Controle remoto: Wandavision - Queria Estar Lendo

Controle remoto: Wandavision

Publicado em 6 de mar. de 2021

Controle remoto: Wandavision

Wandavision é a primeira série original do Disney+ lançada pelo MCU - o universo cinematográfico da Marvel - e encerrou sua primeira e única temporada dia 05 de março. Com uma trama que explora realidades alternativas e o porque Wanda e Visão estão vivendo uma sitcom depois de todo o caos com a Guerra Infinita, foi um dos melhores roteiros que a Marvel já entregou pra gente.

Se você está um pouco perdide em todos esses nomes, vou tentar fazer um resumão - mas esses resumos vão ter spoilers dos últimos filmes do MCU, principalmente Guerra Infinita e Ultimato!

Wanda perdeu Visão para a briga com o Thanos, enquanto o grandalhão roxo buscava pelas joias do infinito. Depois, foi estalada e permaneceu entre os desaparecidos do estalo por cinco anos; com a reconstrução da manopla pelas mãos do Stark e o estalo do Hulk em Ultimato, todos voltaram - mas o Visão não, porque ele morreu antes.

Eis que Wandavision começa em preto e branco, com uma plateia risonha de fundo, e nossos conhecidos Wanda e Visão vivendo uma vida em meio a um bairro humilde numa cidadezinha esquecida por deus. Tudo parece normal, com exceção dos fatos de que o Visão deveria estar morto, a Wanda não parece se lembrar da guerra e de quem realmente é, e os dois têm escondido suas identidades e poderes para não atrapalhar a normalidade de Westview.

Controle remoto: Wandavision

Aos poucos, a série explora o que está acontecendo. Aborda, a cada episódio, alguns clássicos de comédia da televisão, releituras de sitcoms famosas para seus personagens viverem. Aos poucos, começamos a entender o que é esse lugar, o que está acontecendo, e ficamos mais e mais na curiosidade e ansiedade de ter todas as respostas.

Quem causou tudo isso? Por que a Wanda e o Visão não se lembram do mundo lá fora? Ou eles se lembram e estão fingindo que não? Por que o Visão está vivo? Quem são as pessoas da cidade? O que está além dela?

Como uma boa história da Marvel, e dessa vez num formato que a gente ainda não tinha visto - não apenas pelo cenário em que a Wanda e o Visão estão inseridos, mas também por dividir nossa atenção entre nove episódios e não duas horas corridas de filme -, Wandavision conquista pelo carisma, pelo desenvolvimento dos personagens e pelas surpresas ao longo do caminho.

Eu, honestamente, senti que ganhei na loteria com essa série.


Não dá pra falar de Wandavision sem comentar o brilhantismo do roteiro e a maneira sensível com que os realizadores trataram a Wanda no decorrer da série. Depois de tudo que ela perdeu e sacrifício, quando finalmente entendemos o que ela sofreu, o que custou a ela, é tudo muito doloroso, e muito triste, e muito bem trabalhado.

Wanda Maximoff segue uma das melhores personagens do MCU, e agora com seu devido espaço para crescimento e amadurecimento. Essa série também entregou um dos diálogos mais bonitos de toda a franquia de filmes, entre ela e o Visão. A Elizabeth Olsen claramente deu seu coração e alma para a personagem e eu mal posso esperar para ter mais dela no decorrer dos filmes, porque ô personagem pra amar!

Controle remoto: Wandavision

O Visão, aliás, está um show a parte. Irreverente, com espaço para brilhar nos seus momentos mais sérios e dramáticos também; o mistério a cerca da sua existência e vida ali instiga muito você a continuar assistindo e entendendo e, conforme as respostas chegam, o desespero chega junto.

Wandavision também abre alas para reviravoltas e chutes na porta de novos plots no universo cinematográfico. Tem ligação com o Multiverso da Loucura, próximo filme do Stephen Strange que já tem a presença da Wanda confirmada, e também fala sobre coisas que podem acontecer em outros filmes de figuras importantes, tudo pelas participações especiais dos coadjuvantes.

Deus abençoe o Agente Woo (Randall Park) e a Darcy (Kat Dennings) pelos seus retornos e pelo carisma absurdo que seus atores carregam. Também exalto tudo que a entregou como Monica Rambeau (Teyonah Parris), ainda que valha a pena deixar o mistério do que ela está fazendo na série porque tudo que acontece com ela é MARAVILHOSO DEMAIS! E a Kathryn Hahn como a Agnes, vizinha da Wanda, que é muito engraçada e tá nos melhores momentos da série.

