Controle remoto: O Homem Invisível

  • 09:00
  • 20 de jan. de 2021
  • Controle remoto: O Homem Invisível

    Eu tive uma epifania absoluta assistindo O Homem Invisível e o controle remoto de hoje é justamente pra exaltar esse filme.

    Na história, Cecilia (Elisabeth Moss) foge do ambiente tóxico e nocivo em que vivia com o namorado, Adrian (Oliver Jackson-Cohen) - um brilhante inventor do campo ótico que tornou a vida dela um inferno. Semanas depois, Cecilia descobre que Adrian se matou - mas é a partir daí que ela começa a sentir que está sendo observada e perseguida, e começa a suspeitar que ele mentiu e realizou a proeza de criar um traje para ficar invisível. Tudo para atormentá-la ainda mais.

    O Homem Invisível passa longe da premissa que se espera desse personagem inspirado no clássico de H.G. Wells, mas acerta em cheio justamente por entregar um filme tenso - e bota tenso nisso! - e excruciante do início ao fim.

    A história gira em torno do gaslighting - o abuso psicológico que, em resumo, coloca a mulher, vítima, como a louca da história. Desacredita tudo que ela fala, torna seus abusos informações distorcidas. Em vez de receber apoio, ela recebe descrença.

    Aqui, o filme faz isso através da alegoria do Homem Invisível - um sujeito obsessivo e perigoso que parece estar perseguindo ela onde quer que vá, e está determinado a afastá-la das poucas pessoas que ainda têm ao seu redor, tudo para exauri-la até que não sobre nada.

    Controle remoto: O Homem Invisível

    A Cecilia da Elisabeth Moss é brilhante. Seja nos momentos em que mostra desespero e perdição ou quando expressa um surto tão grande que beira a loucura - o filme não nos faz duvidar da veracidade do que ela está vivendo, mas brinca conosco da mesma maneira que brinca com ela.

    As cenas de tensão são crescentes e se arrastam a ponto de te deixar roendo os dedos, porque as unhas já foram. Com uma trilha sonora baixa e carregada na sensação de medo e personagens secundários que não sabem bem como lidar com essa ameaça invisível - ainda que se tornem alvos dele conforme o tempo passa - esse é um filme pra te dar dor de cabeça de tanto que você vai apertar a mandíbula em desespero.

    O Homem Invisível é uma história que você PRECISA assistir se curte filmes de suspense e de perseguição. Do começo ao fim, pavor e nervosismo são tudo que vai sentir - com um final surpreendente e muito bem-vindo depois de tudo que passamos durante a sessão.

    Ele está disponível no Telecine - e tem 30 dias grátis na sua primeira assinatura pra testar os serviços do canal de streaming.

    1. Ahhh! Eu quero muito assistir agora D:
      Adoro filmes que nos prendem assim...

      Simone Magnus Blog

      ResponderExcluir
    2. Olá, Denise.
      A Olivia lá do blog assistiu e gostou bastante. Eu gosto muito do gênero para ler, mas assistir acho que é meio forte para mim hehe. Ainda mais agora que estou assistindo com minha mãe e ela só quer ver coisas mais leves hehe.

      Prefácio

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.