Resenha: Garotas de Vidro

Eu terminei de ler Garotas de Vidro ontem e eu ainda não tenho uma opinião completamente formada a respeito dele. Eu sei que ele é um dos meus novos favoritos, mas eu ainda não sei o que realmente pensar sobre ele.
Sinopse: Lia está doente e sua obsessão pela magreza a deixa cada vez mais confusa entre a realidade e a mentira. Mas ela perde totalmente o controle quando recebe a notícia de que sua melhor amiga, Cassie, morreu sozinha em um quarto de motel. E o pior: Cassie ligou para Lia 33 vezes antes de morrer.O que começou como uma aposta entre duas amigas para ver quem ficaria mais magra tornou-se o maior pesadelo de duas adolescentes reféns de seus próprios corpos. Ao negar seu problema, Lia impõe a si mesma um regime cruel em que contar calorias não é o bastante. Ao omitir seu desespero, apela ao autoflagelo numa tentativa premeditada de aliviar seus tormentos. Seus pais e sua madrasta tentam ajudá-la a qualquer custo, mas nem mesmo sua doce irmã, Emma, consegue fazer com que Lia pare de se destruir.Agora, Lia precisa encontrar um modo de lidar com todos os seus fantasmas, e a morte de Cassie é um deles.Garotas de Vidro é uma história intoxicante sobre a autorrepugnância e a busca pela identidade. Neste livro, Laure Halse anderson aborda de modo realista a dolorosa condição de jovens que sofrem de transtornos alimentares e sua complicada relação com o espelho e consigo mesmos.
Resenha: Garotas de Vidro

Garotas de Vidro é um relato triste e doloroso, brutal e sincero, sobre a vida com um distúrbio alimentar, sobre a margem entre a vida e a morte, sobre perder o controle. Nós nunca vamos saber exatamente como é a cabeça de uma pessoa que sofre com a doença, mas podemos nos aproximar bastante com a história da Laurie.

O livro começa com Lia recebendo a notícia de que sua melhor amiga, Cassie, foi encontrada morta em um quarto de motel. E, o pior, é que Cassie ligou para Lia 33 vezes antes de morrer.

1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33 vezes.
Quem vai cortar as roupas dela? Será que vão dar banho nela; estranhos tocando sua pele? Ela consegue vê-los? Ela vai chorar?
Cassie e Lia eram vizinhas e melhores amigas desde os 9 anos de idade. As duas tinham um pacto e seriam, juntas, as garotas mais magras da escola! Elas não acreditavam que pudessem ser outra coisa. Lia não acreditava que pudesse ser a melhor em nada, a não ser a melhor em passar fome.


Quando descobre sobre a morte de Cassie, a vida de Lia fica ainda mais complicada. Ela passa a se sentir culpada pelas 33 ligações que não atendeu e se afoga cada vez mais no seu distúrbio. Ela nega que tem qualquer problema, não quer falar sobre o assunto e está vivendo em um mundo onde verdade e ilusão se misturam.

Eu fiquei chocada, para dizer o mínimo, com a história. Mas não foi um choque ruim, foi bom. Eu sempre me perguntei porque uma pessoa faz algo ruim para si mesma e sempre me acalmei falando para mim mesma que era por não saber quais seriam as consequências, por serem ignorantes no assunto e até mesmo egoístas, pensando que seu sofrimento é maior que o dos outros a sua volta.

Por que alguém passa fome por vontade própria? Por que alguém vomitaria logo após cada refeição? Por que alguém se cortaria por livre e espontânea vontade? Por que alguém tentaria se matar?
Eu ganhei a viagem das garotas geladas para atravessar a fronteira da perigolândia.
Com Garotas de Vidro eu pude perceber que não é bem assim. Lia não é só anoréxica, ela também se corta. E ela não faz isso porque não sabe das consequências – sua mãe é cardiologista e seu pai, professor universitário. Lia é inteligente, muito inteligente. Mas ela também é machucada, ignorada, tem sérios problemas de relacionamento com o pai e a mãe. Sua madrasta Jennifer está tentando muito ser boa no seu papel, seu pai é negligente e sua mãe é sufocante.
Minha mãe consegue colocar as mãos dentro do peito aberto de estranhos e consertar seus corações quebrados, mas não sabe que tipo de música eu gosto. Meu pai acha que tenho 11 anos. A mulher dele cumpre suas promessas.
Lia sente que ninguém se importa com ela, que ninguém consegue enxergar como ela se sente. E ninguém realmente o faz. 


