Resenha: O Mar sem Estrelas - Erin Morgenstern - Queria Estar Lendo

Resenha: O Mar sem Estrelas - Erin Morgenstern

Publicado em 28 de jun. de 2021

Resenha: O Mar sem Estrelas - Erin Morgenstern

O Mar sem Estrelas, lançamento da Morro Branco aqui no Brasil, é uma história difícil de explicar, mas absolutamente a coisa mais linda que eu já li. O livro da Erin Morgenstern fala sobre amor e aventuras e sobre histórias, acima de tudo.

Se você gosta de livros assim, vai curtir conhecer:

Zachary Ezra Rawlins não sabia que, em sua infância, ao virar as costas para uma estranha porta desenhada na parede, estaria mudando sua vida para sempre. Quando sua história aparece em um misterioso livro na biblioteca da universidade, ele fica fascinado com a ideia de estar intrincado a outras infinitas histórias sobre um lugar chamado "o mar sem estrelas".

Conforme vai desvendando o mistério e se aproximando cada vez mais do que imagina ser a resposta, o livro nos apresenta essas outras histórias para explicar que tudo está conectado a algo maior do que esperávamos.

Estranho, não acha? Amar um livro. Quando as páginas se tornam tão preciosas a ponto de parecerem parte da sua própria história.

O Mar sem Estrelas é um livro bizarro e, por isso, tão maravilhoso. Ele não é fácil de explicar e de entender justamente por lidar com coisas abstratas como magia e fantasia e histórias; todo tipo de história. O que a Erin faz, aqui, é construir o mito do mar sem estrelas e desenvolver suas tramas ao redor do que é esse lugar encantado e perdido.

Falar sobre essa história sem revelar demais também é um problema, porque acho que a graça de O Mar sem Estrelas está justamente em como o livro é misterioso e como sustenta seus mistérios muito bem. As respostas chegam quando têm que chegar, e algumas vêm de maneiras mais misteriosas ainda. Você entende o que está acontecendo conforme se familiariza à ambientação estranha construída no desenrolar da trama principal - que segue o Zachary.

O Zachary, aliás, que personagem! Apaixonado por videogames e livros, ele se vê envolvido nesse esquema que parece quase mágico ao ver seu passado nas páginas de um livro que ninguém conhece e nunca ouviu falar.

Resenha: O Mar sem Estrelas - Erin Morgenstern

Entender as linhas que o destino traçou para ele é essencial para que ele entenda onde sua história realmente começou - e, quem sabe, onde termina.

Eu gostei demais da personalidade em parte determinada, em parte confusa dele. Zachary sai pisando em ovos na situação toda e nunca foi o tipo de cara que toma decisões e as mantém firmemente, mas ele quer saber. Ele quer entender. Ele quer, acima de tudo, viver a promessa que havia no livro, caso ele tivesse seguido em frente naquela porta misteriosa desenhada na parede.

Nem todas as páginas falam com todos os ouvintes, mas todos os ouvintes vão encontrar uma história que o faça em algum momento, em algum lugar.

Há outros personagens importantes para o desenrolar da história do Zachary - que ganham suas histórias individuais com o tempo. Todos são essenciais ao que está acontecendo. Todos estão, de alguma maneira, conectados ao mar sem estrelas; ao que ele representa, ao que é.

Meu segundo favorito foi o Dorian. Não vou me estender falando sobre ele, mas tudo que o envolve está ligado ao Zachary. Todas as suas escolhas e decisões os colocam no mesmo caminho, e é mágico acompanhar a aproximação e os sentimentos que nascem disso.

Vale pontuar que esse livro é protagonizado por um homem gay, e é um fato que está ali e importa ao personagem e sua vivência e é um fato tratado com a naturalidade com que deve ser. Eu amei, eu sofri, eu amei e sofri pelo coração do Zachary e por tudo que ele experimenta nessa jornada.

O que aconteceria com os dias e as noites se o Tempo tivesse o coração partido?

