Resenha: Amante Revelado

Resenha: Amante Revelado

Em Amante Revelado, o quarto volume da série A Irmandade da Adaga Negra, nós conhecemos mais de perto Butch, o policial humano que descobre a irmandade junto de Beth e acaba "sabendo demais" para poder ficar no mundo humano, e Marissa, a noiva rejeitada de Wrath, uma fêmea frágil e insegura, completamente imersa na glymera.


Sinopse: Butch O’Neal é um lutador por natureza. Ex-policial da divisão de homicídios, durão, ele é o único humano que já foi admitido no círculo da Irmandade da Adaga Negra e deseja mergulhar ainda mais fundo no mundo dos vampiros, na guerra contra os redutores. Não tem nada a perder. Seu coração pertence a uma vampira, uma beldade aristocrática inatingível para ele. Se não pode ter Marissa, então, pelo menos, quer lutar lado a lado com os Irmãos. O destino o amaldiçoa realizando precisamente o seu desejo. Quando Butch se sacrifica para salvar um vampiro dos assassinos, cai vítima da força mais sinistra dessa guerra. Deixado para morrer, é encontrado por um milagre, e a Irmandade recorre a Marissa para trazê-lo de volta. Mas mesmo o seu amor pode não ser suficiente para salvá-lo...

Conhecemos ambos em Amante Sombrio, onde um interesse de Butch pela vampira fica bastante óbvio. Mas, além do fato de Marissa estar prometida a Wrath, ela faz parte da glymera e ele é apenas um humano -- por tanto, visto como escória pela sociedade vampiresca mais hipócrita do mundo.

Se você chegou até aqui já sabe da extrema e irritante capacidade da glymera de julgar tudo e todos que não se encaixem em seus padrões. E agora, quem não se encaixa é Marissa. Uma fêmea de sangue nobre, rejeitada pelo rei da raça em favor de uma mestiça. Um escândalo!


Inferno. Qualquer plano que tenha "e então nós rezamos" não é uma viagem para a Disney.

A vida como Marissa conhecia começa a ficar sufocante e ela acredita cegamente que tem algum problema para que Wrath não a tenha aceitado e para que todos os outros homens fiquem longe dela. Até Butch. Ela passa por um processo que a leva ao fundo do poço antes que possa desprender-se dos conceitos que sempre tomou por verdade absoluta e reerguer-se como alguém forte e independente.

Em meio ao romance conturbado que começa a florescer, nós também acompanhamos o desenrolar de uma profecia antiga sobre o guerreiro que surgiria para acabar de vez com os redutores, Destroyer, e também podemos sentir um gostinho de triângulo amoroso entre Vishous/Butch/Marissa -- embora eu confesso, Vutch pra mim sempre foi e sempre será, brotp.


Resenha: Amante Revelado

Acompanhamos, também, o crescimento pessoal de Marissa de uma mulher frágil, assustada, insegura e desamparada, para uma mulher que decide tomar as rédeas da vida, enfrentar a glymera e começar um projeto voltado para atender as necessidades dos civis de sua sociedade.


A escuridão nunca vai me levar. Porque eu tenho você. Luz da minha vida.

Amante Revelado foi um teste para a minha paciência. Vou ser sincera, eu estava no maior frenesi com a Irmandade e esse livro meio que quebrou o clima. Enquanto eu lia os livros em dois dias, no máximo, eu levei quase uma semana para ler Amante Revelado -- e só fui até o fim porque tinha muito do Vishous e o próximo livro era dele e eu não queria perder nada.


Resenha: Amante Revelado

Depois que você para para pensar, a transformação da Marissa de uma pessoa frágil que não sabe viver sozinha no mundo para uma mulher forte e determinada a fazer algo para que ninguém nunca mais se encontre na mesma posição que ela é muito boa! Mas eu precisei de um tempo para digerir isso, porque a imagem dela fragilizada e sem noção era muito forte na minha mente.

Nunca fui muito fã da Marissa porque ela era muito "vítima", não salvaria a própria vida nem se estivesse pegando fogo, era tão submissa que irritava. Mas quando ela começa a se desenvolver, é bom. Aliás, eu adoro a cena dela tendo um ataque de pânico e as inseguranças que ela revela na cena. Sem contar quando ela bota fogo nas roupas, amo/sou Marissa nesse momento.


