Resenha: First & Then

  • 09:00
  • 21 de dez de 2018
  • Resenha: First & Then

    Quando eu digo que Emma Mills se tornou minha nova autora contemporânea favorita, não estou exagerando. This Adventure Ends foi uma leitura inesquecível; First & Then conseguiu trazer as mesmas emoções para mim.
    Sinopse: Devon tem a vida muito bem planejada: ela tem seu melhor amigo Cas, sua paixão secreta (também Cas), e sua rotina confortável (principalmente dividida com Cas). Novas experiências: não são bem-vindas aqui. Contudo, quando ela entra em seu último ano, seus pais recebem Foster em casa, seu primo esquisito que mostra um talento inesperado para o futebol. A estrela do time, Ezra, decide ajudar Foster a fazer parte desse mundo dos esportes. Devon não entender descobrir como se sente a respeito Ezra. Ele é obviamente muito contido, mas Foster o adora. Ezra não tem nada a dizer a ela, mas ele também continua procurando por ela. E... Devon pode acabar gostando dele. Se ela conseguir admitir isso para si mesma.
    Devon é uma garota simples, de bem com a vida. É seu último ano no Ensino Médio e ela é confrontada com algumas mudanças bruscas na rotina. Primeiro, seu primo Foster vem morar na sua casa por causa de problemas familiares. Segundo, Devon precisa se candidatar a algumas atividades extracurriculares se quiser ter chance de entrar em alguma universidade - e aí nasce a história. Em meio a incertezas sobre o futuro e o presente, com amizades inesperadas e até mesmo uma paixonite pelo melhor jogador de futebol americano da escola, um garoto sério sem nem um pouco de senso de humor.


    Resenha: First & Then

    First & Then é descrito como "Orgulho e Preconceito encontra Friday Night Lights" e eu não poderia encontrar melhor definição da perfeição que é a simplicidade dos arcos desse livro.

    É uma história contemporânea sobre adolescentes indecisos, sobre medos e receios. É a história sobre uma garota solitária que ama os romances da Jane Austen por ver tantas emoções e sentimentos nas páginas, coisas que a vida dificilmente consegue reproduzir. É também a história sobre um garoto repentinamente abandonado pela mãe, começando uma nova vida nessa cidade estranha com uma família com quem ele tinha tão pouco contato. E é a história sobre um time de futebol e seu jogador sério e tímido que tem muito de aprender sobre relações sociais.
    Estar nessa aula me fazia sentir como o típico homem velho que senta do lado de fora do mercado com a sua bengala, reclamando "na minha época..."
    Devon é uma protagonista fantástica, tão boa quanto a Sloane, de This Adventure Ends. Emma Mills tem essa mão cheia para criar personagens carismáticos e reais; cheios de erros e acertos, que equilibram muito bem essa coisa de serem empáticos e passarem por algumas situações egoístas, de verem a vida com suas hesitações e certezas.

    A Devon é cheia de opiniões, muito boa na hora de conversar, mas vivia nessa bolha de conforto e solidão até que a chegada do primo e o confronto com a orientadora da escola a puseram fora dos trilhos pré-determinados como "zona segura". Agora, Devon está ajudando na revista da escola, acompanhando o Foster em suas andanças por esse mundo novo e pensando que toda a aura segura que ela tinha até então talvez seja uma farsa.


    Resenha: First & Then
    Uma das minhas coisas favoritas sobre os livros da Jane são os sentimentos - ela entendia toda essa coisa não correspondida, qual a sensação de perder as esperanças, como era tê-las.
    Adorei os conflitos da personagem. Ela tem seus momentos mesquinhos, não querendo dividir atenção, pensando em como é injusto ter um "irmão" tão de repente sem nunca ter se preparado para a chegada de um. Mas esses momentos são raros, eclipsados pelo coração grandioso, por essa personalidade teimosa sempre disposta a proteger quem ela ama. Devon é uma garota cheia de inseguranças que, de repente, encontra alguns sonhos para um futuro até então improvável. É uma grande amiga, uma companheira de aventuras, e uma garota real cuja história é muito emocionante de acompanhar.
    - Quando você ama, não tem como ser feliz o tempo todo, tem? É por isso que você ama. Faz você sentir todo tipo de coisa, e não apenas felicidade.
    Foster foi um personagem muito presente na trama da protagonista; o garoto, dois anos mais novo que a Devon, cai de paraquedas na cidadezinha. Ele é muito contido, mas, igual a prima, tem muitas opiniões fortes das quais não larga mão. Ele também é um garoto marcado pelo abandono da mãe, pela morte súbita do pai e por todo o drama familiar envolvendo sua mudança para a casa da Devon. É um arco triste, mas muito bem trabalhado pela autora.


