Resenha: Mulheres Extraordinárias - Charlotte Gordon - Queria Estar Lendo

Resenha: Mulheres Extraordinárias - Charlotte Gordon

Publicado em 22 de jan. de 2021

Resenha: Mulheres Extraordinárias

Mulheres Extraordinárias é um livrão fabuloso lançado pela Editora Darkside - que cedeu este exemplar para resenha. Através de capítulos intercalados, Charlotte Gordon relata toda a vida de Mary Wollstonecraft e Mary Shelley. Mãe e filha que nunca se conheceram, mas que carregaram a ligação de amor e devoção por toda vida.

Eu sou fissurada pela história da Mary Shelley. Um estudo biográfico dela quase foi meu tema de TCC, mas tive que mudar em cima da hora por causa de algumas regras da faculdade - partiu meu coração porque eu já estava pesquisando, tinha inclusive comprado a maior biografia já publicada a respeito dela, escrita por Miranda Seymour. Miou o esquema, vida que segue.

Eis que a Darkside anuncia a publicação de Mulheres Extraordinárias que acompanha não apenas a vida da Mary filha, mas da Mary mãe - Wollstonecraft é considerada uma das fundadoras do feminismo; redigiu Reinvindicação dos Direitos da Mulher e se tornou um ícone da luta, denunciando e lutando contra a exclusão das mulheres na sociedade do século dezoito.

Resenha: Mulheres Extraordinárias

Mulheres Extraordinárias traça um paralelo interessante entre as vidas da mãe e da filha. Wollstonecraft morreu alguns dias depois do nascimento da sua Mary, por complicações no parto, mas se tornou um eco em tudo que a filha fez e conquistou. Mary buscava a aprovação e o reflexo da mãe em sua vida, mesmo sem ter tido a chance de conhecê-la.

Eu fiz uma leitura rápida desse livro para trazer a resenha até aqui, e agora vou fazer outra leitura, muito mais lenta e gradual, para apreciar todo e cada detalhe que a autora trouxe sobre essas duas mulheres grandiosas.

Esse é um livro para estudar. Para ler e absorver o poder que as duas carregavam, a voz que elas entregaram ao mundo. Wollstonecraft foi revolucionária em relação aos direitos das mulheres e a expor ao mundo o quanto havia a se mudar; Shelley foi revolucionária para a História dando vida a um livro que é considerado o fundador da ficção científica, além de ter rompido paradigmas e de ter se mostrado uma mulher que daria orgulho à sua mãe.

Resenha: Mulheres Extraordinárias

O impacto desse livro está em cada capítulo. Desde os primórdios da história de Wollstonecraft, de sua origem conturbada, com uma família complicada, um pai regado a álcool e dívidas, e as mudanças constantes que nunca a relegaram a um lar fixo. Shelley, por outro lado, viveu com a inconstância da solidão, o fato de ser uma criança brilhante e uma menina brilhante com o privilégio de expor sua voz ao mundo, sendo filha de um filósofo interessado em ver suas ideias ganhando vida.

Eu poderia passar horas falando sobre a novela conturbada que foi a vida da mãe e da filha, e de como linhas intrincadas as ligavam mesmo depois da morte da primeira, mas eu incentivo você a procurar por Mulheres Extraordinárias. A ler. A conhecer mais sobre essas duas figuras atemporais.

Mary Wollstonecraft e Mary Shelley deixaram legados inestimáveis para a humanidade. Na luta pelos direitos femininos, na literatura, na História como um todo.

Resenha: Mulheres Extraordinárias

Não apenas é um livro perfeito e uma obra grandiosa pela quantidade de informações que entrega a quem está lendo, é também uma edição primorosa como todas que a Darkside entrega pra gente. Tem uma diagramação linda e, num geral, é o tipo de livro que você quer expor para o mundo.

Mulheres Extraordinárias - As Criadoras e a Criatura explora tudo sobre o passado dessas duas grandes mulheres. Seus feitos, suas relações com pessoas importantes, seu amor pelo mundo e por mudanças, o peso do luto e o que significou em suas conquistas. É um livro enorme, não pelas páginas, mas pelo tamanho da beleza que é conhecer essas duas figuras históricas.

Sinopse: Mary Wollstonecraft e Mary Shelley nunca se conheceram de fato. Ainda assim, suas histórias estão inevitavelmente entrelaçadas por escolhas, sonhos e tragédias curiosamente similares. Ambas se tornaram escritoras famosas. Apaixonaram-se por homens geniais e impossíveis. Foram mães solteiras, com filhos fora do casamento. Viveram em exílio. Lutaram por uma posição na sociedade. Desafiaram os costumes da época. E eram mãe e filha. De um lado, a autora de Reivindicação dos Direitos da Mulher, uma das obras fundadoras do feminismo, que denunciou a exclusão das mulheres aos direitos básicos no século 18. De outro, a criadora de Frankenstein, verdadeiro ícone do terror — e primeiro livro a ser lançado na coleção Medo Clássico da DarkSide® Books. Mulheres Extraordinárias: As Criadoras e a Criatura, biografia premiada assinada pela poeta e biógrafa Charlotte Gordon, enreda as vidas de Wollstonecraft e Shelley em uma verdadeira jornada entre gerações visionárias: duas mulheres que, embora tenham vivido poucos dias na companhia uma da outra — Wollstonecraft morreu dez dias depois de dar à luz, de febre puerperal —, compartilham um legado literário transformador. Por anos, estudiosos subestimaram o impacto de Wollstonecraft sobre Shelley; vistas como figuras desvinculadas que representavam filosofias e movimentos literários diferentes, parecia improvável que qualquer elo além da maternidade pudesse sequer existir. Neste livro, Charlotte Gordon revela como a influência de Wollstonecraft sobre a filha foi, na verdade, extremamente profunda. Shelley, que cresceu lendo e relendo os livros da mãe, nutriu o desejo de se tornar alguém e criar uma obra própria. Wollstonecraft, por sua vez, destinou boa parte de seu trabalho para a geração seguinte, visando um mundo mais justo e igualitário.

Título original: Romantic Outlaws
Autora: Charlotte Gordon
Tradutora: Giovanna Louise Libralon
Editora: Darkside
Gênero: Não-ficção | Biografia
Nota: 5+

Se você curtiu a ideia de ler biografias sobre grandes mulheres, vai gostar de conhecer a biografia de Vitória, a Rainha.

6 comentários:

  1. Oie, ultimamente estou amando ler os livros da darkside. Esse com certeza vai ser mais um porque achei premissa interessante.
    Beijos.
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito fã de livros tipo biografia mas fiquei interessada em saber mais sobre a vida dessas mulheres...
    Beijos
    https://www.balaiodebabados.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Quando eu conheci a história da Mary fiquei fascinada também. Que pena que não deu certo seu TCC com esse tema :(
    A DarkSide sempre arrasa nas edições né, to querendo essa edição faz tempo haha
    Beijos

    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  4. Oi Dê, eu amei a proposta desse livro, estou lendo bem devagar pra absorver tudo também rs E com certeza a edição é sensacional!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi De,
    Eu assisti ao filme da vida da Mary Shelley e fiquei interessada! Não tenho o costume de ler biografias, mas a dela eu fiquei animada.
    Adorei a edição também!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oie De!

    Geralmente eu não leio muitas biografias, mas que é interessante isso é, além de contar um pouco da vida delas, essa edição está impecável hein?
    que coisa linda!
    Ano passado li Frankestein! :D
    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!



@QueriaEstarLendo