Resenha: Garotas de Vidro

A madrasta Jennifer segue as prescrições do médico e até percebe quando Lia começa a decair, mas ela não tem poder para fazer nada. Seu pai o Professor Overbrook prefere acreditar nela e não ver os sinais do seu retorno aos velhos hábitos e sua mãe a dra. Marrigan não entende porque ela não consegue comer, acha que basta Lia, de fato, comer para tudo ficar bem.
- Eu odeio isso também. – sussurro. – Mas não consigo parar.
- Você não quer parar.
Mas a verdade é que ela não consegue, ela acha que estar vazia é ser forte. Para Lia, controlar o que ela come e quando sente dor é uma forma de controlar sua vida. É a única forma de controlar sua vida.
O conceito de comer é assustador. As vozes malvadas estão sempre por perto, loucas para me puxar para baixo de novo,
::Estúpida/Feia/Estúpida/Vaca/Estúpida/Gorda/Estúpida/Criançona/Estúpida/Perdedora/Estúpida/Perdida::
Abrir mão desse controle é difícil e ela acha que todo mundo a sua volta está só tentando assustá-la, falando que se continuar a se privar de alimentos, irá acabar morta.

Lia é uma garota doce, inteligente e ama muito sua quase irmã Emma. Lia não quer morrer, mas quer ser boa em algo. Ela não quer ser só uma decepção. E por isso ela não entende porque todo mundo quer saber o porquê dela fazer aquilo consigo mesma, ela não se sente bem no próprio corpo, acha que tudoabsolutamentetudo está errado com ela.  
Eu girei até ficar sem controle. Comer era difícil. Respirar era difícil. Viver era o mais difícil.
Garotas de Vidro pode ser um gatilho para quem já sofreu com depressão, automutilação ou distúrbios alimentares – e até quem nunca sofreu, já que depois de estar na cabeça da Lia eu começo a pensar seriamente em procurar um psicólogo. Mas indico para qualquer pessoa, especialmente para aqueles que não entendem esse tipo de doença ou acham que é tudo besteira.
“Por quê?” é a pergunta errada.
Pergunte “Por que não?”.
Indico o livro para todas as pessoas, de qualquer idade e sexo. Acho importante entendermos que o tratamento psicológico é importante e que forçar alguém a ficar bom não adianta de nada – é preciso escolher salvar a si mesma.


Título: Garotas de Vidro
Autor: Laurie Halse Anderson
Editora: Novo Conceito
Nota: 5 +

Saiba Mais: Skoob | Amazon

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

22 comentários:

  1. Oiee

    Eu tenho este livro na estante mais ainda não li, eu acabei lendo Fale! da mesma autora e não gostei da narrativa da autora por isso ainda não quis ler Garota de Vidro mas tenho curiosidade pois amo histórias dramaticas.

    Beijos
    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andressa!

      O livro estava na minha estante desde setembro/2013. Também achei que não fosse ler, mas me surpreendi muito! Fiquei louca pra ler Fale! da Laurie. Mas a narrativa é bem peculiar mesmo, sugiro dar uma folheada antes pra ver como você se sente com ela.

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  2. Nossa, esse livro parece ser bem pesado. Quero muito lê-lo.
    Adicionarei a minha lista!

    A resenha está maravilhosa! E aquelas duas páginas que você postou "Não. Devo. Comer." Nossa, me arrepiei.

    Lerei com toda certeza.

    Beijão :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisele!
      "bem pesado". Ele não é o tipo de pesado que a gente está acostumada, sabe?? É diferente, ele é sutil. Ele trabalha muito a mente da Lia. Mas é incrível mesmo.
      Obrigada pelo comentário <3

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  3. Olá; amei sua resenha. Eu tenho esse livro e preciso encontrar um tempo para lê-lo. Acho a capa dele muito bonita, e livros sobre doenças/distúrbios do tipo sempre nos fazem aprender alguma coisa sobre as pessoas.

    Sorteio O Livro do Bem: petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari!

