9 Livros que eu Jamais Leria Novamente - Queria Estar Lendo

9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Aproveitando que estou me sentindo ótima com postagens polêmicas depois de separar os livros que eu não amaria se lesse hoje em dia e os ships que eu não shipparia se conhecesse hoje, separei uma lista com a qual me sinto 100% segura de afirmar que: eu jamais leria novamente.

Diferentemente das outras duas listas, onde eu ainda amo os livros/casais, e apenas especulei sobre como seria ler eles com a mentalidade que tenho hoje, essa lista tem livros que eu não leria novamente nem a pau  - OK, se você me pagasse bem eu até pensaria sobre. São história das quais eu provavelmente já reclamei mais de uma vez e, em sua maioria, meu problema não foi com ritmo lento ou preguiça.

Então vocês já podem imaginar o que vão encontrar por aqui, né?

Fiquem avisados que nesse post eu vou reclamar e muito! Então se você não curte esse tipo de coisa, talvez você queira ler algum outro post nosso, como o nosso tour pelo kindle ou as quotes das heroínas preferidas da Denise.

Se, por acaso, eu citar seu livro preferido aqui, quero que saiba que isso não tem nada a ver com você ou com o autor (a não ser quando eu digo que tem a ver com o autor). Acredito que a gente pode gostar do que quiser, mas também acredito em expressar nossas opiniões. Só porque eu acho um livro péssimo, não quer dizer que você não pode gostar dele ou tem que me fazer mudar de ideia.

Por fim, esse post não tem a intenção de ofender ninguém.

Mas se ofender, talvez você esteja visitando o blog errado já que a gente tá sempre com críticas semelhantes.

Agora vamos para a lista!

Belo Desastre - Jamei McGuire

Na época que eu li, o povo aqui no blog amava esse livro. Ganhei de aniversário e comecei a ler no dia seguinte. Eu esperava um romance disfuncional com final "triste", bem do tipo que eu amo (quem não ama sofrer com ship e angst?). Mas aí não. Achei as personagens meio bobas, da metade para o fim ficou completamente fanfic (sensação que eu só confirmei lendo a sinopse dos outros livros/contos da série) e sem contar TODO o abuso romantizado. Terminei o livro e abri uma discussão gigantes com as meninas sobre como achava que o Travis era o tipo de cara que mataria a Abby caso ela o abandonasse de vez (acho que ele se suicidaria depois, também) e como a obsessão dele era doentia, entre outras coisas. E o resultado é que a Denise abriu os olhos. 

Talvez, se me pagassem muito bem, eu leria novamente só pra fazer um post comentado.

Mas como isso não vai acontecer, eu jamais vou reler.
9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Perdida - Carina Rissi

Se eu pudesse voltar no tempo para desler algo, seria esse.

Comprei Perdida e Procura-se um Marido tudo numa tacada só porque as gurias me juravam que eram um romance fofo e gostosinho. Comecei a ler. Parecia que eu lia 356 páginas por hora, mas na verdade era uma só. Achei a leitura extremamente arrastada, parecia que não passava nunca. Achei as personagens fracas, bobas e sem graça. Ian sem sal, Sofia sem sal, construção frágil. A história se enrolou um monte, e isso que toda ela se passa em uma semana (ou duas?). Sem contar que eu NUNCA VOU ACREDITAR que a pessoa desistiu da vida que tinha, que mudou para uma época que era MUITO pior para ser mulher, sem os confortos e comodidades que estava acostumada, abandonando os amigos e a independência, para ficar com um cara que ela conheceu por DUAS SEMANAS.
Não. Nunca. Não acredito.

Até a Claire levou meses, e ainda assim ela quase atravessou as pedras.

Nem morta você vai me pegar com um livro da Carina Rissi.

até porque como respeitar alguém que oculta a escravidão no seu livro porque foi um período muito feio da nossa história?


9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Meu Nome é Salma - Fadia Faqir

Depois que eu terminei o livro, eu até gostei dele. Tem uma história boa e o desfecho me surpreendeu bastante. Mas enquanto eu lia, queria morrer. A narrativa também foi bastante lenta e achei desnecessário toda a enrolação para contar essa história. A narrativa parecia se concentrar em coisas bestas e passar rápido pelos acontecimentos interessantes e eu não tive uma boa experiência de leitura. Valeu pela história, mas DEFINITIVAMENTE não vou reler.

Se tivesse um filme mais ou menos fiel, eu assistiria.


