3 contos preferidos de Seres Mágicos e Histórias Sombrias

  • 09:00
  • 29 de jun. de 2020

  • Não vou mentir: é muito difícil que eu leia um livro de contos todo de uma vez - a não ser que tenham poucos contos, como Formaturas Infernais e Beijos Infernais. Por isso estou lendo Seres Mágicos e Histórias Sombrias aos poucos. No entanto, não podia esperar mais para falar sobre três dos contos que me cativaram até aqui.

    Então decidi separar uma "mini resenha" e contar um pouco da leitura para vocês até o momento! Dá só uma olhada:


    A verdade é uma caverna nas montanhas negras, por Neil Gaiman


    Neil Gaiman é um dos organizadores dessa antologia, que tem por cerne deixar no ar a pergunta "o que vem depois?".

    Em seu conto, A verdade é uma caverna nas montanhas negras, ele nos traz a história de uma pai em busca de sua filha, que viaja até uma montanha mágica para descobrir o que aconteceu com ela.

    Se você já leu algo do Neil, vai perceber a narrativa marcante dele. A história não tem muito mistério, para ser sincera, é possível perceber as intenções da personagem desde o começo. Mas é bem interessante a forma como ele construiu o universo, a história e as personagens.

    Para esse conto minha nota foi 4.


    Juvenal Nyx, por Walter Mosley


    Walter Mosley é mais conhecido por sua série do detetive Easy Rowlings (talvez você ainda encontre exemplares do primeiro livro da série, O Diabo Vestia Azul, em sebos), o que fica evidente nesse conto que envolve vampiros, mas também uma investigação misteriosa.

    Jimmy é um jovem negro e politicamente engajado na universidade onde estuda. E é em uma de suas reuniões que conhece Julia, uma jovem misteriosa com quem passa uma noite estranha. Depois disso, ele acaba percebendo mudanças em seu corpo, além da sede por sangue.

    Mas engana-se quem acha que o conto revolve apenas em torno da transformação do protagonista em Juvenal Nyx, como foi batizado por sua criadora. O conto narra tanto a criação de Juvenal como sua profissão de detetive, e a estranha batalha que trava pelos túneis do metrô de Nova York.

    No começo achei que ia ser um pouco mais do mesmo dos contos de vampiro, mas Walter Mosley me surpreendeu bastante. Ele foi além, criou uma história completa (com começo, meio e fim) e envolvente. Além de buscar por um cenário não tão comum.

    O clima, misturando vampiros e um detetive no melhor estilo noir foi uma mudança bem-vinda, especialmente depois de ler tantos contos que não despertaram a curiosidade ou levantaram questionamentos.

    Para esse conto, minha nota foi 4,5.


    Pesos e Medidas, por Jodi Picoult


    Eu queria ler algo da Jodi desde que assisti Uma Prova de Amor, filme baseado no livro dela, A Guardiã da Minha Irmã. Mas nunca tive coragem de pegar um livro dela, porque tinha medo de me acabar chorando - como foi com o filme.

    Quando vi que ela estava entre os autores da antologia, respirei fundo e me arrisquei. E que conto!

    Jodi Picoult nos leva até um casal que acabou de perder a filha, e os dias após essa perda inestimável. Usando metáforas fantásticas, Jodi narra a dor da perda e a jornada dos pais para lidar com a ausência da própria filha.

    Pesos e Medidas é um conto simples, porém bastante emotivo, fantástico e cheio de sentimentos. Foi impossível não chorar, mesmo com as poucas páginas. A intensidade da narrativa arrebata, coloca a gente naquele momento junto das personagens. E é impossível não se envolver. Acabei tão cativada pelas personagens nessas poucas páginas, como teria ficado ao ler um romance de mais de 60 mil palavras.

    Minha nota foi 5 para esse conto, além de um belo favorito. Nunca tinha curtido tanto um conto.

    E vocês, já tinham ouvido falar do livro? O que acham de contos, costumam ler?

    Vocês podem acompanhar a leitura e as minhas impressões do livro lá pelo IG do blog e também pelo Skoob! Espero ver vocês pode lá.

    1. Oi, Bibs
      Eu não gosto muito de contos, confesso. Gosto de histórias mais desenvolvidas e fico achando que os contos não tem espaço para isso. Só li Coraline do Neil e não curti tanto, esperava mais hahaha não sou de ler esse estilo de livro, mas anotei os contos.
      Beijo!
      http://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
    2. Eu ate gosto de contos Bibs, nao vou mentir. Tenho lidos alguns esses dias pela amazon, masss, infelizmente, terror não é muito minha praia. Sou cagado demais para o genero. Mas a edição ta muito linda, isso é fato <3

      Abraços
      Emerson
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    3. Oi Bianca, eu gostei demais da coletânea, mas curiosamente o do Gaiman não é meu preferido. Gostei de Pesos e Medidas, só queria um pouco mais no final rsrsrs Mas O culto do Nariz é meu preferido de todos!

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.