Resenha: Amor sob Encomenda

  • 09:00
  • 6 de abr. de 2020
  • Resenha: Amor sob Encomenda

    Mais um romance gostosinho nesse blog porque ando muito melosa e só leio romances agora. Estou nessa vibe há uns meses e não estou querendo largar, mas acho que todo leitor tem suas fases. Amor sob Encomenda é o lançamento da Carina Rissi e foi cedido pela editora Verus para o blog.

    Sinopse: Melissa Gouvêa está totalmente focada na profissão. Responsável pela situação financeira da família, incluindo o caro tratamento médico da mãe, a determinada assistente sonha em se tornar a produtora de eventos da Allure. Como se casar não faz parte de seus planos no momento, ela se assusta ao saber que o namorado foi visto comprando um anel de noivado. Mas Mel não devia ter se preocupado tanto, já que o anel não era para ela e, pior ainda, a Allure foi contratada para o cerimonial do canalha. Mesmo assim, Melissa aceita o maior desafio de todos: produzir o casamento do ex. A bagunça em sua vida aumenta quando ela se vê dividindo o apartamento com o cara mais irritante, cínico, atrevido - e muito lindo, infelizmente - que conhece. Melissa devia se concentrar em manter o que resta de seu coração a salvo e sobreviver ao casamento do ex. O problema é que o novo colega de apartamento confunde sua razão e seus batimentos cardíacos, despertando desejos avassaladores até então desconhecidos. Tarde demais, Mel se dá conta de que seu coração nunca correu tanto perigo. Amor sob encomenda vem cheio de humor, amor e emoção e apresenta uma história que nos fará refletir a respeito do que realmente é importante na vida.

    Devo dizer que de cara assustei com o tamanho dele, com suas 543 páginas. Já fazia muito tempo que eu não lia livros tão grandes. Por mais que me recomendem a história e eu goste da sinopse, confesso que fico com preguiça. Mas eu engoli a história em meros dois dias, pasmem. A última vez que eu fiz isso foi com um livro da Julia Quinn que é metade do tamanho.

    A escrita da Carina é bem rápida e fluida. Não dava nem tempo de fazer anotações no meu diário de leitura. 

    A história conta sobre a Melissa, um pouco descrente no que diz respeito ao amor, ela acredita ser uma pessoa prática. Ela é cerimonialista e trabalha com eventos, namora Fred, mas os dois são bem reservados. Não saem muito, mal tiram fotos juntos e se veem pouco por causa da vida corrida do trabalho dos dois.

    Qualquer um em sã consciência consideraria a pouca insistência para vê-la, a falta de fotos e poucos jantares fora como um problema, mas não Melissa. Para ela estava tudo certo e do jeito que tinha que ser, era um namoro bem prático. Logo nas primeiras páginas dava para ver que ela não amava o Fred loucamente. Como muitas coisas na sua vida, foi acontecendo e ela foi se deixando levar.

    Sua amiga e colega de quarto, Fabiana, não concorda muito com o ceticismo da amiga. Sem Melissa saber, ela pede para a amiga fazer uma simpatia para encontrar o amor verdadeiro. E no mesmo dia ela é surpreendida com os colegas de trabalho dizendo que viram Fred comprando um anel de noivado. Ela simplesmente pirou, não no bom sentido. Ela não queria casar, muito menos com ele, mas ao mesmo tempo não queria terminar. 


    Resenha: Amor sob Encomenda

    Acontece que o anel não era pra ele. No meio de uma correria para um viagem de trabalho, ele foi encontrá-la no aeroporto dizendo que precisava falar com ela urgentemente. Acho que Melissa já estava desconfiando de algo, só não admitia para si mesma. Até que ele contou que tinha outra e, pasme, a outra era ela.

    Horas antes desse acontecimento catastrófico, Melissa recebeu uma ligação da mulher que ela mais cobiçava ser a sua cliente. E seu emprego valia aquele contrato, sua chefe garantiu que ela perderia o emprego se não fechasse o contrato com a Camila. Se você não ligou os pontos até aqui, vou deixar você ligar sozinho.

    Transtornada com a notícia que recebeu de Fred sem a menor cerimônia, ela embarca no avião para sua reunião de trabalho. Como se ela não precisasse de mais nada, Nicolas está sentado do lado dela no avião. Ele é primo de um dos seus clientes e ela já teve seus percalços e desavenças com ele durante os ensaios para o casamento. 

    Nicolas tinha aquela auto confiança de quem sabe que metade do mundi lhe pertence e a outra metade é só questão de tempo

    Em paralelo a toda essa questão com a vida amorosa dela. Melissa ainda tem que lidar com um drama familiar. Ela sofreu um acidente de carro com os pais, onde todos sairam ilesos, menos a mãe que perdeu toda e qualquer chance de guardar memórias recentes. Ela não se lembra de nada depois do acidente, se distrai facilmente e, para ela, eles estão eternamente presos em 15 de outubro. Por várias vezes ela percebe coisas incomuns, um cabelo maior ou menor de Melissa, flores que estavam abertas de repente não estavam mais e fica nervosa ao não conseguir lembrar, o que só piora tudo.