9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Onze Minutos - Paulo Coelho

Como começar a falar do meu ranço eterno por Paulo Coelho e suas obras?

Esse é um caso bem clássico em que o autor fez com que eu nunca quisesse pegar o livro. Lembro que ganhamos Onze Minutos e O Alquimista em alguma coisa da Veja, mil anos atrás. Minha mãe leu O Alquimista, mas eu não curti a sinopse. Pesquisei um pouco sobre o autor e aí o ranço foi imediato. Porém, eu precisava ler um livro nacional para a aula de Língua Portuguesa, e como na biblioteca da escola só tinha alguns poucos clássicos que logo foram pegos, escolhi ler Onze Minutos, então. Acho que ainda tenho a resenha que fiz pra escola, que é um rant interminável sobre como a linguagem usada foi vulgar e machista (em uma época que eu mal enxergava o que era machismo, veja bem). Recheada de cenas desnecessárias (hoje eu diria que toda a história foi desnecessária), com uma personagem rasa que eu não dava a mínima. E hoje, quando eu penso nele, embora faça muito tempo que li e lembre pouco, eu ainda diria que a forma como ele escreveu a protagonista foi completamente irreal. Bem o caso de homem escrevendo sobre o POV de uma mulher e aparentemente ele nunca conheceu uma mulher na vida.

Pela deusa, se deixar eu nunca paro de falar do ranço e do nojo que tenho desse homem e desse livro, vou parar por aqui então.

9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Vampire Diaries - LJ Smith

Se eu tivesse que usar uma palavra só para resumir porque jamais vou reler essa série, seria: NÃO.

Apenas não. Um grande e redondo não.

E olha que eu li isso depois de ler Crepúsculo, na vibe dos vampiros. Li quando anunciaram a série The Vampire Diaries, porque achei que ia ser fiel e tinha curtido muito o que tinha visto da série. Mas ela foi nada fiel, os livros são tão ruins que eu queria morrer. Ainda assim, fui trouxa e li até a metade do terceiro. Como todos os livros da época, ele romantizou vários abusos. Confiou absurdamente em clichês mal feitos, as personagens que deveriam ser os mocinhos com quem nos identificamos eram simplesmente odiosos, a trama deu mil e uma voltas pra sempre voltar ao mesmo ponto (nunca esquecer a Elena morrendo 50 mil vezes e voltando sempre, quase como as 50 mil cópias de Elena que existiram na série).

Acho que a minha maior birra com o livro é que todo dia a Elena morria e todo dia ela voltava. Elena já foi humana, vampira, espírito, humana de novo. Ai gente, para. Nunca mais, LJ Smith.

9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Dark Swan - Richelle Mead

Ah, como eu amei os três primeiros livros. Dark Swan - Filha da Tempestade, Thorn Queen e Iron Crowned eu ENGOLI, eu amei a vida toda. Achei Euginie a rainha da porra toda. Aí veio o quarto livro, Shadow Heir.

O QUARTO É A PIOR COISA JÁ ESCRITA NA VIDA DA RICHELLE MEAD, NINGUÉM ME TIRA DA CABEÇA QUE ELA ESCREVEU ELE BÊBADA EM UMA NOITE OU QUE FOI UM GHOST WRITER DROGADO. 75% do livro é enrolação e encheção de linguiça, resoluções idiotas para problemas que não eram problemas. E toda a trama principal, que acompanhamos ao longo de 3 livros, foi resumida e condensada e resolvida entre 10 e 20 páginas do clímax. SÉRIO,TODA a trama, todas as suas possíveis ramificações, tudo, em no máximo 20 páginas. Basicamente o livro inteiro foi essas 20 páginas, porque tudo que lemos antes do clímax é inútil para a história e se não existisse, não faria diferença. Sem contar que no fim, a personagem faz exatamente aquilo que a colocou em problemas na primeira vez, só que para para outra pessoa. O final feliz é só uma nova versão do passado que deu em cagada grande e nem dá pra ficar feliz com isso.

Terminei de ler as 3 da manhã e chorei de soluçar por quase uma hora, de pura raiva. E o pior é que não podia destruir o livro, porque tava lendo pelo kindle.

Fiquei mais de mês com ressaca por causa dele. MAIOR DECEPÇÃO.


