O que é a Cosmere dos livros do Brandon Sanderson? - Queria Estar Lendo

O que é a Cosmere dos livros do Brandon Sanderson?

Publicado em 4 de jul. de 2022

O que é a Cosmere dos livros do Brandon Sanderson?

Vocês já estão carecas de saber que eu me tornei devota de Brandon Sanderson. Obcecada como fiquei, devorei vários livros e séries dele. E hoje o post é para falar da Cosmere. O universo compartilhado entre várias histórias do Brandon Sanderson.

Leia as histórias dele:

A Cosmere é o nome do universo compartilhado criado pelo Brandon Sanderson, uma espécie de MCU das histórias. A Cosmere é universo conectando os planetas e sistemas solares onde as histórias acontecem.

Vamos começar por partes:

Quais livros fazem parte da Cosmere?


No momento, algumas histórias existem nesse universo compartilhado. São elas:

  • A saga Mistborn
  • Elantris
  • Warbreaker
  • The Stormlight Archive
  • White Sand
  • As histórias de Arcanum Unbounded

A Cosmere as conecta, mas não as torna dependentes. Cada saga e história solo funciona de maneira independente, de maneira que elas só compartilham o universo. Diferente do MCU, nesse caso, você não precisa ler uma para entender outra.

Dentro das sagas, sim, como é o caso de Mistborn. A primeira e a segunda era são conectadas. Você precisa ler uma para entender a outra. E os contos de Arcanum Unbounded, que são extras das sagas principais.

Mas, afinal, o que é a Cosmere?


A Cosmere é esse grande universo onde essas histórias em específico acontecem. Cada uma delas dentro de um Shardworld (em tradução literal, Mundo de Fragmentos). Cada um desses mundos fragmentados existe dentro dessa galáxia gigantesca que é a Cosmere.

O Brandon deixou bem claro que ninguém precisa de conhecimento sobre a Cosmere para se aventurar nos seus livros. Mas que, com o passar dos livros, está deixando easter eggs em cada história. E esses momentos "atrás das cortinas" vão culminar em um plot importante na trilogia final de Mistborn.

O que é a Cosmere dos livros do Brandon Sanderson?

Porque o Brandon Sanderson é uma máquina, ele já anunciou seu cronograma. Assim que lançar The Stormlight Archive 5, ele vai fazer uma pausa nessa série. E vai trabalhar na próxima série de Mistborn. A terceira era.

Tem, inclusive, um personagem que é um easter egg. O nome dele é Hoid, mas ele não usa esse nome sempre. Só dá para reconhecê-lo por isso, ou pela aparência. Fato é: ele está sempre lá na Cosmere.

Se você tá querendo começar a ler Brandon Sanderson e não sabe por onde seguir, vem cá:

A Cosmere é uma bela maneira de conhecer o autor. E você tem livros únicos dentro dela!


Da minha parte, acho legal começar pelo primeiro que o Brandon Sanderson escreveu: Elantris. Ele tem dois contos extras dentro de Arcanum Unbounded. O primeiro é The Emperor's Soul e The Hope of Elantris.

Elantris conta a história da cidade que leva esse nome. Ela foi varrida por uma praga, e todos que estavam lá foram condenados. Os portões se fecharam, deixando os maculados presos para sofrer e morrer. O problema é que eles nunca morriam.

O que era essa praga, e por que ela existia? São duas das perguntas que movem a história. Na trama, temos Sarene, uma princesa recém-viúva. Quando ela chega na cidade vizinha a Elantris, descobre que seu futuro marido foi levado para além das muralhas. Maculado pela praga.

Outro personagem importante é Hrathen, um religioso que faz tudo pelo país que o comanda. Ele é um líder firme, movido pela sua fé. É um antagonista poderoso, também. Por fim, temos Raoden, o príncipe maculado. Em Elantris, ele começa a descobrir mais sobre as semividas que existem ali. E decide reagir.

O sistema de magia dessa história é muito interessante. Já dá um vislumbre da mente criativa do Brandon Sanderson. E abre alas para entendermos mais do que existe na Cosmere.

Se preferir começar com uma série da Cosmere, vai de Mistborn. A primeira era é excelente do começo ao fim.


O Império Final apresenta um mundo que não conhece a liberdade. É governado pelo Lorde Supremo há centenas de anos, e sobrevive sob um céu de cinzas constantes. Mas existem alguns poucos que querem lutar.

E Kelsier vai liderá-los. O sobrevivente de Hathsin é um Nascido das Brumas, o que significa que pode controlar todos os metais. Ele é esperto, rápido e quer vingança. E vai fazer tudo o que precisar para derrubar o império final.

É Kelsier quem encontra Vin, nossa outra protagonista, nas ruas. Uma Nascida das Brumas que desconhecida seu poder até então. Com ele, Vin passa a treinar. E, juntos, podem ser a força motriz para uma rebelião.

Mistborn é meu amor completo. O sistema de magia envolvendo a ingestão de metais é brilhante. As reviravoltas no fim de cada livro são de arrancar o fôlego. Do começo ao fim, é tudo apaixonante.

E, claro, fica aqui o lembrete amigável de que a Editora Trama soltou a pré-venda de O Caminho dos Reis. São 1240 páginas de um espetáculo narrativo. Esse é o primeiro dos monstrões da série The Stormlight Archive - que, aqui no Brasil, ficou com a tradução Os Relatos da Guerra das Tempestades. Essa fantasia épica é colossal e a mais grandiosa do Brandon Sanderson.

Independente da ordem, a Cosmere oferece inúmeras leituras incríveis. E é fácil se apaixonar pelos livros do Brandon Sanderson com apenas algumas linhas.

Um comentário:

  1. Olá, Denise.
    Eu nunca tinha nem ouvido essa palavra hehe. É tipo o King com seus livros hehe. Mas como sou meio perdida nessas coisa nunca pego as referências. Eu li Elantris e amei, mas depois li o primeiro e o segundo livro de Mistborn e vi que o autor não é para mim. Com o risco de você me matar, achei bem enfadonho hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!



@QueriaEstarLendo