    Melissa é a única fonte de renda da família, já que o pai perdeu o emprego logo depois do acidente e o estado de saúde da sua mãe não permite que ela seja deixada sozinha em casa. Por isso ela precisa tanto do emprego e não pode correr o risco de não fechar o contrato com a Camila, mesmo que isso signifique ter que fazer o casamento do ex. Sim, parece que tudo de repente está do avesso na vida de Melissa.

    Para fechar com chave de ouro, sua amiga Fabiana está se dando muito bem com o namorado e os dois resolvem que vão morar juntos. O que torna muito difícil a convivência da Melissa com o casal de pombinhos e ela se vê obrigada a procurar um local. O apartamento alguns andares acima do que ela mora fica vago, mas a dona já está negociando com ninguém menos do que Nicholas, o karma de Melissa. E o único jeito de não ficar na rua é se sujeitando a morar com ele, já que a dona insiste que seja alugado para um casal e não para solteiros.

    - [...] O que você acha dessa coisa de terra plana?
    - Você me ligou a uma da manhã para me perguntar isso?
    - Só responde, por favor. É importante.
    [...]
    - A ideia é tão absurda que não deveríamos sequer discuti-la. Sobretudo à uma da madrugada


    O clichê já está todo montado: um galinha de marca maior, irresistível e irritante e uma Melissa desesperada em manter as contas em dia, em um valor razoável  e de preferência com a sua sanidade mental. E os clichês durante o livro não acabam por aí, mas eu gostei muito deles.

    Apesar de ser um romance muito gato e rato, eu já era team Nicolas no momento que eles sentaram juntos no avião. Não que existia a possibilidade de ser team Fred, já que ele faz coisas péssimas o livro inteiro e eu só queria esfregar a cara dele no asfalto. Mas o Nicolas era simplesmente encantador desde o começo e sei que muitas leitoras amam esse tipo de personagem galinha, mas que se apaixona e fica igual besta na frente da mulher. 

    - Em resumo, se você pensar em mim como um cara, vamos ficar bem
    - Não preciso disso para saber que preciso respeitar os limites de uma mulher, Melissa.

    A vida não está fácil para Melissa, mas durante o livro vemos ela levando tudo, desde os eventos até a vida amorosa com muito jogo de cintura. Tudo que eu consegui foi sentir orgulho de tanto que a Melissa cresceu durante o livro, superando todos os seus problemas. Adoro quando eu realmente embarco na história e a Carina Rissi conseguiu me colocar pra dentro do livro. 

    Eu amo toda a temática de cerimoniais e casamentos e quando vejo um romance com esses dois assuntos atrelados, não consigo me conter. Escritoras, mandem mais livros com mulheres maravilhosas cerimonialistas que está pouco, combinado?

    Título original: Amor sob encomenda
    Autora: Carina Rissi
    Editora: Verus
    Gênero: Romance
    Nota: 5
    Skoob



    1. Oie
      Adorei o enredo e fiquei com vontade de ler, mesmo parecendo bem clichê. Adorei sua resenha.

      Beijinhos
      https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii,
        Ele é bem clichê mesmo. Mas um clichê cai bem de vez em quando. Espero que gote do livro, ele é bem leve e divertido
        Beijoss

        Excluir
    2. Oi, flor
      Da Carina eu só li Perdida até hoje e gostei bastante ;)
      Tenho No mundo da Luna, mas ainda não li.
      Que bom que você gostou desse aí!

      Beijinhos 😗
      Thay - Sankas Books

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii
        Esse foi o primeiro dela que eu li. Gostei bastante, devo dar uma chance pros outros em breve.
        Beijoss

        Excluir
    3. Oi Raquel
      Eu gosto muito da Carina Rissi, mas eu fico realmente com muita preguiça de ler esses livros tão grandes dela. Li uns 6 mas parei de ler por causa disso KKKK Espero poder me interessar mais pelas obras.
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii
        Pois é, pra quê 500 páginas de livro? Tudo bem que foi rápido, mas são 500 páginas!! Mas gostei bastante, devo ler outros dela em breve
        Beijoss

        Excluir
    4. Oi, Raquel! Eu amo a Carina, um dos meus livros favoritos é "No Mundo da Luna", mas quando comecei a ler a série "Perdida", me decepcionei um pouco. Não consegui terminar a série, desisti mesmo. Quero muito ler o "Amor Sob Encomenda", mas tenho medo de me decepcionar também. Talvez quem sabe um dia desses eu dê uma chance.

      Beijos,
      Gêmeas De Rosa

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii
        Esse foi o único livro que li dela até agora, espero não me decepcionar nos próximos. Uma pena que tenha acontecido com você, mas esse vale a pena, pode ir na fé
        Beijoss

        Excluir
    5. Eu gostei, sou fã de romances. Principalmente Julia Queen e seus Bridgertons, aliás, acho que a Carina se inspirou muito na Julia, pois percebi várias frases 'copiadas'. O que me decepcionou um pouco, mas me ganhou com Nicolas 😍.

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.