preto e Branco

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.