Do começo ao fim, você vai rir e chorar e se emocionar, e vai encontrar uma história fechadinha com dois ganchos depois dos créditos da finale (lógico, Marvel) para o futuro dos personagens que eles envolvem. Eu tô morrendo de ansiosa pros próximos filmes e para as próximas séries (Falcão e Soldado Invernal estreia dia 19 eu vou DESMAIAR), então corre lá no Disney+ assistir Wandavision!

12 comentários:

  1. Olá,
    ah, eu fiquei acompanhando todos os spoilers pelo Twitter super me segurando pq fiquei esperando finalizar pra assistir. Não ia aguentar esperar.
    Darcy é minha coadjuvante favorita do MCU, já estou pronta para os surtos.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nana!
      O twitter tava impossível a ponto de eu acordar MAIS CEDO toda sexta pra assistir antes de acessar a internet. Galera não mede os spoilers, é ridículo.
      Darcy rainha de tudo, eu quero mais dela no que vai vir pro futuro!

      Bjs!

      Excluir
  2. Oi De,
    Eu AMEEIIIIIIIIIII! Wanda é uma das minhas personagens preferidas, sempre soube do seu potencial, sempre acreditei que ela seria a mais poderosa de tooooooodos!
    A série não deixou nada a desejar!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alê!
      Foi MARAVILHOSOOOOOOOOOOO ver o potencial da Wanda finalmente sendo explorado. Strongest avengers S-I-M! Agora haja nervos pra aguentar até o Multiverso da Loucura KJNAOUFBSAUOGSA

      Bjs!

      Excluir
  3. Oi, De, tudo bem?
    Estou assistindo e gostando muito!
    O único problema é que eu já sabia o que acontece por saber o que rola nas HQs, então essa parte do mistério não "existiu" pra mim e tirou um pouquinho da graça. Mas fora isso tô me divertindo!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pri! Tudo bom e contigo?
      A parte da Wanda e a realidade foi bem óbvio mesmo, inclusive a treta lá com você-sabe-quem, mas o MOTIVO realmente eu achei bem original. Todas as teorias estavam mirando em um causador, e a Marvel manteve o pé no chão. Eu gostei bastante da resolução, foi fiel as ideias novas que trouxeram pro MCU.
      Agora é esperar pelo Multiverso da Loucura!

      Bjs!

      Excluir
  4. Oi Denise! Todo mundo falando bem desta série e eu estou bem curiosa para conferir. A protagonista sempre foi uma das minhas preferidas no Universo Marvel e quero ver como se saiu nesta série só dela. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cida!
      Você vai adorar então, deram muito espaço pro desenvolvimento da Wanda e não caíram no clichê de 'louca e poderosa' de sempre <3

      Beijos!

      Excluir
  5. Oi Denise, tudo bem?

    A Wanda é uma das minhas personagens favoritas do Universo da Marvel e estou bem curiosa para assistir essa série. Porém vou ter que esperar um pouco, já que no momento não estou podendo assinar mais nenhum serviço de stream (rs...).

    Beijos;***
    Ariane Gisele Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ariane! Tudo bom e contigo?
      Wanda é meu TUDO, foi tão incrível ver ela com destaque e espaço pra crescer e passar por tudo que tinha pra passar. Tu vai adorar quando conseguir assistir!

      Bjs!

      Excluir
  6. Oi Denise,

    Eu gostei muito da abordagem do luto, mas confesso que não gostei do arco final, Darcy foi esquecida no churrasco (tudo bem que foi por conta da pandemia), mas achei que prejudicou bastante e esperava mais da Monica também, sem contar a pegadinha do Pietro. Então eu gostei, mas com ressalvas rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi!
      Eu achei que foi tudo bem pé no chão. A questão do Pietro foi só zoeira da Marvel - até porque não faria sentido ser ELE MESMO ou já enfiarem um mutante sem origem né. A questão da Monica foi introdução de herói, meio a vibe da Wanda em Era de Ultron :v agora vai vir Invasões Secretas e Capitã Marvel 2 pra personagem/heroína ter o destaque e história que precisa. Foi o MCU dando os empurrõezinhos né, padrão UHSAUHASUHSHAU
      E a Darcy realmente, mas não dá pra culpar quando o problema é pandemia :/ fizeram o que deu. Ainda acho que ela volta pra mais histórias.

      Bjs!

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!



@QueriaEstarLendo