Resenha: Adulta sim, madura nem sempre

  • 09:00
  • 11 de jun de 2019
  • Resenha: Adulta sim, madura nem sempre

    Adulta sim, madura nem sempre, escrito pela Camila Fremder e publicado pela editora Paralela - que cedeu este exemplar para resenha. É um conjunto de crônicas que conta um pouco sobre a vida adulta e um pouco da gravidez da Camila.

    Sinopse: A vida adulta chega de uma hora para outra e nem sempre estamos preparados para ela. E tudo bem. Um dia você é a jovem moderna que ouve música alta e incomoda a vizinha. Num piscar de olhos é você quem está interfonando para o porteiro e reclamando, aos berros, do som da garota que mora no andar de cima. O que aconteceu? Simples: a vida adulta chegou. Quer dizer, não tem nada de simples. Como Camila Fremder mostra neste seu novo livro, a vida adulta costuma chegar de uma hora para outra, sem avisar, sem um curso preparatório, sem nada. Ou pelo menos é assim que a gente se sente. E a consequência disso é muito estranhamento, reflexões e boas risadas. Saem de cena as noites agitadas e os dias sem grandes preocupações, sendo substituídos por fraldas (no caso de quem tem filho), boletos e muita paranoia com a aparência. Com observações perspicazes e bom humor, Camila nos ajuda a entender e aceitar melhor essa transição. Um livro que você não vai conseguir largar. A menos que o bebê acorde ou esteja na hora de você correr para o batente.


    Camila é uma adulta como muitos outros, com seus pouco mais de 30 anos, um filho e produtora freelancer. Ela conta um pouco como é, de repente, não ser mais aquela jovem que faz coisas loucas com expectativas do que é ser adulto. Agora  é essa adulta que esperava ser? Definitivamente não. Mas que o tempo passou rápido de mais e ela nem se deu conta que virou adulta, isso sim.

    Eu odeio quando pergunto para uma pessoa quantos anos ela tem e ouço de volta um "Quantos anos você acha que eu tenho?" O que é isso, gincana de idade?

    A autora é muito divertida e isso se reflete na escrita dela. Dei muitas risadas durante a leitura e depois de alguns livros bem pesados, ele caiu como uma luva. Se você está numa ressaca literária, eu recomendo, viu?


    Resenha: Adulta sim, madura nem sempre

    O mais engraçado não é somente a visão bem-humorada da Camila diante das situações do cotidiano, mas como elas são extremamente reais e comuns da nossa vida também. Situações que poderiam ter acontecido facilmente comigo ou com você.

    - Mãe, tô velha.
    - Como assim?
    - O cara do semáforo um pano de prato.
    -É por isso que você tá velha, Camila?
    - Não, to velha porque comprei. Poxa, mãe, três panos por 10 reais!

    Boa parte do livro são sobre crônicas durante a gravidez da Camila, apesar de ainda estar bem longe da fase de ter filhos e muito mais na fase que ela descreve no início do livro como "putz, virei adulta e agora?", não me senti excluída na leitura em nenhum momento e me senti mais preparada pra encarar, daqui uns vários anos, uma gravidez. Já sabendo que tudo que eu idealizei vai estar errado e eu vou pagar a minha língua e que estou 100% errada achando que tô preparada para qualquer coisa.

    - Oi, você tem prendedor de chupeta?
    - Para menino ou para menina?
    - Para chupeta.

    O livro é extremamente leve e divertido. Tudo o que poderia ser um desastre e motivo para lamentações por parte da Camila, vira algo divertido e acho que isso diz muito sobre como poderíamos levar a vida. Aí entra um pouco do auto-ajuda do livro, por que a gente se lamenta tanto, podendo ter uma visão divertida da vida? Por que errar ao ser adulto é um problema e a gente se martiriza tanto?

    Com essa pegada de auto-ajuda bem divertida que a leitura se torna bem fluida e um piscar de olhos você já acabou o livro. 

    Título original: Adulta sim, madura nem sempre
    Autor: Camila Fremder
    Editora: Paralela
    Gênero: Crônicas Brasileiras
    Nota: 5

    1. Super vale ao viArtigo interessante esta que acabei de ler aqui em seu blog, estou acompanhando seus artigos alguns dias e são muitas informações interessante gostei.

      Super vale ao vivo
      vo

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii,
        Obrigada, fico feliz que você tenha gostado
        Beijos

        Excluir
    2. Ou, Raquel!
      O título desse livro super me representa. Morri com a parte do pano mas não julgo; amo ficar babando nos utensílios de casa que não posso comprar hahahhahah
      Beijos
      https://balaiodebabados.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii!
        Bate aqui o/ também super me representa. Amo entrar em lojas de utensílios, me coloca num 1 a 99 que eu piro! Amei essa parte do pano, me identifiquei demais!
        Beijos

        Excluir
    3. ah adorei e já super me identifiquei! quem nunca se sentiu despreparada pras responsabilidades da vida adulta né

      www.tofucolorido.com.br
      www.facebook.com/blogtofucolorido

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii!
        Sim, a vida adulta bate na gente e nem reparamos. O livro é ótimo, deixa as nossas loucuras do dia-adia mais leves
        Beijos

        Excluir
    4. Olá, Raquel.
      Eu não gosto muito de livros de auto ajuda, mas me interessei bastante por esse. Eu super me identifiquei com um dos quotes que você selecionou. Hoje em dia fico compartilhando promoções de leite e produtos de limpeza com as amigas hehe.

      Prefácio

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii!
        Também não curto auto-ajuda, mas esse é muito bem humorado e divertido, a parte de auto-ajuda fica até de lado. As quotes são ótimas!
        Beijos!

        Excluir
    5. Oi Raquel, eu já fiquei encantada pelo título! E pela resenha a narrativa é bem humorada, tudo que eu preciso no momento!

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii
        Ele é ótimo, vim de um livro muito pesado pra ele, foi um alívio!
        Beijos

        Excluir
    6. Adorei seu esse seu artigo, realmente é um dos melhores blog que estou visitando. Suas postagens são excelente! Parabéns!

      Já até salvei em meus favoritos ❤️..

      Meu Blog: Ganhei na Loteria

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada! Fico feliz que tenha gostado!
        Beijos

        Excluir
    7. Oi, Raquel
      Eu acho legal esse bom humor da autora ao falar sobre dúvidas que a gente adquire com o tempo e com o avançar da maturidade. Será que conseguiremos tudo aquilo que desejamos quando mais novos? Provavelmente não, mas é sempre bom lidar com a situação com muita boa vontade pra não morrer né?
      Eu queria ter lido mas fiquei com preguiça de pedir a ARC, agora me arrependi.
      Beijo

      http://www.capitulotreze.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii!
        Sim, ela trata as coisas de forma super leve. Achamos que tudo se resolve magicamente quando viramos adultos e não é bem assim. E tudo bem não estar tudo bem. O livro é ótimo, leia se tiver a oportunidade, vale a pena.
        Beijos

        Excluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.