    Resenha: First & Then

    O garoto acaba descobrindo que tem talento para o futebol, e isso o coloca sob o olhar atento do treinador e dos outros jogadores - esse arco do Foster saindo das sombras e se tornando uma possível estrela se une à chegada de um terceiro personagem extremamente adorável, de fazer o coração bater mais forte. Esse cara é o Ezra (oi, Mr. Darcy 2.0).
    Se você repete uma palavra por um tempo, eventualmente ela perde seu significado.
    É difícil falar qualquer coisa sobre o Ezra sem mencionar o fato de que ele é o Mr. Darcy em uma releitura muito interessante e bem conduzida na história; tudo está ali: os ares sérios e contidos iniciais, aquela solidão sombria, a presença marcante - não do jeito bom, mas de um jeito que te faz olhar e franzir as sobrancelhas e pensar "quem diabo é esse cara e por que ele é tão sério?".
    Milhares de descargas elétricas descrevem a sensação que você experimenta quando descobre que a pessoa de quem você gosta responde a esse sentimento.
    Conforme o tempo passa e a Devon se aproxima do Ezra, no entanto, nasce aquela confiança, então entendimento e finalmente uma amizade. E esse relacionamento dos dois é de arrepiar por ser tão suave e bem desenvolvido, em seu devido tempo.

    Sabe aquele tipo de casal que você lê e rola no chão de tanto amor que tem pelos dois? De tanto que quer que as coisas deem certo? Rola até aquele friozinho na barriga, tamanha emoção. Ezra e Devon são esse tipo de casal. Fãs da Jane como eu vão encontrar várias referências a momentos icônicos da obra original, toda essa releitura muito bem intrincada à modernidade e ao cenário onde esses personagens estão inseridos.


    Resenha: First & Then

    Outros nomes como Cas, Lindsay, Marabelle e Jordan compõem a história, acrescentando momentos divertidos e importantes para a composição da obra como um todo. Cas, principalmente, como melhor amigo e crush inalcançável da Devon. Não exatamente simpatizei com o cidadão, mas gostei do desenvolvimento dele. Cada personagem é essencial; nenhum sobra ali.
    - Por que somos amigos dos nossos amigos? Eles têm qualidades que nós gostamos - talvez algumas que vejamos na gente. Talvez algumas que queremos encontrar na gente.
    Todo o drama secundário com o futebol americano, as competições e a busca da Devon para ganhar seus pontos no currículo, preparar seus textos e encontrar uma universidade perfeita para o que até então nem era um sonho seu, tudo é maravilhoso. Não tem nenhum momento fora do lugar, nada exagerado, nenhum tom se sobressaindo. As coisas acontecem quando têm que acontecer.


    Resenha: First & Then

    No mais, First & Then foi o livro perfeito escrito por uma autora que com certeza ganhou meu coração para todo o sempre. Devon vive uma aventura para entender o que significa lar, família e amor; o que significa viver.

    Título original: First & Then
    Autor: Emma Mills
    Editora: Square Fish
    Gênero: YA / Romance
    Nota: 5 +
    Skoob


    GOSTOU DO LIVRO E QUER AJUDAR A MANTER O BLOG? ENTÃO COMPRE PELOS NOSSOS LINKS!

    1. Você me ganhou só por dizer que o Ezra é uma releitura do deuso Mr Darcy rsrs.
      Preciso ler.
      Adorei a resenha.
      Beijokas
      Quanto Mais Livros Melhor
      Descontos nos presentinhos de Natal!

      ResponderExcluir
    2. Olá, Denise.
      Que pena que ainda não publicaram nada dela por aqui. Esse é o tipo de livro que eu não me interessaria sem ler sua resenha. Porque foram suas palavras que me fizeram ficar interessada nele. Isso e o Esra, porque quem não é apaixonada pelo Sr. Darcy hehe

      Prefácio

      ResponderExcluir
    3. AAAAAAA, quero ler!
      Me identifiquei um pouco com a história até, hahah
      Não conhecia a autora, tomara que publiquem por aqui né?
      Bjs
      http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

      ResponderExcluir
    4. Oiii Denise

      Te ganhar dessa maneira já significa muito, a gente que lê muito chega uma hora que parece que nada e nem ninguém pode surpreender então quando uma autora conquista assim, é um nome que devemos deixar anotadinho com certeza. Eu nem conhecia a autora, amei a premissa e amei essa capa tb, ja foi pra listinha e espero encontrar em alguma promo da Amazon em breve, quem sabe.

      Beijos

      www.derepentenoultimolivro.com

      ResponderExcluir
    5. Oi, Denise

      Achei a capa fofíssima e essa comparação com FNL bem me interessaria se eu não tivesse achado o enredo tão juvenil. Nada contra histórias do gênero, só não é mais meu tipo de leituras. No mais, acho interessante essa jornada de descobertas da Devon. E como não li Orgulho e Preconceito ainda (lerei ano que vem) ia perder todas as referências! Hahahaha

      Beijos
      - Tami
      https://www.meuepilogo.com

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.