Já o Butch... meh. Eu nunca gostei dele, não sei porque. A gente simplesmente não bateu. De todos os irmãos e agregados, o Butch é o que eu não gosto. E note que não é o "que eu menos gosto", não. Eu desgosto do Butch, por mim ele podia passar batido e acho triste que ele seja um dos personagens de destaque em Legacy - Beijo de Sangue, porque eu queria ler, mas não queria ter que aguentar ele de novo.

Eu adoro a virada que a guerra com os redutores dá nesse livro, no entanto. Com a profecia do Destroyer e como o Vishous se encaixa nisso. E eu REALMENTE amo o V. nesse livro e o relacionamento dele e do Butch. Eu amo as piadinhas, amo como o V é bi e o Butch, policial cristão e turrão, nem liga pra isso. Amo como eles dividem o Buraco e como a amizade é forte. E eu amo tudo que envolva o Vishous, note bem.


Resenha: Amante Revelado

Amante Revelado só não é o último livro da minha lista de "desgraças da Ward" porque essa mulher tá sabendo estragar muito bem os últimos livros lançados da irmandade, mas definitivamente é um livro que eu não releio, e olha que eu adoro reler minhas passagens preferidas de IAN.


Eu vou salvar até você ficar bem, que tal? Eu vou mantê-lo seguro.

Se você já leu até o terceiro livro da série, não desanime! Leia o quarto na base da boa vontade pra poder se jogar no quinto. Eu prometo que se você não gostar do livro do V., não precisamos mais ser amigas.

Título original: Lover Revealed, vol. 4 - The Black Dagger Brotherhood
Autora: J. R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Romance erótico
Nota: 3
Saiba Mais:  Skoob  |  Autora  |  Saraiva  |  Submarino  |   Buscapé

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

10 comentários:

  1. Oiii! Adorei a sua resenha, não conhecia essa série de livros. Apesar de não gostar muito de coisas com vampiros gostei do enredo!

    *Beijokas -Hellen Barros.

    www.apenasgiz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Para quem curte erótico paranormal vai gostar bastante. O plano de fundo de IAN é muito bacana!
      bjs

      Excluir
  2. Gostei da resenha Bibs. Também tive um pouco de birra deste livro, mas o meu saldo final até que foi positivo. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa!
      Meu problema mesmo é o Butch :P mas no fim é positivo. Infelizmente, recentemente a série teve livros piores :/

      bjs

      Excluir
  3. Olá, ótima resenha! Eu ainda tô resistindo e não comecei essa série, embora acredite que eu vá gostar dela, mas tenha uma montanha de livros ainda não lidos na estante e séries inacabadas.
    Estava achando a premissa do livro interessante, e talvez eu goste mais dele já que não tenho nenhuma ideia já formada a respeito dos protagonistas.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Olha, vale a pena viu? HAHAHAHA os 10 primeiros eu li em duas semanas e meia, foi viciante. Se você curte o gênero, pode investir :)

      bjs

      Excluir
  4. "Eu prometo que se você não gostar do livro do V., não precisamos mais ser amigas."

    BERRO

    Eu vou começar essa saga logo, logo. :p
    Amei a resenha!

    Surtando com palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gii!
      Se tu tá gostando de LOTU vai gostar de IAN. Eu acho LOTU mais legal porque não se perde na história de fundo, mas eles são tipo os primos da Irmandade :v ADOORO. Leia quando puder <3
      Ainda mais que EU SEI QUE TU VAI SHIPPAR MUITO O QHUINN E O BLAY <3

      bjs

      Excluir
    2. Gi vai ser do meu time e shippar Butch e Vishous PORQUE SIM! <3

      Excluir
  5. Oi Bibs!

    Eu comecei a ler ontem e fiquei pensando no B, e no V. e não consigo entender como a Marissa consegue lidar com essa situação. Mas comecei ontem, espero entender tudo em breve, de qualquer forma eu confesso que fiquei surpresa com o triângulo.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!