O Mar sem Estrelas é uma história sobre histórias. O modo com que a autora fala sobre a beleza dos livros, das narrativas, da infinidade de possibilidades que existe no virar de uma página, no desenrolar de uma trama, no fim de uma personagem, tudo isso é encantador. Fala com a gente especialmente porque o coração de um leitor está nesse livro; eu me vi em cada declaração de amor às palavras, às histórias.

E também me vi na maneira super realista e gentil com que ela se referia aos jogos também. Cansei de ler livros que não enxergam a beleza dos videogames como eles são: histórias. Histórias para rir e chorar e para viver, assim como livros. O Zachary vê isso e expressa isso bem demais.

Resenha: O Mar sem Estrelas - Erin Morgenstern

A verdade é que eu queria ficar aqui horas e horas falando sobre como esse livro foi especial, único e arrebatou meu coração para sempre. Como eu me emocionei (a ponto de chorar e soluçar) com o arco final e como tudo se encaixa tão bem; de maneira triste e bonita. Mas essa é uma daquelas histórias que precisam ser vividas, por isso eu te convido a ler.

Dê uma chance para O Mar sem Estrelas, porque é um livro que precisa ser vivido.

Sinopse: Da autora best-seller de O Circo da Noite, uma história de amor atemporal se desdobra em um mundo secreto debaixo da terra ― um lugar de piratas, pintores e navios que navegam sobre um Mar Sem Estrelas Quando Zachary Ezra Rawlins descobre um misterioso livro escondido na biblioteca de sua universidade, isso o leva a uma busca como nenhuma outra. Em meio a suas inebriantes narrativas sobre prisioneiros apaixonados e cidades perdidas, ele se depara com algo impossível: uma história de sua própria infância. Determinado a obter respostas que este livro sem título ou autor se recusa a prover, Zachary deve seguir as únicas pistas que encontra na capa – uma abelha, uma chave e uma espada. Em seu caminho, surgem duas pessoas que mudarão o curso de sua vida: Mirabel, uma impetuosa pintora de cabelos cor-de-rosa, e Dorian, um belo e enigmático homem descalço. Navegando por bailes de máscaras e sociedades secretas, este é só o início de uma missão que o levará a um estranho labirinto subterrâneo, às margens do Mar Sem Estrelas. Um mundo maravilhoso de túneis sinuosos, cidades perdidas, amantes eternos e histórias a serem preservadas, custe o que custar…

Título original: The Starless Sea
Autora: Erin Morgenstern
Tradutora: Isadora Prospero
Editora: Morro Branco
Gênero: Fantasia
Nota: 5+


8 comentários:

  1. Oie
    Fiquei super curiosa pelo enredo deste livro, ainda mais que se trata de livros! Leio pouco fantasia, mas fiquei com vontade de ler este.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu sou apaixonada por livros de fantasia e esse super chamou a minha atenção!
    beijinhos,
    www.cafecommands.com

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Já tem um tempo que estou de olho nesse livro e, é claro, fiquei mais animada ainda ao ler sua resenha! Achei a premissa bem legal e muito curiosa pra conhecer esses personagens.
    Dica anotada!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Que livro lindooo! Tenho vontade de conhecer, e acho que vou curtir a história.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler vi suas primeiras impressões e agr essa com o final de sua leitura eu acredito muito que vou me apaixonar por tudo neste livro ambientação no romance nos diálogos emfim louca pra receber e comprar logo meu exemplar🐝💖

    ResponderExcluir
  6. Amiga, eu l, mas temo que não consegui compreender plenamente o desfecho. Gostaria muito de explicações sobre muitas coisas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, migs! Eita, eu tinha achado o final tão amarradinho. O que tu não entendeu do desfecho? Eu tento ajudar se puder, mas sem dar spoilers aqui nos comentários pfvr!

      Excluir
  7. Estou quase acabando de ler esse livro, e achei que tu conseguiu descrever se forma muito linda essa história. Estou lendo aos poucos porque não quero que acabe. Obrigada por compartilhar com todos essa resenha maravilhosa

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!



@QueriaEstarLendo