Tag dos Calhamaços

  • 09:00
  • 7 de mai. de 2020
  • Tag dos Calhamaços

    Encontrei a TAG dos Calhamaços lá no canal da Resenhando Sonhos e como um livro gigantão é sempre bem-vindo na nossa estante - mesmo com a sofrência - bora responder!


    Tag dos Calhamaços

    1) Maior livro da estante que já leu.
    A última criança da série Trono de Vidro escrita pela Sarah J. Maas que é Reino de Cinzas: 992 páginas.

    2) Maior livro da estante que ainda não leu.
    Não terminei A Dança dos Dragões (George R.R. Martin) até hoje por motivos de preguiça mesmo, aguardando o homem terminar a série antes de voltar pra ela. Tem suas 872 páginas.

    3) Calhamaço que tem medo de ler.
    O medo de palhaço é REAL, juntei isso a vagarosidade com que eu tenho lido ultimamente e você tem It - A Coisa. Total de 1103 páginas.

    4) Calhamaço que tem fissura de ler.
    Eu sou apaixonada pelos três mosqueteiros, toda adaptação e releitura possível da história, então queria muito conseguir ler o original em algum momento da vida - a obra do Alexander Dumas tem 792 páginas na edição da Zahar.

    5) Livro grande, capa bonita.
    Duna (Frank Herbert) que também tá na meta de leitura do ano ganhou uma edição linda na editora Aleph. Até agora, na lista, é o mais curtinho: 680 páginas.


    6) Livro grande, capa feia.
    Não é GRANDE como os outros, mas não gosto das capas da trilogia O Clã dos Magos (Trudi Canavan).

    7) Calhamaço que tem vergonha de ter abandonado na estante.
    Dá pra citar A Dança dos Dragões de novo só porque eu amo muito esse universo e odeio o que a série da HBO fez com ele, então uma parte de mim se arrepende do abandono.

    8) Calhamaço que leu e não lembra quase nada, ou quer reler.
    Eu lembro de absolutamente zero coisas de A Batalha do Apocalipse (Eduardo Spohr) com exceção do final - 586 páginas.

    9) Último calhamaço que leu.
    O mais próximo que cheguei de um calhamaço nos últimos meses foi King of Scars (Leigh Bardugo) - 528 páginas.

    10) Último calhamaço que abandonou.
    E vamos de As Crônicas de Gelo e Fogo novamente, mas com O Festim dos Corvos e suas 644 páginas que sim, eu abandonei também.

    11) Livro grande que leu muito rápido.
    Reino de Cinzas (Sarah J. Maas) de novo porque meu coração e mente não me deixavam olhar para outro livro.

    12) Livro grande que leu devagar.
    Provavelmente A Fúria dos Reis (George R.R. Martin) que eu lembro de ler nas aulas de Química pra matar o tédio.

    13) Calhamaço que deixou uma saudade imensa.
    Reino de Cinzas porque ler finais DÓI COMO O DIABO.

    14) Calhamaço que te fez chorar.
    Vou de Crooked Kingdom (Leigh Bardugo) e suas 550 páginas que me fizeram chorar de tanto desespero.

    15) Próximos calhamaços.
    Duna, definitivamente, e me aventurar de volta no universo do Mark Lawrence com a Trilogia dos Espinhos.

    Me conta aí, vocês têm algum calhamaço favorito na estante?

    1. Olá!!
      Eu sou uma pessoa que geralmente foge de calhamaços, mas tenho muita vontade de ler It!

      Beijão
      Leitora Cretina

      ResponderExcluir
    2. Oi, Denise

      O maior calhamaço que li foi It. E olha, não dá medo nenhum. Boa parte da história você não vai entender nada porque não faz sentido. A viagem nos tóxicos foi real e oficial. Hahahhahahah

      Beijos
      - Tami
      https://www.meuepilogo.com

      ResponderExcluir
    3. Oi, Denise
      Acho que nunca vou responder essa tag porque eu quase não leio calhamaços, no máximo alguns nacionais do Kindle que as autoras não cansam de escrever e faz a obra ficar com umas 900 páginas hahaha
      Eu amo suas edições, dá até vontade de ter!
      Beijo
      https://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
    4. Oi Denise! Tenho vários calhamaços aqui, meus queridos tijolos, rs. O ultimo de Trono de Vidro é grande, mas li rápido. It eu demorei muito e As Crônicas de Gelo e Fogo empaquei no terceiro. O maior que tenho é Dança da Morte, do King. Bjos!! Cida
      Moonlight Books

      ResponderExcluir
    5. Olá
      Eu não sou uma grande leitora de calhamaços, mas sempre tem uns que são incríveis né? Eu sou apaixonada por Corações nas Sombras, uma fantasia nacional que tocou meu coração de tal forma que eu tenho vontade de reler ele, mesmo sendo gigante. Assim como Cisne, também nacional. Ain, adoro.

      Vidas em Preto e Branco

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.