Retrospectiva 2018

  • 09:00
  • 31.12.18

  • Antes de nos despedirmos oficialmente de 2018, que tal um giro do que foi esse ano de leituras aqui para o blog? Reunimos os melhores e piores livros, autores e autoras que mais nos surpreenderam e nossas expectativas para 2019 nessa retrospectiva!



    Melhor livro que leu.
    Denise: Tenho que dizer que foi Kingdom of Ash (Sarah J. Maas) porque a mulher conseguiu finalizar a série Trono de Vidro com maestria; é o tipo de livro pra guardar no coração porque foi o fim mais digno que essa história poderia ter.
    Bianca: Respondo com muita convicção que o melhor livro do meu 2018 foi Moxie, da Jennifer Mathieu; esperançoso, feminista, educador. Amei muito!
    Raquel: Nenhum livro me arrebatou tanto quanto Uma dama fora dos padrões (Julia Quinn), muito amorzinho, não consegui conter os surtos e as reações um tanto quanto explosivas.



    Pior livro que leu.
    Denise: Fiquei surpresa de ver que Novembro, 9 (Colleen Hoover) foi leitura de 2018 porque meu cérebro quer tanta distância que parece fazer anos desde que li esta desgraça. Então, obviamente, é ele a pior coisa que passou pela minha estante neste ano (e em muitos anos também).
    Bianca: Gente, aqui é uma disputa, porque li várias coisas que odiei esse ano. Mas o que me deixou mais revoltada foi A Tale of Two Murders, que recebi do Netgalley. Parece que não teve editor!
    Raquel: O descompasso infinito do coração (Bianca Briones), apesar do primeiro da trilogia ser bom, o segundo jogou tudo água a baixo. Tenho fé que o terceiro seja melhor, por causa dos protagonistas, mas confesso que estou adiando por medo.



    Melhor personagem que conheceu este ano.
    Denise: Eu amei tantos personagens que escolher só um DÓI FISICAMENTE. Vou de Cardan, de The Cruel Prince (Holly Black) porque eu. amo. um. feérico. caótico. E vou morrer para protegê-lo.
    Bianca: Minha menina Audrey Rose e seu fiel escudeiro Thomas Cresswell, de Rastros de Sangue: Jack, o Estripador, da Kerri Maniscalco. AUDREY ROSE MUITO FEMINISTA E A FRENTE DO SEU TEMPO SIM, MARAVILHOSA.
    Raquel: Pensei em uns 500 e tive o mesmo drama que a Denise aí em cima. Crueldade escolher um! Mas vamos de Rafe de The Kiss of Deception (Mary E. Pearson). Ele foi uma surpresa pra mim, achei que iria detestar o personagem e no fim gostei muito dele.



    Pior personagem que teve o desprazer de conhecer.
    Denise: O psicopata doente chamado de Ben que é o "interesse amoroso" da mocinha de Novembro, 9. Se eu pudesse tacar um tijolo na cabeça de algum personagem seria dele.
    Bianca: Charles Dickens, de A Tale of Two Murders, que cara insuportável e que pouco refletia a figura real.
    Raquel: A Clara de O descompasso infinito do coração (Bianca Briones) ganhou o título. Ela deixa o livro insupertável, até entendo a dor dela mas é dificil de aturar. Se não fosse ela, até que o livro seria ok.



    Novo(a) autor(a) favorito(a).
    Denise: Eu ia citar Bernard Cornwell mas ai lembrei que foi neste ano que descobri a existência da L. Penelope e honestamente lerei TUDO QUE ESTA MULHER ESCREVER PELA VIDA DELA.
    Bianca: Estou dividida entre a Kerri Maniscalco e a Jennifer Mathieu, ambas escreveram livros maravilhosos e eu já estou com outros delas para ler porque quero conhecer toda a bibliografia SIM.
    Raquel: Julia Quinn!!!!!!!! Definitivamente a melhor descoberta do ano, se ela publicar a lista de compras dela, eu compro!



    Livro que te causou mais reações emocionais POSITIVAS.
    Denise: Pra não citar Kingdom of Ash de novo (apesar de ser a realidade, uma vez que eu GRITEI e CHOREI muitas vezes lendo isso) vou de A Heroína da Alvorada (Alwyn Hamilton) outro fim que esmigalhou meu emocional e eu agradeci por isso.
    Bianca: Para não soar repetitiva e colocar Moxie de novo, eu vou com Mamãe e eu e Mamãe, da Maya Angelou. Nunca achei que fosse me identificar tanto com uma mulher que viveu uma vida COMPLETAMENTE diferente da minha, mas aconteceu. E até chorar eu chorei.
    Raquel: Vou ter que repetir Uma dama fora dos padrões. Nenhum dos outros superou esse e aguardo 2019, tá dificil superar ele.



    Livro que te fez espumar de raiva.
    Denise: Só pra não citar a desgrama da Colleen Hoover de novo, Vox (Christina Dalmer) porque meu deus do céu eu odeio HOMENS. Se O Conto da Aia acabou com a minha paciência para com os homi, Vox veio pra pisar em cima. Era muita raiva e indignação pra pouca eu.
    Bianca: Como Ser Mulher, da Caitlin Moran. Esperava MUITO MAIS desse livro, que se colocava como um livro sobre feminismo da "mulher comum" do "dia a dia" e não da "acadêmia", e na verdade é um apanhado de achismo e ignorância sobre a história feminina. Fiquei muito chateada, porque curti a ficção dela e esperava muito mais do que a mistura sem coerência de feminismo liberal e radfem, que só fez confusão.
    Raquel: Fênix, a ilha (John Dixon). O livro é completo de injustiça do início ao fim, não consigo tolerar injustiça, não dá.



