Resenha: Unite Me

Resenha: Unite Me

Decidi fazer a Resenha de Unite Me porque o meu amor infinito por Estilhaça-me exige isso. Unite Me é um compilado com os dois contos da trilogia, Destrua-me e Fragmenta-me, com um bônus do Diário de Juliette e os três primeiros capítulos de Incendeia-me.

Sinopse: esse livro une os dois contos da série best-seller Estilhaça-me, Fragmenta-me e Destrua-me, com um bônus do diário de Juliette e os primeiros capítulos do esperado final da trilogia, Incendeia-me. Destrua-me conta os eventos que acontecem entre Estilhaça-me e Liberta-me pelo ponto de vista de Warner. Mesmo que Juliette tenha atirado nele para escapar, Warner não consegue deixar de pensar nela e ele fará de tudo para tê-la de volta. Mas quando o Supremo Comandante d'O Restabelecimento chega, ele tem planos muito diferentes para Juliette. Planos que Warner não pode permitir. Fragmenta-me é contato pelo ponto de vista de Adam e faz a ligação entre Liberta-me e Incendeia-me. Enquanto o Ponto Omega se prepara para lutar contra os soldados do Setor 45, Adam está mais focado na segurança de Juliette, Kenji e do seu irmão. O Restabelecimento vai fazer de tudo para acabar com a resistência... Inclusive matar todos com quem Adam se importa.

Se você já leu até Liberta-me, eu completamente recomendo Unite Me, ou, ao menos, os dois contos que estão neles – e que a editora Novo Conceito liberou de graça na amazon.

Ele não teve tradução aqui no Brasil, o que eu achei injusto, já que tem esse bônus com o diário da Juliette que, apesar de não trazer informações novas, conta um pouco da vida dela antes do Adam.

O livro começa com Destrua-me, um conto pelo ponto de vista de Warner, que começa logo após o tiro em Estilhaça-me. Preciso dizer que o Warner já era um personagem que me cativou desde o começo do livro 1, mas que em Destrua-me me ganho completamente.

Estar dentro da cabeça do Warner é como estar em uma versão mais controlada da mente da Juliette. Ele é tão cheio de raiva, de anseios, de desejos e tristeza. A vida dele foi tão caótica que controlar tudo e todos a sua volta, é uma forma de anteceder o que vai acontecer com ele. É uma atitude comum para quem busca controle sobre sua própria vida.

Mas desde a chegada de Juliette, Warner não tem controle de mais nada.


Resenha: Unite Me


E eu amo tanto o Warner que eu passei o conto inteiro fazendo sons de baleia morrendo na praia – mesmo que eu já tenha lido ele lá atrás, logo após Estilhaça-me.

O segundo conto, Fragmenta-me, é contado pelo ponto de vista de Adam e começa na manhã da batalha final de Liberta-me.

O que o conto do Warner me fez amar ainda mais ele, o do Adam me fez odiar ainda mais. Eu já estava com sérios problemas com ele a partir de Liberta-me e de toda a história de “proteger” a Juliette – porque ele não consegue acreditar que ela pode aprender a cuidar de si mesma, a ser forte – mas aqui fica claro como ele não consegue ver ela como uma pessoa autossuficiente.

Eu sei que quando você ama alguém, você não quer que essa pessoa se magoe ou machuque. Mas tudo que o Adam faz é magoar e machucar a Juliette, impedir que ela cresça e se fortaleça. Eu odeio tanto a visão dele, de que ela é fraca, de que ela deveria esquecer o poder dela e viver uma vida “normal”. Ele quer tanto "curar" ela do poder que nem percebe como isso é prejudicial.


Resenha: Unite Me


Ele nem se dá conta que o “normal” da Juliette é ter um poder, aprender a lidar com ele é o mínimo para que ela entenda a si mesma, não tenha medo de si mesma.

Eu odeio tanto ele que não, não sei ser imparcial. E eu fico bem feliz ao andar por ai e ver que 99% do fandom entender as coisas exatamente como eu.

Resenha: Unite Me - Tahereh Mafi

 Claro que eu tenho uma certa simpatia pelo Adam por ele ter criado o James e ter sacrificado tanto da vida dele pelo irmão, por todos os rolos com o pai ordinário deles e tudo o mais. Mas você esperaria uma pessoa mais compreensiva, já que ele diz amar tanto a Juliette, né? Mas não, ok.

Na parte do Diário da Juliette não temos muita coisa diferente do inicio de Estilhaça-me, mas podemos aprender um pouquinho mais sobre o passado dela, e o que aconteceu com ela nos dias de confinamento.

Resenha: Unite Me


Eu preciso dizer que, lendo isso agora, depois de ter lido os três livros, eu admiro ela ainda mais. Ela passou por tanta coisa, superou tanta coisa e aprendeu a crescer e a não temer a si mesma.

A Juliette é incrível e eu amo que a Tahereh tenha decidido focar a trilogia na aceitação dela, no crescimento pessoal dela, e não na guerra - que é um dos pontos que muitas pessoas reclamam, de não dar foco na guerra, e eu sempre me pergunto se lemos o mesmo livro. E eu amo que a dor dela não transformou ela em um ser guiado pela vingança.

Eu simplesmente amo a Juliette.


Resenha: Unite Me


Outro ponto super positivo é como a Tahereh consegue colocar a personalidade de cada personagem na forma em que ela escreve. A cabeça de Juliette é um caos, a de Warner é cheia de regras, um caos controlado, já a de Adam é centrada. E isso reflete tanto as atitudes de cada personagem que eu quis chorar.

