Resenha: O Peso do Pássaro Morto

  • 09:00
  • 1 de ago de 2019

  • Por recomendação de uma amiga, fui atrás de O Peso do Pássaro Morto. Pedi de presente de natal alguns livros para o Kindle, e dentre eles, esse. A história é comovente e forte, tudo ao mesmo tempo.

    Sinopse: A vida de uma mulher, dos 8 aos 52, desde as singelezas cotidianas até as tragédias que persistem, uma geração após a outra. Um livro denso e leve, violento e poético. É assim O peso do pássaro morto, romance de estreia de Aline Bei, onde acompanhamos uma mulher que, com todas as forças, tenta não coincidir apenas com a dor de que é feita.

    O Peso do Pássaro morto foi vencedor do "Prêmio São Paulo de Literatura 2018" na categoria "Melhor Romance de Autor Estreante com Menos de 40 anos". Com apenas 168 páginas, é livro curtinho. Publicado pela Editora Nós, marcou a estreia da autora paulistana Aline Bei neste universo romancista.

    O livro fala sobre perdas; diversas perdas da protagonista ao longo de toda história, que, apesar de ser um romance, é escrito de maneira poética. O Peso do Pássaro Morto começa leve e aos poucos vão surgindo nuances cada vez mais sombrias.

    A história é contada meio em prosa meio em poesia e, apesar disso, é muito simples de ser compreendido. É lindo, delicado e ao mesmo tempo me tirou o ar em diversos momentos. Me fez refletir sobre muitas coisas em diversas passagens. Uma delas foi essa:

    "o moleque não era nem nascido e
    já tinha gente pensando
    na sua
    profissão. o trabalho é
    por tantas vezes
    a maior tristeza da vida de uma
    pessoa e é só nisso
    que certos pais pensam, no filho
    crescendo e sendo alguém sendo
    que esse ser alguém envolve tudo
    menos Ser."

    A autora optou por escrever  sem ocupar toda a página, utilizando formato poesia. Para mim, essa foi a mágica. Mesmo neste formato, é possível ler e imaginar como se estivesse lendo um romance convencional. No começo é um pouco estranho, mas depois o texto flui.

    Li em 2 ou 3 horas, ele é intenso e não dá vontade de parar enquanto não acabar. Mesmo sabendo que se tratava de um livro de perdas, confesso que torci para que a protagonista parasse de perder. Não precisava ganhar, só parar de perder.


    A autora consegue retratar a morte e o sofrimento de maneira muito simples. Não só a morte de pessoas que desencarnam mas a morte de pessoas vivas, a morte de quem morre dentro da gente. De quem a gente escolhe matar.

    É possível adquiri-lo na Amazon em versão física ou e-book. Ele também está disponível gratuitamente para assinantes do Kindle Unlimited. 

    Título original: O Peso do Pássaro Morto
    Autora: Aline Bei
    Editora: Nós
    Gênero: Ficção | Romance
    Nota: 5

    1. Oi Denise, tudo bem?
      Achei super "fora da caixa" esse livro, por contar uma história que, apesar de ser prosa, é narrada como poesia. Achei demais e muito criativo. Confesso que, apesar de realmente parecer super triste, fiquei curiosa para conhecer.
      Beijos,

      Priih
      Infinitas Vidas

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Priih, tudo bem?
        Olha, confesso que é bem triste sim, mas é tão bem escrito que você sente muito amor pela história também, rs. Se tem curiosidade, super recomendo <3

        Excluir
    2. Oi Denise,

      Que livro interessante! Confesso que não é muito meu tipo de leitura, mas fiquei feliz em conhecer mais da obra e saber que o livro foi vencedor de um premio.


      Bjs e uma boa semana!
      Diário dos Livros
      Conheça o Instagram

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii, Jessica. Tudo bem?
        Poesia anda meio em baixa mesmo ultimamente, mas esse livro é incrível. Vale dar uma chance, rs.
        bjs

        Excluir
    3. Oi Luiza, td bem?
      Eu tô querendo muuuito ler esse livro tbm, parece ser lindo!
      Eu gosto demais desse tipo de história, e esse toque de poesia deve deixá-la bem diferente!
      Bjs
      http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oii, Carol! Tudo ótimo por aqui e você, tá boa?
        Esse livro é sensacional, super recomendo. Não vai se arrepender. bjss

        Excluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.