    Livro que você leu este ano e queria que todo mundo lesse também.
    Denise: Romance Tóxico (Heather Demetrios) porque pense num livro que DESENHA o que é um relacionamento abusivo e como as vítimas ficam sem saída uma vez que se encontram dentro dele. É um livro importantíssimo, pesado e perturbador e todo mundo deveria ler (especialmente aqueles que falam que mulher "se vimitiza" e fica de "mimimi" por causa de parceiro abusivo).
    Bianca: Quem Tem Medo do Feminismo Negro?, da Djamila Ribeiro, que abre os olhos para muita coisa sobre o feminismo e o racismo, que todo mundo deveria saber, em especial pessoas brancas - e mulheres brancas que se consideram feministas, mas não são verdadeiramente aliadas das mulheres não-brancas dentro e fora do movimento.
    Raquel: Heróis de Novigrath (Roberta Spindler), adorei a escrita, o enredo é bom, os personagens são bem construídos. O único defeito é ser volume único, porque eu quero mais.



    Qual título está mais ansiosa pra conferir em 2019?
    Denise: São tantos que socorro? Acho que um dos que eu mais PRECISO DESESPERADAMENTE é King of Scars (Leigh Bardugo) porque meu bebê mais precioso menino Nikolai está de volta e esse momento é muito da Denise de 2015 que prometeu seu coração eternamente pra esse pirata.
    Bianca: Por enquanto é The Girl the Sea Gave Back, spin-off de Sky in the Deep, da Adrienne Young que eu tenho certeza que vai ser um romance entre inimigos de novo. ADORO.
    Raquel: Meu critério de seleção é o que vai sair primeiro dos que estou ansiosa para ler, é muito lançamento e pouca eu. Um marido de faz de conta (Julia Quinn), quero muito ler, não estou me aguentando. Li a sinopse e só ela já causou surtos.

    Esperamos que vocês tenham uma ótima virada de ano e que comecem 2019 com o pé direito! Nos vemos ano que vem.

    1. adorei essa retrospectiva, teve muito livro bacana mesmo entre as leituras de vcs, to doida pra ler Vox tbm e gostei mt de conhecer alguns outros títulos

      www.tofucolorido.com.br
      www.facebook.com/blogtofucolorido

      ResponderExcluir
    2. Oi meninas, feliz ano novo pra todas vcs!
      Eu tenho curiosidade de ler Novembro 9 pq comparam com Um Dia do David Nicholls (❤), só por isso kk
      Preciso muito ler O príncipe cruel!
      Sou #TeamRafe tbm, mas acho q n o colocaria como melhor personagem 🤔
      Nem me falem em odiar homens... kkkkk
      Bjs
      http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

      ResponderExcluir
    3. Oie Denise =)

      Novembro 9, não é o melhor livro que li da Colleen e realmente o Ben me irritou bastante, mas no contexto geral eu até gostei do livro rs...

      Gostei bastante de A Heroína da Alvorada, mesmo achando que a autora deu uma enrolada básica no começo.

      Os demais livros da sua retrospectiva eu não li, aliás esse ano li super pouco =(.

      Uma feliz vida nova para você em 2019! Que seja uma fase de muitas realizações e felicidade!

      Beijos;***
      Ane Reis | Blog My Dear Library.

      ResponderExcluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    5. Oi meninas! Eu também gostei de Uma dama fora dos padrões, mas sou suspeita pra falar porque geralmente eu adoro a Julia Quinn. O da Bianca Briones eu li o primeiro e achei mais ou menos, não me empolguei pra ler o segundo rsrsrs

      Bjs, Mi
      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    6. Oi, meninas

      Não li November 9 ainda, mas adoro a autora e inclusive ela editou algumas partes desse livro depois dos leitores falarem com ela. Acho digno enxergar o erro e repará-lo. Mas vamos ver o que acho dele, pois não é por gostar dela que vou aceitar tudo que ela escreve!

      Vou ler Uma Dama Fora dos Padrões agora em janeiro e espero gostar, pois os últimos lançamentos da Julia que saíram por aqui não me deixaram muiiiito animada não.

      Moxie também será lido em janeiro e estou ouvindo tantas coisas boas sobre ele... espero curtir assim como a Bibs.

      Romance Tóxico é um livrão mesmo, essa bagaça deveria ser livro obrigatório em escola, cara!

      O restante não li, então vou fazer a Glória Pires! Hahahahahahhahaha

      Beijos e Feliz Ano Novo
      - Tami
      https://www.meuepilogo.com

      ResponderExcluir
    7. Oi Meninas!
      FELIZ ANO NOVO MOÇAS <3

      AAAAAA TO MUITO SEDENTO PELO NOVO LIVRO DA LEIGH BARDUGO. ALGUEM ME AJUDA PQ ESSE MOMENTO E MEU E O MEU NIKOLAI VAI TER O DESTAQUE QUE MERECE.
      Queria ta como a Nizz, elegendo KoA como melhorzao do ano, mas so fui começar ele agora em 2019. Quem sabe nao seja o melhor desse ano.
      Desejo um ano de otimas leituras para voces.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário, sua opinião é sempre muito bem-vinda!

    Tecnologia do Blogger.