Resenha: Mulheres na Luta

  • 09:00
  • 30 de jan. de 2019
  • Resenha: Mulheres na Luta

    Cedido pela Seguinte pelo NetGalley, Mulheres na Luta - 150 anos em busca de liberdade, igualdade e sororidade é o lançamento da editora para abrir 2019 com chave de ouro; de Marta Breen e Jenny Jordahl, a HQ apresenta os muitos anos de luta feminista, todas as conquistas e o que ainda se sonha alcançar.

    Sinopse: Há 150 anos, a vida das mulheres era muito diferente: elas não podiam tomar decisões sobre seu corpo, votar ou ganhar o próprio dinheiro. Quando nasciam, os pais estavam no comando; depois, os maridos. O cenário só começou a mudar quando elas passaram a se organizar e a lutar por liberdade e igualdade. Neste livro, Marta Breen e Jenny Jordahl destacam batalhas históricas das mulheres — pelo direito à educação, pela participação na política, pelo uso de contraceptivos, por igualdade no mercado de trabalho, entre várias outras —, relacionando-as a diversos movimentos sociais. O resultado é um rico panorama da luta feminista, que mostra o avanço que já foi feito — e tudo o que ainda precisamos conquistar.

    As autoras usam as 128 páginas para elaborar tirinhas interessantes e apresentar as figuras femininas que lutaram para fazer do feminismo um movimento crescente, nomes que a história nem sempre se lembra, mas que deveria. Mulheres que lutaram contra a opressão, a submissão, que foram ordenadas a se calar e ergueram a voz mesmo assim.

    A linguagem da HQ torna a história rápida, mas é excelente em passar sua mensagem. Ao mesmo tempo em que fala sobre as opressões e terrores do passado, satiriza pequenos detalhes do patriarcado e da intromissão dos homens na luta pelos direitos das mulheres. Dá espaço para falar sobre o feminismo negro e como elas foram ainda mais apagadas pela história, fala sobre os direitos das mulheres LGBTQ+ em tirinhas sucintas, apresentando o que sofreram e sua luta para se levantar.


    Resenha: Mulheres na Luta

    Eu gostei muito da experiência de leitura e de como foi tão rápida; não tem textos elaborados ou informações demais. É uma indicação excelente para quem quer conhecer um pouco sobre o começo do movimento feminista e está sem tempo para pegar obras mais trabalhadas - é uma porta de entrada perfeita para curiosos(as) a respeito do que foi e é o feminismo, de como as ondas do movimento se propagaram, quem esteve por trás de cada uma delas.

    Como eu li o e-book cedido pela NetGalley, acabei perdendo a beleza que deve estar a versão física; a diagramação não é perfeita e acabou dificultando um pouco a leitura, mas não atrapalhou. Já se tornou um dos meus favoritos do ano e eu amo a Editora Seguinte por trazer esse título para cá, especialmente nos tempos que estamos enfrentando.


    Resenha: Mulheres na Luta

    Mulheres na Luta é um livro rápido e interessante sobre a voz das mulheres em sua diversidade; fala sobre as muitas lutas que atravessaram gerações e se moldaram de acordo com as conquistas e recuos. É um "must read" para todo mundo.

    Título original: Kvinner i kamp
    Autora: Marta Breen e Jenny Jordahl
    Editora: Seguinte
    Gênero: HQ | Não-ficção
    Nota: 5
    Skoob


    GOSTOU DA NOSSA RESENHA? ENTÃO AJUDE O BLOG COMPRANDO ATRAVÉS DO NOSSO LINK!

    1. Oii, parece ser muito legal. É ótimo para alguém que esteja iniciando a leitura na vida. Com certeza foi pra começar com chave de ouro 2019, com esse livro ^-^

      Jardim de Palavras

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Melissa!
        Livros sobre feminismo são extremamente necessários sempre, e essa hq é um ótimo exemplo de conteúdo histórico pra falar sobre a luta <3 foi um lançamento genial da editora, super recomendo!

        Beijos.

        Excluir
    2. Oi Nizz!
      Parece ser uma HQ incrivel. Eu vi sobre a leitura enquanto voce postava nos stories e ja quis ler desde la. Nao so pela mensagem mas o traço também ta legal nas ilustrações.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, David!
        SIM É SIM AKASBUOASBOASGBU os traços são muito bonitinhos e divertidos, aí tu soma isso com o texto cheio das alfinetadas e extremamente poderoso e boom, favorito!

        Beijos.

        Excluir
    3. Oi Denise, tudo bem? Eu nunca li uma HQ, acredita... não tenho muito interesse, mas acho o assunto dessa extremamente importante, atual e necessário de ser falado. Beijos, Adri
      Espiral de Livros

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, flor! Tudo bom e contigo?
        Ahhh se tu quiser um ponto inicial pra ler HQs, super indico essa. Tu lê em uma sentada, literalmente. É bem rapidinha, informativa e cheia de informações importantes <3

        Beijos.

        Excluir
    4. Olá, Denise.
      Já quero ler essa HQ. A edição física deve estar linda. Acredito que esse tipo de livro é necessário porque infelizmente ainda tem gente que não sabe o que é feminismo. Conheço muita gente que acha que é o contrário de machismo, inclusive mulheres que pensam isso.

      Prefácio

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Sil!
        A edição física deve estar DIVINA, tô louca pra comprar.
        E SIM, exatamente. Essa hq ilustra e fala de maneira bem sucinta, mas bem informativa, sobre o nascimento e o desenvolvimento da luta, sobre como as reivindicações evoluíram e vão continuar assim. Dá voz ao feminismo interseccional maravilhosamente bem também - é a história do FEMINISMO, não só do branco.
        É bem triste quando a gente conversa com as pessoas e entende a visão errada que elas têm do movimento, por isso títulos assim são tão importantes <3

        Beijos!

        Excluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.