9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Quantic Love - Sonia Fernandéz-Vidal

Nem lembro direito da história, para ver como ela foi marcante, mas apontei diversos furos no plot lá na resenha que fiz dela. O livro não era coerente, muito menos criativo, e tinha mais anedotas dispensáveis do que história em si. Eu peguei muita raiva das anedotas, inclusive, porque surgiam do nada e eu ficava "que? que que isso tem a ver? tá louca, miga?"

Os personagens não eram convincentes, ou agradáveis, ou cativantes. Não conquistaram nem de longe e não me faziam sentir nada. Também tinha todo esse triangulo amoroso que eu fiquei "desnececyrus", especialmente porque um deles (que era muito óbvio que seria o escolhido) tinha um segredo enorme guardado a mil chaves, que nos é revelado no clímax (eu acho?) e é a coisa mais tosca do mundo. Até hoje me pergunto se eu perdi algo, porque fiquei mega perdida na história sem pé nem cabeça  E ISSO É UM BEST-SELLER LÁ FORA.

Me pergunto se todo mundo que comprou passou pela mesma irritação desnecessária que eu.


9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Anna e o Beijo Francês - Stephanie Perkins

Esse é mais um caso de livros que comprei só porque a Denise amou e mandou eu ler. Comecei ao avesso, lendo Lola e o Garoto da Casa ao Lado, que eu amei muitíssimo. Crickett e Lola meus bebês, então fui super empolgada para Anna. PORÉM.

Todo, TODO o romance é construído em cima de um "cara legal" que tá traindo a namorada. E eu não me importo como a Perkins tentou justificar as ações do St. Clair, ou como ela quis dizer que os dois não se gostavam mais. Não. Não tem nada de fofo no cara que tem uma namorada E NÃO QUER TERMINAR COM ELA e fica flertando com outra garota e agindo como se eles estivessem juntos também. Só pude sentir nojo dele.

E meu deus que eu não aguentava a Anna toda hora reclamando sobre como o pai malvado dela mandou ela para estudar um ano inteirinho NA FRANÇA, onde ela não teria a supervisão de um adulto e poderia fazer basicamente o que quisesse. QUE MUNDO CRUEL ONDE ELA PRECISA ESTUDAR NA FRANÇA. E eu entendo que é chato você ter que se afastar dos seus amigos e família justamente no último ano do colegial, MAS ERA A FRANÇA. E ela agia como se o pai dela tivesse trancado ela no quarto e jogado a chave fora, não colocado ela em um EXCELENTE COLÉGIO onde ela tinha a oportunidade de conhecer a Europa, expandir a visão de mundo dela e conhecer novas pessoas. Eu odeio muito a Anna por esse comportamento otário.


9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Espero por Você - J. Lynn

Podia ter dado certo, mas aí a autora decidiu que ia dizer que a culpa de um cara estuprar mais de uma garota é da primeira garota que não denunciou ele, e depois que você não precisa de terapia para superar um trauma tão grande que te transformou em suicida - aliás, a autora não acredita que você seja suicida se só tentou suicídio uma vez - e tudo que precisa é de um namorado que te escute. Quando viver um trauma é só conversar com as pessoas que você ama, que não tem absolutamente nenhum treinamento médico para lidar com a sua condição e podem acabar prejudicando muito mais do que ajudando, apesar das melhores intenções. ATA

Além disso, ela acha super legal o tal namorado que se diz apaixonado por você dar um ultimato do tipo "ou a gente transa ou a gente acaba" logo após ouvir sobre como você foi estuprada E DEPOIS de dizer que "já imaginava que fosse isso". Honestamente, embuste pra todo lado e uma visão muito errada de como lidar com trauma físico, psicológico e emocional, com uma pessoa emocionalmente instável ao seu lado que mais ativa seus gatilhos do que te ajuda. Não costumo falar isso aqui no blog, mas pra esse livro eu só gostaria de dizer que é UMA BELA BOSTA. Obrigada e de nada.

Se você gosta desse livro, fique a vontade, pra mim o livro que é bosta, não você. Mas não tenta justificar ele porque eu só vou perder a fé em você.


9 Livros que eu Jamais Leria Novamente

Novamente, a lista não foi feita para ofender ninguém. Mas conta pra gente, quais os livros que vocês pretendem nunca mais ler na vida? Compartilham algum dos meus?