O livro é perfeito e para quem é realmente fã da trilogia, não vai se arrepender.

Título Original: Unite Me
Autor: Tahereh Mafi
Editora:
Gênero: YA - Sobrenatural

Nota: 5+

Saiba Mais: Skoob  |  Site da Autora  |  Onde Comprar

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

18 comentários:

  1. EU PRE CI SO ler esses livros.

    Gente, não sei o que ocorre comigo. Acho que assisto muitas séries.


    Amei a resenha. Maravilhosa <3

    Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fala, Gi!
      Tô com ressaca de série e não tô vendo nada nesses dias. Descobri que tem muitas horas no meu dia que posso usar para outras coisas :'D
      Faz uma pausa para fazer umas leituras :P

      bjs

      Excluir
  2. Eu só li Estilhaça-me e agora sinto que PRECISO terminar a trilogia e ler esses contos. O único conto que eu li foi o Destrua-me e eu sou completamente apaixonada pelo Warner <33
    No primeiro livro, eu praticamente ignorava o Adam, mas pelo que você falou sobre ele, com certeza passarei a odiá-lo.
    Amei a resenha, ela me fez sentir uma saudade do livro e me arrepender profundamente por não ter terminado a trilogia ainda.

    Beijos!
    http://aluafoiaocinema.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MENINA! Se eu não pudesse recomendar nada, eu ainda gritaria aos 4 ventos para ler esse livro.
      Se você ama o Warner vai morrer com o capítulo 62 de Liberta-me! Ou com todos os capítulos de Incendeia-me ÇLLAKDÇLAKSDLASJDKLAJSDKLA MDS É TUDO TÃO PERFEITO, TERMINE MESMO.
      E o Adam é um cuzão, ninguém ama ele. Não merece. UAHSUAHSUAHSUHAS

      bjs

      Excluir
    2. Meu deus esse capitulo 62, o que que é aquilo? ainda to me recuperando, juntando meus cacos igual a Juliette.

      Excluir
  3. Veja bem, eu gostei desta série, mas acho que a autora não foi nada justa com nenhum dos dois protagonistas masculinos, primeiro com o Warner, que só é desmistificado no seu conto, e quem não leu o conto, fica como? depois com o Adam, tudo bem que todos torcíamos para o Warner, mas a autora não precisava transforma-lo num babaca no seu conto, ela podia ter sido mais sutil. E a Juliette, sempre uma bobinha e no final dos livros ainda quer dominar o mundo, sem noção. Mas apesar destes pesares gostei da série, pode acreditar.
    Abraços,
    Gisela
    @lerparadivertir
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  4. Bibs, amei esse post pq amo a Tahereh, a Juliette, o Warner, etc etc e etc <3
    O conto do Warner é simplesmente sensacional! N li esse pedaço do Diário da Juliette que vc falou mas fiquei curiosa! O conto do Adam é uma decepção total, vamos odiá-lo juntas, haha.
    E cara, na questão da guerra, o que eu não gostei foi o final em aberto, mas n achei que durante toda a trilogia foi tão mal explorado assim...
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Bibs!
    Sou fã da trilogia e dos protagonistas.
    Gostaria de ler, mas sem tradução, não sei se no momento conseguiria porque demanda mais tempo... vou ver aqui.
    Adoro Juliette também e no começo não gostava muito de Warner, mas depois fui me afeiçoando a ele e quanto ao Adam... o admiro por tudo que ele fez, porém nessa questão de super proteger Juliette, acho que ele exagera mesmo.
    “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses.”(Sócrates)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. nunca li a triologia, ma na verdade me chama bastante atenção. mas tem muitos na lista ainda =3
    Primeiros Acertos ❥❁

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não li nenhum dos livros da trilogia e também não tinha lido nenhuma resenha sobre ela.
    Pela resenha, a história pareceu ser bem bacana e gostei dos personagens citados como a Julliete e o Warner.
    Gosto quando são lançados livros com a perspectiva de outros personagens, pois assim entendemos melhor os próprios personagens e a história.

    ResponderExcluir
  8. Até que enfim alguém me entende..
    Cara essa trilogia é muito boaa, minha preferida sem duvidas. Os fãs da saga merecem um epílogo. Qndo a Juliette fala que ama o Aaron Warner e eles extrapolam.. Kctt
    Me sentia culpado pq desde o primeiro livro torcia pro Warner. E no final oq acontece? Kkkkkkkk
    Merecemos um epílogo

    ResponderExcluir
  9. Adorei muito a trilogia os personagens são demais e o kengi gente ele é muito legal gostei tanto dele que acho q a autora deveria ter dado a ele um conto também com direito a par romântico e tudo também não li unite me pois não falo inglês mas gostaria de ler

    ResponderExcluir
  10. Adorei muito a trilogia os personagens são demais e o kengi gente ele é muito legal gostei tanto dele que acho q a autora deveria ter dado a ele um conto também com direito a par romântico e tudo também não li unite me pois não falo inglês mas gostaria de ler

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Será que Unite me vai ser lançado em português futuramente? Lí Destrua me e Fragmenta me, mas gostaria muito do Unite me para completar minha coleção! Amo muito essa trilogia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Enivandene!
      Quando eu li Unite Me, a Novo Conceito não tinha planos de publicar ele por aqui, até porque traduziu e liberou os ebooks dos contos de graça na amazon.
      Mas não sei qual a posição atual deles a respeito. :/

      bjs

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!