      Que bom que gostou da resenha! A capa é linda mesmo e a narrativa super diferente, excelente. Eu achei o livro bastante "didático" para quem não entende como a depressão e outros distúrbios funcionam na mente das pessoas, foi bem ilustrativo. Leia o livro que não vai se arrepender!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  4. O livro parece bem interessante e sua resenha dele foi ótima, me deixou bem curiosa. Mas acho que não consigo ler esse tipo de livro rsrs eu já sou meio paranoica e fico um pouco receosa de "estar na cabeça" de uma pessoa que tem problemas psicológicos pesados. Afinal se você diz que agora quer procurar um psicólogo, imagine eu que sempre achei precisar de um kkkk :p
    Mas quem sabe não ponho na fila também né rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim, o livro é super interessante. Mas quem não tem certeza de conseguir aguentar os gatilhos não acho indicado. Também sempre pensei que precisava de um psicólogo (acho que todo mundo pensa isso né? sempre parece que a gente precisa se entender melhor).
      Acho que tem o primeiro capítulo online. Sugiro dar uma olhada pra poder ter uma noção maior do impacto da história!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  5. OI Bia!
    Esse livro parece ser muito bom. A capa dele é muito linda... bulimia é algo sério. Fiquei muito interessada na leitura, beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vic!
      O livro é realmente excelente e a capa/nome são lindos! Acho que todo disturbio alimentar é sério e não merece a devida atenção. Se tiver a oportunidade de ler, leia!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  6. Oiee.
    Já tinha ouvido falarem o quanto esse livro é intenso mas não tinha a menor ideia do quanto. Depois de ler sua resenha comecei a entender um pouco mais sobre o "choque" que muita gente comentou, de que é um livro que choca e te faz pensar e repensar em tudo o que acontece.
    Quero muito ele, espero um dia conseguir lê-lo.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Iêda!
      Realmente, ele é chocante e te empurra pra uma realidade que tu não consideras, a não ser que viva ela. Intenso é realmente a melhor palavra pra descrever.
      Estamos dando um exemplar dele no top comentarista do mês! O link está na barra lateral, se tiver interesse :) Ainda dá tempo ahahahahaha

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  7. Nossa Bia,que loucura de livro ein o.o
    Ainda não havia lido nenhum livro sobre distúrbios alimentares....Mas até que gostei da premissa do livro!
    Ótima resenha ><
    Beijos

    Cantinho da Bruna
    @cantinhodabruna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também nunca tinha lido nada, Bruna! Ai chegou esse e jogou um tijolo na minha cara e nos meus sentimentos HAHAHAHAHAHAHAH
      Vale super a pena, viu!

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  8. Oi Bianca!! Tudo bem?

    Caraca, que resenha boa! E forte... O livro parece muito bom, forte,emocionante e muito intenso, com uma temática tensa demais.
    Já fiquei de comprar ele várias vezes, de colocar no carrinho ou comprar de alguem que estava passando adiante, mas nunca rolou! Eu leria de boa, adoro esse tipo de história, mas acho que temos que estar em uma fase muito boa pra encarar uma história dessas.

    Adorei a resenha, mesmo! Já desejo!
    E uma pena eu ter perdido o top comentarista dele #chorandoemposiçãofetal AUHSAUHSUHAUH

    Beijao!!

    ps: que foto evejosa essa, delicia ler assim a beira da piscina hein? show

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cah!, Quanto tempo <3
      O livro é tudo que você mencionou e mais um pouco UAHSUAHSUAHSUAHSUHA Acho que a gente tem sim que estar se sentindo bem para ler ele e não causar nenhum rompante. O problema com livros do tipo é que existe gatilhos em todos os lados e para diversos traumas, e estar na cabeça da Lia só intensifica isso. Uma pena você ter perdido o top :/ Mas quem sabe logo você acha mais alguém passando ele adiante ou barato pela net *-* Agora eu quero Fale! da mesma autora.

      E sim, foto oXtentação pra fortalecer a resenha. Obrigada pelos elogios :)

      bjos,
      Bianca

      Excluir
  9. Alguém sabe algum lugar que ainda vende esse livro? Queria muito, mas não encontro em nenhum lugar. Alguém sabe um lugar???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou sabr alguém que queira vender rsse livro, não sei..

      Excluir
    2. Oi Alice, neste link tu consegue comprar ele por menos de R$20,00! Aproveita, que foi o único lugar que achei e o preço tá super barato! o/

      Link pra compra: http://oferta.vc/s0w4

      Att.,
      Eduarda Henker
      www.queriaestarlendo.com.br

      Excluir
  10. Alguem sabe onde encontro este livro? entrei em todos os sites e esta esgotado :/

    ResponderExcluir
  11. Alguem sabe onde encontro este livro? entrei em todos os sites e esta esgotado :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thalita aqui nesse link tu consegue achar lojas que vendem o livro: http://compre.vc/s/fd03185c

      Att.,
      Eduarda Henker
      www.queriaestarlendo.com.br

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!