Share this:

,

COMENTÁRIOS

15 comentários:

  1. Olá!
    RACHEI COM SEUS COMENTÁRIOS UAHUAHUA Lista muito divertida, parabéns!
    Da sua lista só li "Anna e o Beijo Francês" e não cheguei nem na metade. Também tenho vários que jamais leria de novo.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bianca
    Tudo bem? Eu adorei seus comentários sobre os livros e acho que faria um post assim lá no blog. Mas vou confessar que sou do tipo de leitora que releva muita coisa. Por exemplo, o livro da J. Lynn. Eu não vejo gatilhos na história, essa coisa de suicídio e tals, acho que eu tenho uma visão totalmente diferente, eu até curti o livro e li o segundo, que também é bem fofo.
    O mesmo com Belo Desastre. O livro é uma merda, eu realmente odiei mais porque é muito mal escrito, sem desenvolvimento e táls, mas eu não consigo enxergar o relacionamento abusivo. Não sei se é algo comigo mas tem coisa que eu não consigo ver, por isso acabo relevando algumas histórias que todo mundo diz que são ruins. Mas no caso concordo que Belo desastre é um desastre de livro, não sei nem como consegui ler o segundo.
    Anna e o beijo francês também achei fofo, mas entendo seu ponto de vista. Esse negócio de querer trair a namorada porque não dá mais certo mas continuar com ela é muito vacilo, e se eu não tivesse gostado do Étinenne, provavelmente teria odiado a trama.
    Perdida confesso que li tem tantos anos que não lembro mais da opinião que tive, mas também achei tudo meio fraco, acho que a autora tem livros melhores.
    Eu por exemplo detesto as obras do John Green e não entendo como as pessoas conseguem comprar os livros dele, que são extremamente enfadonhos e cheios de filosofias baratas, mas muita gente curte KKKKK
    Beijos!
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  3. Só não concordei com Anna e o Beijo Francês.. A parte do Etienne não largar da namorada sim porque realmente não dá pra continuar em um relacionamento só por medo de ficar sozinho.. Mas ai também envolve as inseguranças de cada um e tals.
    Mas a questão da Anna não querer ir pra França foi só nas primeiras páginas e acho que às vezes a gente super valoriza outros países. Sim é a França, mas lá não é um lugar perfeito, é uma cultura diferente, uma língua diferente e não tinha ninguém que ela conhecia lá. Eu por exemplo, não gostaria de ir pra lá, até porque se ouve muito o quando estrangeiros são mal tratados lá.

    Mas enfim, cada pessoa absorve as histórias de um jeito e entendo sua visão, apesar de não concordar hahaha
    E achei bem legal esse estilo de postagem. A gente está sempre só falando das coisas que gostamos né? Tem que dar uma quebrada nisso mesmo!

    beijos!

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li esses livros, mas acho não gostaria também. Tem muitos livros que me decepcionaram!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nenhum destes, mas já estou marcando aqui para não ler NUNCA mesmo hahahaha.
    Adorei a postagem, super engraçada!
    Beijinhos <3

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
  6. Oiii Bibs

    Amei o post, sabe que algumas coisas inclusive me fizeram refletir? Eu quando li Anna e o beijo franc♪6s amei a ambientação e o final achei fofo, isso me fez gostar do livro porque a impressão final que ficou, mas pensando bem tu tem razão em tudo. As motivações do Etienne eram bem desleais mesmo a maneira em como ele fica justificado de qualquer coisa não é legal com certeza (tem vários outros livros que partem da mesma premissa de que trair é ok contanto que vc diga "eu te amo" ou algo do gênero e iss incomoda demais, quando se trata de YA mais ainda sabe?)
    Vampiros, todos em geral, me dão nauseas. Ja gostei deles, assisti inclusive aos filmes da saga Crespúsculo, mas hoje em dia, quando vem a tal maturidade e a gente para e analisa o nível da maioria dessas sagas (Vampire Diaries on the top) dá vontade de chorar pelo tempo perdido mesmo...
    Paulo Coelho nunca entendi o hype com esse homem. Li Veronika decide morrer porque queria saber como é a escrita do tal "autor brasileiro mais vendido" e caramba, não achei nada de especial, aliás, é cansativo e confuso.
    Carina Rissi que me perdoe mas tb acho suas histórias fracas, muito fracas mesmo. Outra que não entendo todo o hype ao redor principalmente quando temos autores desconhecidos de alto nível que não recebem nem 1/3 da publicidade da Rissi ou mais ainda do Coelho.
    Continue assim polêmica, bota mesmo pra fora o que incomoda, é essa sinceridade que faz a gente se sentir acolhido aqui.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Mulheeeeer, eu definitivamente AMO seus posts. Isso que é não ter medo de treta hahahah.
    Ultimamente eu to vendo várias pessoas reclamando de Perdida o que me deixa - desculpa a piada, mas eu tenho que fazer - bem perdida. É que eu sempre ouvia TODO MUNDO falando MUITO BEM e tipo eu ficava ~MEU DEUSSSS EU PRECISO LER LOGO ESSE LIVRO~ aí do nada comecei a ver várias críticas e tal e isso me deixou tipo??? Mas eu acredito que deva ser exatamente por conta do tempo que se passou desde o lançamento... será? Só sei que agora eu tenho ficado cada vez com menos vontade de ler...
    Sobre Belo Desastre, esse é outro que eu ouvia todo mundo falar muito bem e agora todo mundo fala muito mal. E acho bom. Não li o livro, mas sempre todo mundo que critica fala sobre esses abusos romantizados, e isso é bem importante.
    Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  8. Oie!

