Li até a página 100 e... #118 - O Morro dos Ventos Uivantes - Queria Estar Lendo

Li até a página 100 e... #118 - O Morro dos Ventos Uivantes

Publicado em 9 de mar. de 2021


Autora: Emily Brontë
Editora: Principis
Número de páginas: 368
 
Primeira frase da página 100:

"Caso sim, indique-me onde."
 
Do que se trata o livro?

Esse foi o único livro escrito pela Emily Brontë e se tornou um clássico atemporal. Acompanha a história dramática de amor e ódio entre Heathcliff e Catherine - e eu só consigo definir assim porque o plot gira em torno de diferenças sociais, de classe, de etnia, e se desenvolve a partir da premissa de que eles se desejam e se odeiam ao mesmo tempo.
 
O que está achando até agora?

Bom, mas mais perturbado do que esperava. Eu sei que Heathcliff/Catherine é descrito como um dos ships mais tóxicos e problemáticos da literatura, mas meu problema não tá nem no ship e sim na personalidade caótica de TODOS os personagens. É tanto surto a cada página que eu queria viajar no tempo pra deixar uma caixa de calmante na casa de cada um; não tá sendo uma leitura legal ou prazerosa, só interessante por ver tanta gente psicótica interagindo.
 
O que está achando do personagem principal?

Catherine e Heathcliff são uns bostas. Eu só consigo definir assim! Ô gente ruim, mal caráter do olho junto. O Heathcliff até tem um arco dramático interessante por ter sido adotado e por não ter origem, encontrado abandonado nas ruas, maltratado e vítima de racismo; a Catherine é só uma mimada surtada que precisava ouvir uns berros de volta, já que ninguém levanta a voz pra mandar ela baixar a bola. Os dois juntos são puro suco de radiação.
 
Melhores quotes até a página 100:

"Ele é capaz de amar e odiar às escondidas com a mesma intensidade e considerar uma espécie de impertinência ser amado e odiado em troca."

- Seja qual for a matéria de que nossas almas são feitas, a minha e a dele são iguais."

Vai continuar lendo?

Vou pois estou movida pela raiva a tudo e todos nesse livro, então obviamente quero terminar!
 
Última frase da página 100:

"e, obviamente, eu me sinto grato sempre que ocorre algo que a agrade."

3 comentários:

  1. Tai um livro que eu mesma nunca tive muito interesse em conferir kkkkk pelo visto, surto define a história
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Lendo movida pela raiva hehehehe. Nunca li esse clássico, mas vendo seus comentários sobre esse começo de leitura, já me deu curiosidade para ler.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!



@QueriaEstarLendo