Resenha: O Duque e Eu

Como todos já devem ter percebido, este livro é um romance histórico. Ou como é comumente chamado, um romance de banca. Sou muito fã deste gênero de leitura, na verdade gosto de quase todos os livros com conotação erótica, e é a estes livros que costumo recorrer quando sofro de ressaca literária. Caso você esteja se perguntando o por quê, eu respondo: normalmente este tipo de livro costuma te proporcionar uma leitura leve, engraçada, e como não poderia faltar, quente.

Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.
 
O Duque e Eu é o primeiro livro da série Os Bridgertons, uma série que narrará em cada livro a história de um dos oito irmãos Bridgertons, e tem como personagem principal Daphne, a quarta irmã na linha de nascimento, e a mais velha das garotas. Daphne é de uma beleza comum e pouco arrebatadora, mas é sua personalidade que a distingue das demais. Enquanto as outras garotas tendem a apavorar os homens ao seu redor, Daphne é compreensiva e gentil com todos, o que acaba fazendo com que eles não a vejam como uma pretendente, mas sim como uma simples amiga. Para piorar a situação sua mãe não para de pressioná-la para que arrume logo um marido, até mesmo uma lista de candidatos ela lhe deu!, mas os candidatos que aparecem não são nada promissores. Daphne precisa achar um pretendente logo, antes que se veja obrigada a escolher entre as péssimas opções que se apresentaram, para que possa casar-se e iniciar a família a qual tanto deseja.

Do outro lado deste romance temos Simon Basset, um solteirão convicto, que acaba de assumir o título de Duque após a morte de seu pai. Simon acaba de voltar a Londres depois de anos viajando e decide comparecer ao baile de Lady Danbury, mesmo após o aviso do amigo Anthony Bridgerton de que não o fizesse, e é lá que ele conhece Daphne, em uma situação um tanto quanto irreverente: em uma tentativa de livrar-se de um pretendente indesejado, e um tanto quanto alcoolizado, Daphne golpeia o infeliz com um soco que acaba o deixando nocauteado, e resta a Simon ajudá-la a contornar a situação.

Ocorre que nos poucos instantes em que permaneceram ali, confabulando, o Duque de Hastings sentiu uma atração quase que irrefreável pela moça desconhecida, até perceber que se tratava da irmã de seu melhor amigo, Anthony. Simon não poderia desonrar a irmã do amigo, por mais tentadora que ela fosse, então o ideal seria afastar esses pensamentos impróprios de sua mente o mais rápido possível. Mas era quase impossível esquecer de Daphne, ou ao menos deixar de compará-la a todas as outra garotas, quando mães se aproximavam como aves de rapina caçando uma presa e carregando filhas e mais filhas a tiracolo. Pobre Simon, mal havia retornado a Londres e já virara o maior e mais cobiçado partido da cidade.

Tentando livrar-se das matronas, cada vez mais ávidas para casá-lo com suas filhas, Simon propõe a Daphne um acordo um tanto quanto inusitado: ele fingirá que lhe faz a corte, o que acalmará os ânimos das mães das garotas solteiras, e também abrirá os olhos dos outros homens sobre Daphne, fazendo com que a vejam como uma mulher desejável e não apenas como uma amiga. O plano parece ter tudo para dar certo, ao menos para Daph, mas o que acontece com este acordo quando o amor falar mais alto que a razão? Nada muito bom pode sair disso, não é mesmo?

Não vou me estender além disso sobre a história, quem quiser saber mais vai ter de ler o livro. Julia Quinn acertou muito com a história, confesso que não seguiu o padrão que eu esperava. Simon é um personagem muito interessante, nada muito fora do padrão dos livros deste gênero, mas que é interessante ver como seus atos realmente são justificados pela sua história, e não apenas por serem necessário para o bom prosseguimento do livro. Julia deu uma história muito boa para nosso querido Simon, e a explora desde o início, o que possibilita uma melhor compreensão do personagem. Daphne é uma personagem comum, mas agradável, e acho difícil alguém ter ressalvas sobre ela. Uma personagem muito interessante da história também é Lady Whistledown, colunista da "Revista de Sociedade de Lady Whistledown", um folhetim responsável pelas maiores e melhores fofocas sobre a sociedade londrina. Ninguém sabe quem ela é, mas ela parece saber de tudo sobre todos. Lady Whistledown é quase uma Gossip Girl da Londres do século XIX. 

Recomendo a leitura de O Duque e Eu, é um livro pequeno e que vai lhe divertir muito, garanto. Tenho algumas ressalvas quanto a alguns acontecimentos do final, que eu creio poderiam ter sido melhor trabalhados, mas é um livro muito bom no geral. Leiam, leiam e leiam. E depois venham comentar comigo!

Título: O Duque e Eu - Os Bridgertons
Autor: Júlia Quinn
Editora: Arqueiro
Nota: 4

Maiores informações em: Skoob | Autor | Saraiva | Submarino | Americanas

Share this:

, , , , ,

COMENTÁRIOS

10 comentários:

  1. Duda,já havia ouvido falar desse livro mas ainda não o li. Curti a sua resenha e sua opinião sobre ele <3

    Beijos,
    Caroline.
    http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi neném, obrigada pelo comentário. Indico o livro caso tu goste do gênero, é realmente bem legal. Fico feliz que tu tenha curtido a resenha, volte mais vezes! :)

      Att.,
      Eduarda Henker
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br

      Excluir
  2. To querendo comprar esse livro há um tempao
    mas nunca o compro =/
    Eu gosto de romance de banca, mas geralmente eu leio
    os mais contemporâneos.
    http://triplobooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, tudo bem?
      Dê uma chance para o livro, eu gostei muito dele! Eu sou bem o contrário, adoro um romance de banca, mas preferencialmente os históricos. ehehehe

      Obrigada pelo comentário!

      Att.,
      Eduarda Henker
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br

      Excluir
  3. Duda!
    quero muito ler esse livro!
    Gostei da forma colo colocou a resenha!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rizia, querida, bom te ver por aqui novamente!
      Menina, leia o livro. Garanto que não vai se arrepender.
      Obrigada pelo comentário, e fico feliz que tenha gostado da resenha. :)

      Att.,
      Eduarda Henker
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br

      Excluir
  4. ahhhh, eu adoro esse livro! conheci a série há alguns anos, bem antes de lançar no Brasil e li até o terceiro. Adoro romances do tipo, rs.
    bjus
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é muito legal, né?
      Adoro a história do Simon, foi MUITO bem construída!
      Então, eu cheguei a pegar o segundo livro pra ler só que acabou me faltou tempo, mas eu estou louca pelos próximos livros! :D
      Obrigada pelo comentário!

      Att.,
      Eduarda Henker
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br

      Excluir
  5. Eis um livro que estou louca para ler! Amo romances históricos e acho que vou adorar a leitura de O Duque e eu *O*.

    Beijos.

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sammy, querida, posso te garantir que tu vai adorar!
      Depois que tu ler o livro, venha comentar comigo!
      Obrigada pelo comentário, :)

      Att.,
      Eduarda Henker
      http://blogsomaisum.blogspot.com.br

      Excluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!