    Dessa lista só li 3. Os Diários do Vampiro eu ODIEI, até tentei ler mais de um mas sério, morri de tédio e acabei vendendo aquela desgraça. Anna e o Beijo Francês eu amooo porque é bem romance adolescente e leve, meu gênero preferido, mas hoje em dia acho que já me encheria o saco. E Perdida eu li esse ano por causa das recomendações e adorei! Achei muito legal a volta no tempo, mas também não abriria mão dos confortos atuais - tipo celular, carro, internet... gostei do enredo da história x)

    Beijinhos
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Onze minutos eu até que gosto, mas não sei se leria novamente também haha

    https://gotasdecafe.com.br/

    ResponderExcluir
  10. MEU DEUS EU VIVO PARA VENERAR UM BLOG UM POST UMA AUTORA DE POST AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    Desses, li poucos... Eu até curtir Perdida e gosto da Carina Rissi (mim perdoa e não desiste de mim!)
    Belo Desastre vai no S2 porque foi o primeiro livro em inglês que li e entendi tudo. Então rola aí um sentimento, mas também não leria de novo.
    Vampire Diaries passo longe dessa Chernobyl. Misericórdia senhor!!!!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  11. Olá, Bibs.
    Tem alguns livros que até gostei quando li e hoje em dia eu não leria ele. Acho que até nosso gosto muda que dirá do gosto de uma pessoa para outra hehe. Dos citados eu discordo de Espero Por você, minha opinião foi diferente da sua em vários pontos que você levantou. Já Anna e Perdida eu gostei muito mas entendo a sua opinião hehe. Concordo com Diários do Vampiro que é muito ruim se comparado com a série e Belo Desastre não gosto nem do gênero.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi, Bibs!

    De todos, só li Belo Desastre e mal consegui chegar até o fim. Odiei também. Nunca li os livros de TVD, mas confesso que a série eu gostava bastante haha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Eu não li nada do que você massacrou aqui, embora conheça alguns do povo falar. Eu não releria nem a pau Crepúsculo e Cia., Cinquenta tons de cinza. E acho que só esses mesmos. Eu amo fazer releituras, todo ano faço ao menos uma, mas eu seleciono bem o que vou reler e depois de quanto tempo de lido essa releitura é feita. Eu não lembro de ter lido nada com relacionamento abusivo ou cara bem pé no saco, mas se eu lembrar, também não leria isso de novo.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  14. Não entendo muito bem o motivo pelo qual as pessoas não gostam do Paulo Coelho, não li Onze minutos, mas Li Veronika decide morrer,Brida e O alquimista e acho que são livros bem simpáticos, não é nada muito extraordinário ou intelectualmente avançado (assim como a maioria dos livros best-sellers), mas não me ofende, seilá haha
    Os demais livros nem ouvi falar, então é provável que nunca leia mesmo haha
    Adorei o post, adoro posts polêmicos XD
    Beijão

    ResponderExcluir
  15. Oi Bibs, tudo bem? Adorei esse post e acho que opinião sincera, com respeito, é importantíssima. Não podemos só elogiar, trazer indicações e resenhas de livros que nos proporcionaram boas experiências.. quando não são tão felizes nossas leituras, o blog é o espaço que temos para mostrar aos outros o que nos desagradou. Parabéns!!!
    Dos livros que mencionou eu li "Belo Desastre"... eu não leria novamente, mas não tinha observado esses pontos que indicou. Achei bem pertinente ao livro mesmo.
    "Anna e o Beijo Francês" e "Perdida" eram livros que eu pensava em ler, mas depois desse post vou reavaliar.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!