Resenha: Guardião


Depois de acompanharmos Ellene em sua jornada de descobrimento em Híbrida, desta vez temos um foco maior no que essas descobertas trarão de consequência para a vida dela e de todos ao seu redor - especialmente do vampiro Millosh, com quem ela criou uma grande conexão emocional. Quem sãos os pais da vampira híbrida e onde está a rainha dos vampiros são as menores das preocupações em Guardião, o segundo volume da série Neblina e Escuridão. Intrigas políticas, segredos revelados e romances arrebatadores te esperam nessa sequência.

Ellene e Milosh estão juntos agora, se escondendo até que o mistério por trás do passado da híbrida seja desvendado. A filiação dela com a rainha dos vampiros ainda é incerta, mas essa incerteza já é suficiente para trazer problemas aos dois. Enquanto isso, na vila dos lobisomens, Tom enfrenta seus próprios demônios ao confrontar a realidade; de que a menina por quem se apaixonou faz parte da raça inimiga.

O destaque para Ellene e seu guardião Milosh é grandioso. Enquanto o leitor cresce em cima de suspeitas, os dois se unem para descobrir o que a rainha Elizabeth deixou de pistas antes do seu desaparecimento. Será Ellene realmente filha da rainha dos vampiros? Ou há mais complicações por trás do que deveria ser uma verdade tão simples? Onde está Elizabeth, afinal?


Seria fácil ser feliz aqui. Milosh pensou. Ser feliz com ela.


Toda a frustração do Milosh na busca pela sua soberana diminui um pouco na presença da Ellene, mas daí surge um novo problema: se ela é realmente filha da sua esposa, ela também é sua filha? Seria possível? Se não for sua filha, de quem ela é? Milosh vê o fantasma de Elizabeth em suas interações com a Ellene, mas também vê uma paixão nova e arrebatadora, diferente do que ele conhecia há tantos anos. Os dois são uma fogueira prestes a entrar em combustão; as cenas que dividem estão cheias de química e é inegável que a atração cresce a um nível quase insuportável. Milosh e Ellene se desejam, mas a vida deles não é simples o bastante para que fiquem juntos facilmente. Não só de problemas emocionais vive este vampiro, mas de problemas de confiança também. Há um traidor entre eles, alguém que conspira para piorar ainda mais a vida do guardião na corte vampírica, e cada cena lá vai manter a sua desconfiança ligada.


O que poderia fazer com a enxurrada de sentimentos que despertava nela? Desde que o conheceu, redescobriu o medo, a confiança e agora acreditava que os tremores em seu corpo e o seu coração tão apertado não eram apenas por ter um vampiro tão próximo.

Eu não gostava muito do Tom no outro livro e isso só aumentou nesse. Acho hipócrita e egoísta o fato de ele se vitimizar e ficar chorando as pitangas só porque a Ellene se descobriu híbrida; ok, ele melhora com o passar do livro, há interação entre os dois e aquela faísca de amizade e amor volta a se acender entre os dois, mas eu quis socar a cara do Tom em vários momentos da trama.



Outros dois personagens que ganharam destaque e tiveram ótimos momentos no livro foram Jacó e Carol. Os dois formaram um ship inesperado e extremamente adorável; onde Milosh e Ellene são sombrios e misteriosos, Jacó e Carol são familiares e queridos um com o outro, ainda que se biquem e discutam por coisas bobas. Eles se protegem, eles se atraem e eles se entendem como nenhum outro membro da matilha de lobisomens. Senti um feel de Leah e Jacob entre os dois, e meu coração shipper só aumentou a frequência do amor com isso! A Mari desenvolveu os dois muito bem e estou louca para ver como vão ficar no volume final da série; POR FAVOR NÃO SEPARE ELES, NUNCA TE PEDI NADA!



Adorei os vampiros renegados e as conspirações para colocar um deles no trono, uma vez que ele está vazio sem a sua rainha. As possibilidades de sequestro e do porquê do sumiço da Elizabeth pipocaram loucamente em minha mente conforme a leitura avançava e conforme conhecíamos mais do universo monarca vampiro; crédito à Mari por criar uma trama intrigante sem nunca estender completamente a resposta ao leitor. Quanto ao traidor: JAMAIS ESPERAVA POR AQUILO. Foi um tapa enorme na minha cara, ainda que todos os sinais apontassem para a pessoa.



Guardião tem grandes reviravoltas e momentos chocantes. Cenas de luta e resgates mirabolantes, invasões e perseguições tensas, o livro se desenvolve entre ação e diálogo, mantendo um ritmo constante e agradável do começo ao fim. E que fim!


A morte também não era documentada, apenas lembrada por todos, principalmente quando em combate.


Quando Ellene confronta, literalmente, a verdade, aí a coisa pega fogo. Eu preciso dizer que a partir de determinado momento de Guardião, eu já tinha descoberto a verdade sobre a sua mãe, então fiz uma dancinha da vitória quando cheguei ao fim. Mas não gostei da sua aparição. CHEGOU AGORA E JÁ QUER SENTAR NA JANELA, AMIGA? Sai pra lá. Já estou encomendando o caixão para ver onde essa treta vai acabar. O reino vampírico e os outros ao redor dele serão divididos pela promessa de guerra.

Título: Guardião
Autora: Mari Scotti
Editora: Novo Século
Gênero: Romance, Vampiros
Nota: 4,5

Saiba mais: Skoob | Buscapé | Extra |  Saraiva

Share this:

, , , ,

COMENTÁRIOS

4 comentários:

  1. Oi Denise!
    Não conhecia esse livro, mas parece ser muuuito interessante! Gosto de histórias cheias de intrigas assim.
    Só que preciso ler o livro anterior primeiro.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Ai meu deuuuuuuuuuuuuuuus, Deniseeeeeeeeeeee, comecei a ler a resenha sem saber que vc que escreveu! Ficou incrível! Obrigada! Vc não faz ideia de como eu estava ansiosa pra saber se você gostou! Obrigada! Me deixou emocionada!
    Espero que todo mundo leia essa resenha haha.
    Eu amo a rainha, acredita? AHAHA E vc vai amar o Tom no último livro :P KKKK.
    Beijooooo, Mari

    ResponderExcluir
  3. Oi Denise,
    Ainda não li o primeiro livro, mas tenho livros da autora no Kindle que conheci pela Amazon. Preciso tirar um tempo para conhecer a escrita dela e espero gostar tanto quanto você.

    To me divertindo com esses gifs. O da Oprah socorro hahaha

    tenha uma ótima terça.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  4. SOCORRO!!!

    Eu não Híbrida, mas agora quero ler mais que a vida.

    "Senti um feel de Leah e Jacob entre os dois, e meu coração shipper só aumentou a frequência do amor com isso!" MORTA ESTOU. O ship maravilhoso que nunca foi canon *chora*

    Vou juntar os tocadinhos e comprar esses dois livros urgentemente.

    Ótima resenha!!!

    Beijos,

    Gi.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!