Resenha: Espere até me ver de coroa - Leah Johnson - Queria Estar Lendo

Resenha: Espere até me ver de coroa - Leah Johnson

Publicado em 29 de mar. de 2021

Resenha: Espere até me ver de coroa - Leah Johnson

Espere até me ver de coroa, o YA contemporâneo da autora Leah Johnson, lançado aqui pela Editora Alt, é uma história sensível e cativante sobre uma personagem ansiosa que precisa sair da zona de conforto para lutar por um sonho.

Liz quer entrar para uma faculdade super conceituada e espera ter a ajuda de uma bolsa de estudos para isso. Quando sua bolsa é negada, ela fica sem chão; sua família não tem dinheiro e não há chance de ela conseguir um financiamento tão rápido assim.

É aí que seu irmão caçula surge com uma ideia: Liz pode concorrer à coroa do baile da escola. Por ser um colégio particular tão conceituado, o baile premia rei e rainha com uma bolsa de estudos, o que daria a Liz sua chance de ouro para a faculdade. Isso, é claro, se sua ansiedade permitir que ela participe das atividades para a corrida pela coroa; isso também, aliás, se ela resistir à presença da nova estudante da escola, uma skatista que parece ter roubado sua atenção.

Espere até me ver de coroa tem tudo que eu amo em YA contemporâneos, e por isso foi uma experiência de leitura tão maravilhosa. A narrativa da Leah Johnson te conquista desde os primeiros capítulos, com uma protagonista carismática, cheia de energia e sonhos e inclusive um pouco depreciativa.

Resenha: Espere até me ver de coroa - Leah Johnson

Liz está sempre lidando com a sua ansiedade, uma presença constante em tudo que faz, motivada por incidentes no seu passado que engatilharam a falta de auto estima e o medo de se arriscar. Em parte pelo racismo da escola, em parte pelo abandono de um melhor amigo, em parte por já carregar esse problema e ele ter se agravado com o tempo.

Como uma pessoa que lida com ansiedade pesada e falta de auto estima, eu me vi muito na Liz. Nos seus momentos mais frágeis, ela falou comigo; e nos momentos em que resolveu se arriscar, ela me deu coragem.

Eu amei como a Leah trabalhou seus sentimentos e como levou tempo até que as saídas da zona de conforto fossem motivadas por bravura, e não apenas por provação ou pelo empurrão de outras pessoas. Liz foi uma protagonista incrível do começo ao fim, e merece o mundo por tudo que conquistou.

Eu nasci realeza. Tudo o que eu precisava fazer era escolher minha coroa.


No quadro de coadjuvantes, Mack, a skatista recém-chegada, é um charme. Ela, diferente da Liz, não tem botão de "pare", então fala e fala e interage e interage e reage ao mundo e o mundo reage a ela. Os opostos entre as duas formaram uma combinação fofa de acompanhar, especialmente quando os flertes se desenvolvem para algo mais. E que algo mais! Que ship mais adorável!

Elas têm alguns problemas no percurso, mas são duas adolescentes lidando com a vida, né? E a Liz, principalmente, lidando com problemas da vida que nenhuma adolescente deveria ter que se preocupar (problemas sociais e raciais na escola, financeiros em casa, a saúde frágil do irmão mais novo).

Resenha: Espere até me ver de coroa - Leah Johnson

Suas melhores amigas foram personagens interessantes - especialmente Gabi, que forma um contraste com as atitudes da Liz no quesito de "você precisa fazer isso mesmo que te desafie porque é para te ajudar!" em momentos extremos. Gerou boas discussões sobre controle e sobre escolher a hora certa, e estar confortável com isso, para tomar atitudes.

Todo o background com o baile foi diferente e inusitado, mostrando choque de realidades entre os outros estudantes e a Liz. Tanto pela cor da sua pele quanto pela sua situação financeira, já que ela está numa escola de elite; são pautas importantes e que têm seu devido destaque dentro da narrativa.

Além disso tudo, Espere até me ver de coroa também é um livro muito divertido. Pelo ship sáfico, pelas peripécias envolvendo o baile, pelos momentos leves que a Liz vive com seus amigos. É tudo muito bom do começo ao fim.

Resenha: Espere até me ver de coroa - Leah Johnson

Para quem tá procurando por uma leitura mais suave e que ainda assim pode arrancar algumas lágrimas, Espere até me ver de coroa é o livro perfeito!

Sinopse: Liz Lighty sempre achou que fosse negra, pobre e estranha demais para brilhar em sua pequena cidade rica e obcecada por festas de formatura. Mas tudo bem, porque ela tem um plano: estudar na renomada Pennington College, onde fará parte de sua conhecida orquestra e, eventualmente, se tornará médica. No entanto, quando Liz descobre que não pode mais contar com a ajuda financeira que esperava, seus planos vão por água abaixo – até ela ser lembrada da bolsa de estudos que sua escola oferece para o rei e a rainha da festa de formatura. Não há nada que Liz odeie mais do que ser o centro das atenções. Ela não quer ter sua vida exposta nas redes sociais, lidar com concorrentes do nível Meninas Malvadas e ser obrigada a participar de uma série de eventos humilhantes. Mas ela está disposta a fazer o que for preciso para estudar em Pennington. A única coisa que torna tudo levemente suportável é a nova garota da escola, Mack. Ela é inteligente, engraçada, e tão estranha quanto Liz. Mas Mack também está na disputa pelo título de rainha. Será que se apaixonar pela concorrência impedirá Liz de conseguir a coroa... ou a colocará direto em sua cabeça?

Título original: You should see me in a crown
Autora: Leah Johnson
Tradução: Solaine Chioro
Editora: Alt
Gênero: YA contemporâneo
Nota: 5

3 comentários:

  1. O título só me lembra a música da Billie Eilish e acho que combina muito bem com a história.
    Queria ainda estar nas vibes dos YA porque tenho certeza eu iria adorar essa história.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olá, Denise.
    Eu já estava interessada nesse livro desde que vi ele aqui mesmo no blog em alguma postagem anterior. Por isso quando vi o ebook esses dias com preço bem camarada na Amazon comprei e está no meu kindle esperando a vez. E agora fiquei ainda mais animada lendo a resenha.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, Denise
    Eu acho que a gente precisa mais ainda de histórias assim, com o protagonista não-branco, lidando com problemas emocionais e psicológicos que tantos adolescentes lidam por aí. É legal se sentir representado pela história, ainda mais quando o problema de um protagonista conversa tanto com a gente. Adicionei na minha wishlist, com certeza!
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!



@QueriaEstarLendo